Brasil

Galoppo e Igor Vinicius fecham pré-temporada 100% e viram reforços caseiros para o São Paulo

Meia e lateral cumprem integralmente os trabalhos de pré-temporada e devem ficar à disposição já para estreia

O São Paulo se vê na expectativa das estreias de Thiago Carpini, do novo uniforme e dos primeiros reforços contratados para 2024. Tudo isso estará no holofote neste sábado (20), às 18h (horário de Brasília), no MorumBIS, no duelo com o Santo André pela primeira rodada do Paulistão. Mas além das muitas novidades, dois velhos conhecidos do torcedor também atrairão os olhares dos torcedores que ocuparem as arquibancadas.

Galoppo e Igor Vinicius estão plenamente recuperados de suas respectivas lesões e ficam à disposição para a arrancada da temporada –  o mesmo vale para Calleri, recuperado da cirurgia no tornozelo direito que o tirou da reta final da temporada passada. O meia-atacante não atua desde março, enquanto o lateral completa um ano exato afastado dos gramados nesta sexta-feira (19).

Na avaliação interna, os dois estão 100%, tanto que participaram normalmente, sem restrição alguma, de todos os trabalhos da pré-temporada. São casos diferentes de Rafinha, Arboleda e Michel Araújo. Os três cumpriram uma rotina de controle de carga física ao longo das atividades e têm status de dúvida para este sábado. Especialmente o lateral-direito de 38 anos, que ainda se recupera de uma lesão na perna esquerda.

Os dois estão tão bem, que foram decisivos no único jogo-treino que o São Paulo disputou nesta pré-temporada. Igor Vinicius sofreu pênalti convertido por Galoppo na vitória por 3 a 1 sobre o São Bernardo, no CT da Barra Funda.

Igor Vinicius completa 1 ano exato sem jogar

É difícil que outro jogador esteja tão ansioso quanto Igor Vinicius para o jogo deste sábado contra o Santo André. O lateral-direito deve voltar aos gramados um ano depois de sua última partida como profissional. Foi em 19 de janeiro de 2023, na vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre a Ferroviária, partida em que ele inclusive deu uma assistência.

Desde então, o lateral vive uma dramática recuperação de uma lesão no púbis que teimou a persegui-lo ao longo de praticamente toda a temporada passada. A expectativa era de que ele fosse titular absoluto da equipe após um 2022 em que foi destaque do São Paulo. Mas ainda naquele ano, as dores decorrentes da pubalgia já o incomodava.

Ele fez dois jogos em 2023 e não resistiu. Igor passou por uma primeira cirurgia para solucionar o problema em março. Mas seu corpo não reagiu muito bem ao tratamento proposto. O processo parecia andar bem, mas sempre que ele iniciava algum trabalho mais intenso, as dores voltavam. E ele retrocedia na recuperação.

Depois disso, o lateral passou por uma nova cirurgia em setembro, para reequilibrar a musculatura da coxa com a da região abdominal. Na reta final da temporada, Dorival Júnior dizia que o jogador estava próximo de voltar, mas a evolução nunca foi suficiente para isso… Até esta temporada. É possível até que Igor seja o titular da equipe contra o Santo André.

Galoppo volta depois de recuperação cautelosa

Galoppo rompeu os ligamentos do joelho esquerdo em março, ainda pelo Paulistão, na eliminação do São Paulo para o Água Santa (comandado por Carpini), nas quartas de final. Ele passou por cirurgia para reconstrução ligamentar ainda em março, no dia 20, na Argentina. Desde então, ele retornou ao Brasil e passou a fazer tratamento fisioterápico no CT da Barra Funda.

O meia ainda teve de passar por uma nova cirurgia, mais simples, em maio, em seu país natal. Galoppo foi submetido a uma artroscopia para retirada de uma fibrose no joelho esquerdo. O procedimento serviu apenas para fazer uma “limpeza” no local.

O argentino tem status de reforço para o São Paulo nesta temporada por tudo o que ele fez em campo antes da lesão. O meia era o artilheiro da equipe em 2023, com oito gols marcados em 11 jogos, além de contribuir também com duas assistências. A participação foi tão emblemática, que Luciano e Calleri só foram ultrapassá-lo na artilharia em junho, mais de dois meses após a sua lesão.

Galoppo até poderia ter voltado ao São Paulo na reta final da temporada passada. Mas tanto ele quanto o clube adotaram cautela sobre o retorno. A avaliação é de que não valeria a pena acelerar a volta aos gramados para apenas alguns jogos, diante da possibilidade de prepará-lo com dias a mais de pré-temporada.

Luiz Gustavo e Erick liberados para a estreia

Até agora, o São Paulo tem garantidas as presenças de apenas dois de seus reforços contratados para esta temporada. O volante Luiz Gustavo e o atacante Erick já tiveram seus nomes publicados no BID da CBF e estão à disposição para a partida contra o Santo André. Os dois, aliás, foram as primeiras contratações anunciadas pelo clube, ainda em 2023.

A diretoria trabalha agora para garantir também as inscrições do volante Damián Bobadilla e do atacante Ferreira a tempo da estreia na temporada. Os dois jogadores precisam ter seus nomes publicados no BID até as 18h desta sexta-feira, 24 horas antes da partida contra o Santo André.

Da dupla, a situação mais “trabalhosa” é a do volante paraguaio. Como se trata de uma transferência internacional, o Cerro Porteño precisa primeiro dar entrada na rescisão contratual na confederação local e a partir daí registrar a negociação no Transfer Matching System (TMS) da Fifa para homologar o negócio.

Carpini deve estar garantido na estreia

O São Paulo também trabalha para garantir a estreia de Thiago Carpini neste sábado. O técnico ainda não teve a sua rescisão de contrato com o Juventude publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Por isso, também não pode ser registrado como treinador do São Paulo. E há um motivo que atrasa todo este processo.

Conforme apurado pela Trivela, o São Paulo ainda não pagou a multa rescisória ao Juventude pela liberação do treinador. A diretoria são-paulina esperava até esta quinta-feira (18) que o clube gaúcho informasse o valor exato da cláusula para exercer o pagamento. Carpini renovou seu vínculo com o Ju ao final da temporada passada, após conquistar o acesso à Série A do Brasileirão. Por isso, a cifra, que era de R$ 1 milhão, mudou de figura.

Thiago Carpini tem pela frente mais um treinamento na pré-temporada no CT da Barra Funda antes de fazer sua estreia oficial pelo São Paulo. Se tudo der certo, o treinador debuta no comando do Tricolor no próximo sábado (20), às 18h (horário de Brasília), no MorumBIS em duelo com o Santo André, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo