Brasil

Igor Gomes cresce em ausência de Vitão e tem final de temporada promissor no Internacional

Substituto de Vitão, que está lesionado, Igor Gomes vem se destacando em sequência de vitórias do Internacional na reta final do Campeonato Brasileiro

Se tem alguém no Internacional aproveitando a reta final do Campeonato Brasileiro, este alguém é Igor Gomes. Com a ausência de Vitão, o defensor de 22 anos tem feito boas partidas, como zagueiro, ao lado de Gabriel Mercado, e mostrado que pode ser peça importante para o Colorado em 2024, especialmente se Eduardo Coudet for mantido como treinador.

Com Mano Menezes, Igor Gomes era mais utilizado como lateral

Igor Gomes chegou ao Inter em agosto de 2022, vindo do Barcelona B, com o predicado de poder jogar tanto como zagueiro quanto como lateral-direito. Com Mano Menezes, foi utilizado mais na segunda posição, sendo reserva imediato de Bustos.

Porém, com a suspensão por doping de Rodrigo Moledo, e a chegada de Coudet, que indicou a contratação de Hugo Mallo, Igor Gomes passou a ser mais requisitado como zagueiro. Ainda que, em muitos jogos nos quais o Inter tem vantagem no marcador, entre para reforçar a marcação como lateral, adiantando Bustos para a ponta direita.

Igor Gomes se destaca em sequência de vitórias do Internacional

Igor Gomes atuou em 19 dos 28 jogos desde que Coudet retornou para sua segunda passagem no Beira-Rio. Mas não havia tido sequência como titular. O que aconteceu a partir da lesão muscular de Vitão, na vitória sobre o RB Bragantino, no dia 26 de novembro. Desde a substituição, aos 13 minutos daquela partida, Igor não saiu mais do time.

Tanto contra o Massa Bruta, quanto no jogo seguinte, diante do Cuiabá, o camisa 21 contribuiu para que o Inter não fosse vazado. Já nessas partidas, mas principalmente na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, no último sábado (2), também se destacou pela qualidade técnica. Pela experiência como lateral, Igor tem boa condução de bola e capacidade de construção.

O belo primeiro gol do Inter na NeoQuímica Arena, marcado por Maurício, aconteceu após o time de Coudet rodar a bola por 1 minuto e 14 segundos. A retomada da posse se deu justamente com Igor Gomes, em carrinho preciso em Giuliano, no meio-campo. Pela velocidade e juventude, o defensor se mostra talhado para o modelo de jogo propositivo do treinador argentino, que o elogiou após a partida.

Elogiado por Coudet, Igor Gomes deve crescer ainda mais se o treinador permanecer no Internacional

— Temos que falar do crescimento de muitos jogadores. Igor Gomes, que era dos que vinham jogando menos… […] A verdade é que sinto que estamos com muitos jogadores em bom nível, e em linhas gerais todos têm melhorado muito — destacou Coudet em pergunta sobre Aránguiz, que atuou como primeiro volante.

Se a permanência do treinador argentino para 2024 for sacramentada, o que depende da eleição presidencial do próximo sábado (9), a tendência é que Igor Gomes, que tem contrato até o final da próxima temporada, cresça ainda mais. O mesmo talvez não aconteça com um treinador mais reativo, já que as principais valências do camisa 21 não são exatamente defendendo a própria área.

Igor Gomes pelo Internacional

  • 37 jogos (20 como titular)
  • 1 gol
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho. Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Antes de escrever pela Trivela, esteve na Rádio Grenal e na RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo