Brasil

Para avançar às semifinais, Santos precisa manter tabu histórico diante de técnico da Portuguesa

Técnico da Portuguesa, Pintado terá que quebrar um tabu para surpreender o Santos, domingo (17), na Vila Belmiro

Ao sentar nas arquibancadas da Vila Belmiro, domingo (17), às 20h15 (horário de Brasília), para incentivar o Santos contra a Portuguesa, em jogo único e eliminatório das quartas de final do Campeonato Paulista, o torcedor santista irá encontrar um rosto conhecido ao olhar para a área técnica adversária: o do técnico Pintado. Meio-campista do Peixe na histórica campanha do Campeonato Brasileiro de 1995, o comandante da Lusa tentará quebrar o tabu de nunca ter vencido o Alvinegro como treinador.

Desde que pendurou as chuteiras e adotou a prancheta como instrumento de trabalho, Pintado enfrentou o Santos em 11 oportunidades. O melhor resultado? Dois empates. No mais, foram nove derrotas.

No último encontro, aliás, o Peixe goleou o Cuiabá treinador por Pintado, na mesma Vila Belmiro, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Os gols do Santos que tinha Fabián Bustos no comando foram marcados por Léo Baptistão, Marcos Leonardo, Rwan Secco e Bryan Angulo, enquanto Alesson descontou para o time de Mato Grosso do Sul.

Quais foram os duelos do Pintado contra o Santos?

  • 02/04/2005 – Atlético Sorocaba 0x1 Santos – Campeonato Paulista
  • 24/02/2008 – Santos 4×1 Ituano – Campeonato Paulista
  • 16/03/2008 – São Caetano 0x1 Santos – Campeonato Paulista
  • 21/02/2010 – Mirassol 1×2 Santos – Campeonato Paulista
  • 05/02/2011 – Santo André 1×1 Santos – Campeonato Paulista
  • 12/02/2012 – Santos 4×1 Linense – Campeonato Paulista
  • 21/04/2013 – Santos 2×1 Penapolense – Campeonato Paulista
  • 09/07/2017 – Santos 3×2 São Paulo – Campeonato Brasileiro
  • 14/02/2018 – Santos 2×0 São Caetano – Campeonato Paulista
  • 03/03/2021 – Santos 1×1 Ferroviária – Campeonato Paulista
  • 08/05/2022 – Santos 4×1 Cuiabá – Campeonato Brasileiro

Portuguesa é a franca-atiradora contra o Santos?

Para colocar fim nesse tabu, Pintado terá muito trabalho. Dona da pior campanha na fase de grupos entre os oito times classificados às quartas de final, com apenas 10 pontos conquistados, a Portuguesa terá que surpreender o Santos, que tem a segunda melhor campanha da competição até o momento.

Por outro lado, ter evitado o rebaixamento à Série A2 e, de quebra, avançado à etapa eliminatória, pode fazer com que a Lusa atue de maneira leve por saber que a pressão está toda com o Peixe, que quer dar orgulho ao seu torcedor após o rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2023.

Carille ainda vive a expectativa de ter Giuliano

Favorito para o duelo, o Santos segue a sua preparação pensando nas características da Portuguesa. Sabedor de que a partir de agora não há mais espaço para novas exibições com momentos de desconcentração ou relaxamento, o técnico Fábio Carille vive a expectativa de contar com o meio-campista Giuliano, que pode terminar o Paulistão com menos da metade de atuações se comparado com as duas últimas edições.

Apesar de estar treinando, a situação médica do meia ainda não é das melhores e isso faz dele a única dúvida do treinador para o confronto, uma vez que Aderlan, Diego Pituca e João Schmidt, todos preservados contra a Inter de Limeira, voltarão ao time titular.

Caso Giuliano não tenha condições de jogo, Carille e o torcedor terão que confiar em Cazares como principal homem de criação do meio-campo. Mesmo sem ainda ter justificado a sua contratação, o equatoriano está com a moral elevada por ter marcado o seu primeiro gol com a camisa do Peixe na vitória por 3 a 2 sobre a Inter de Limeira.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo