Brasil

São Paulo inicia 2024 de uniforme novo e com o CT da Barra Funda reformado para os jogadores

São Paulo se apresenta para iniciar pré-temporada já com uniformes da New Balance, fornecedora de materiais esportivos

O São Paulo se apresentou neste sábado (6) com apenas três reforços como novidades para 2024, mas é inegável que os jogadores encontraram um novo ambiente ao chegar para os trabalhos no CT da Barra Funda. O complexo passou por uma reforma concluída ao longo das férias e entregue justamente para receber os atletas. O elenco, a comissão técnica e até mesmo a diretoria também já vestiam os novos uniformes de treinamento e dia a dia da New Balance, fornecedora de material esportivo do clube a partir deste ano.

Coube ao diretor de futebol Carlos Belmonte mostrar a nova estrutura do CT, em um vídeo publicado no Instagram. Nas imagens, é possível ver os espaços reformados nos vestiários do complexo, assim como outras áreas de trabalho.

A estrutura de trabalhos era bem antiga e não havia passado por reformas desde a inauguração, mesmo que o plano de revitalização já viesse de tempos. As obras iniciaram em outubro do ano passado, com previsão de finalizar justamente para receber os jogadores na pré-temporada.

Além disso, foi possível ver nas imagens divulgadas pelo clube os novos uniformes de treino para 2024. Os jogadores vestiam uma camiseta em tom salmão. Dorival Júnior, por sua vez, usava uma camiseta prateada. O presidente Julio Casares também foi o “modelo” da roupa de viagem, em tom azul marinho.

O acordo com a New Balance

O São Paulo anunciou New Balance como nova fornecedora de material esportivo a partir de 2024 ainda no final do ano passado. A marca norte-americana chega para a substituir a adidas, parceira do clube nos últimos cinco anos. O contrato com a nova empresa vai até dezembro de 2027 e prevê o fornecimento de uniformes para as equipes masculina e feminina, tanto no profissional quanto nas categorias de base.

Os valores da parceria não foram revelados. O principal ponto do acordo é a exclusividade: o Tricolor passa a ser o único clube de futebol do país a ter seu uniforme fabricado pela marca. Com isso, o Red Bull Bragantino não deve mais ter a empresa norte-americana como fornecedora de material esportivo.

A mudança ocorreu porque o São Paulo demonstrava insatisfação com a adidas já há algum tempo. Tanto que o clube anunciou ainda em setembro que a empresa alemã não teria o seu contrato de fornecimento de material esportivo renovado para 2024. A multinacional, inclusive, tinha preferência nas negociações e poderia até igualar os termos propostos por concorrentes – o que não aconteceu.

O principal motivo de descontentamento do São Paulo com a adidas era na atenção dada pela fornecedora ao clube. O Tricolor entendia que merecia um tratamento mais personalizado no Brasil. Atualmente, a marca fornece material para Atlético-MG, Cruzeiro, Inter e Flamengo no país. Como o modelo de negócio não envolvia valores fixos, e sim variáveis a partir de vendas, a avaliação do clube era de que poderia gerar mais receitas com exclusividade.

Reforços também são caras novas, e Ferreira é o próximo

O São Paulo iniciou o ano com três reforços anunciados para a próxima temporada. E todos eles estavam no CT da Barra Funda neste sábado para abrir os trabalhos da pré-temporada. O dos jogadores anunciados foi o volante Damián Bobadilla. O paraguaio do Cerro Porteño assinou contrato com o clube por quatro temporadas e desembarcou em São Paulo na última semana para já se apresentar ao clube. Antes disso, o Tricolor havia oficializado as contratações do volante Luiz Gustavo e de Erick. O atacante que estava no Ceará já havia assinado um pré-contrato para atuar no Morumbi na metade do ano. O vínculo vai até o fim de 2027.

O quarto reforço do clube deve ser anunciado nos próximos dias. O São Paulo venceu a concorrência do Bahia e chegou a um acordo com Ferreira. O clube pagará 1,5 milhão de euros (R$ 8 milhões) ao Grêmio por 35% dos direitos do jogador.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo