Brasil

Santos precisa recuperar a concentração urgentemente para não ser surpreendido contra a Portuguesa

Assim como já havia ocorrido em rodadas anteriores, o Santos voltou a apresentar desconcentração contra a Inter de Limeira

A fase de classificação do Campeonato Paulista chegou ao fim. Com a vitória por 3 a 2 sobre a Inter de Limeira, na noite deste sábado (9), na Vila Belmiro, o Santos assegurou a segunda colocação na classificação geral, com 25 pontos, atrás apenas do Palmeiras, que, com 28, garantiu a melhor campanha. A partir de agora, o foco é na Portuguesa, nas quartas de final, em jogo único e eliminatório. E para esse compromisso o Peixe precisa tirar lições do que foram as suas últimas rodadas.

Assim como já havia ocorrido nas derrotas contra o Novorizontino, por 2 a 1, na Vila Belmiro, e Red Bull Bragantino, por 1 a 0, no Nabi Abi Chedi, o Santos voltou a apresentar momentos de total desconcentração. Contra a Inter de Limeira, apesar da vitória, isso pôde ser visto em diferentes períodos do jogo.

No primeiro tempo, essa desatenção foi determinante para que os visitantes terminassem vencendo por 2 a 1. Na segunda etapa, mesmo com a virada e vitória, esse relaxamento também pôde ser visto em erros de passes bobos, principalmente no campo de defesa.

Carille reconhece desatenção, mas confia no elenco

Em entrevista coletiva após a vitória, o técnico Fábio Carille reconheceu que os seus comandados voltaram a apresentar desconcentração. Na visão do treinador, isso é consequência da vaga para a próxima fase ter sido conquistada de maneira muito antecipada.

Porém, o técnico acredita que assim que os confrontos eliminatórios começarem essa desatenção não irá atrapalhar os planos alvinegros na briga pelo título do Paulistão.

— Sabemos que podemos mais do que fizemos neste sábado. Acredito muito no grupo. Até fazermos 18 pontos, o grupo respondeu bem, jogamos muito bem pelo período de trabalho. Fomos bem nos clássicos, no segundo tempo contra o Palmeiras. Então, isso me dá tranquilidade por saber que na hora das decisões voltaremos ao mesmo o nível de concentração que já apresentamos anteriormente. Estaremos mais perto das vitórias — garantiu o treinador.

Santos também precisa ser mais criativo

Além de recuperar o nível de concentração para avançar às semifinais do Estadual, o Santos precisa melhorar também a sua capacidade de criação no meio-campo. Contra a Inter de Limeira, Cazares marcou o seu primeiro gol com a camisa alvinegra graças a um erro infantil do meio-campista Kauê, aos 39 minutos do segundo tempo.

Apesar do gol, o equatoriano não fez um bom jogo e viu o Peixe sofrer com uma Oterodependência, que com as suas jogadas individuais foi o melhor em campo.

— Tivemos três ou quatro vezes em que chegamos na área e tocamos para trás. Precisamos estar mais vez ali, por aquela é a região do campo onde o zagueiro erra, o goleiro que falha. É muito difícil chegar ali para ficarmos tocando para trás. O meia precisa entrar na área. O Cazares fez gol e isso dá confiança. Vai servir para encorajá-lo — disse Carille que ainda não sabe se terá Giuliano contra a Portuguesa.

— Vamos programar a semana para o grupo todo e também para o Giuliano — completou o técnico.

O Santos se reapresenta na próxima segunda-feira (11), no CT Rei Pelé para iniciar a sua preparação visando o duelo com a Lusa. A diretoria santista aguarda o desfecho da rodada, neste domingo (10), para definir onde mandará a partida: na Vila Belmiro ou na Neo Química Arena.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo