Brasil

Em jejum pelo Santos, Marcos Leonardo terá a oportunidade de mostrar a Diniz que merecia uma convocação

Vivendo a segunda maior seca de gols no ano, Marcos Leonardo terá a chance de mostrar serviço para o técnico da Seleção Brasileira

O confronto da próxima quarta-feira (29), contra o Fluminense, às 19 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, será especial para o atacante Marcos Leonardo. Vivendo o segundo maior jejum de gols na temporada, o camisa 9 do Peixe terá a oportunidade de mostrar ao técnico Fernando Diniz que merecia ter sido chamado para a Seleção Brasileira na última data Fifa – além de treinador do Fluminense, Diniz ocupa interinamente o mesmo cargo na Seleção Brasileira, que espera pelo italiano Carlo Ancelotti, do Real Madrid.

Em ótimo momento com a camisa do Santos às vésperas da última convocação do Brasil, Marcos Leonardo foi preterido pelo atacante Paulinho, do Atlético-MG, artilheiro isolado do Brasileirão com 17 gols marcados, e Endrick, a jovem promessa do Palmeiras. Além da dupla, o treinador também levou os centroavantes Gabriel Jesus, do Arsenal, e João Pedro, do Brighton, ambos da Inglaterra, mas nenhum deles conseguiu impedir as derrotas da Seleção Brasileira para Colômbia, em Barranquilla, por 2 a 1, e Argentina, no Maracanã, por 1 a 0.

Marcos Leonardo merecia a convocação?

A última lista de convocados de Fernando Diniz para representar a Seleção Brasileira foi anunciada em 6 de novembro. À época, Marcos Leonardo vinha de uma sequência de cinco gols em sete jogos disputados.

O centroavante foi determinante para as vitórias do Santos sobre Bahia, Vasco, Palmeiras e Coritiba, que contribuíram consideravelmente para tirar o Peixe da zona de rebaixamento da competição. Nada disso, no entanto, foi suficiente para convencer o treinador interino do Brasil.

Mostrar serviço para Diniz e livrar o Santos

Como Fernando Diniz tem mais dois compromissos à frente da Seleção Brasileira em 2024 – amistosos contra Inglaterra e Espanha, nos estádios de Wembley e Santiago Bernabéu, respectivamente -, Marcos Leonardo terá a chance de colocar uma dúvida na cabeça do técnico pensando no futuro.

Além disso, o centroavante, com os seus gols, pode levar o Santos à vitória que faria a equipe chegar aos 46 pontos e assim ficar ainda mais próxima da sonhada permanência na Série A do Brasileirão.

Com 43 pontos conquistados, o Peixe ocupa a 14ª colocação na tabela e precisa de pelo menos mais quatro pontos ao longo dos nove que restam para disputar.

Quais os jogos faltam para o Santos?

  • 29/11 – Santos x Fluminense – às 19 horas, na Vila Belmiro
  • 03/12 – Athletico-PR x Santos – 18h30, na Ligga Arena
  • 06/12 – Santos x Fortaleza – 21h30, na Vila Belmiro

Marcos Leonardo vive o segundo maior jejum do ano

Depois do período de cinco gols em sete jogos, Marcos Leonardo iniciou uma fase de jejum. A última vez que o camisa 9 do Peixe balançou as redes adversárias foi na vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, na Vila Belmiro, em 26 de outubro, em partida válida pela 29ª rodada.

Desde então já são cinco jogos de seca. Esse é o segundo maior jejum de gols de Marcos Leonardo no ano. O período mais longo sem gols do Menino da Vila nesta temporada foi vivido no Campeonato Paulista. Depois de marcar na estreia do Estadual contra o Mirassol, em 15 de janeiro, o centroavante passou oito jogos em branco e só voltou a marcar na goleada por 4 a 0 sobre a Portuguesa, na Vila Belmiro, em 19 de fevereiro.

Com 13 gols feitos no Brasileirão, Marcos Leonardo é quinto no ranking de artilheiros da competição. O santista está atrás de Paulinho, do Atlético-MG, com 17, Tiquinho Soares, do Botafogo, com 16, Luis Suárez, do Grêmio, e Hulk, também do Atlético-MG, ambos com 14.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Botão Voltar ao topo