Brasil

São Paulo resolve pendência com Juventude e libera Thiago Carpini para a estreia do Campeonato Paulista

São Paulo esperava que o Juventude informasse o valor exato da multa rescisória para fazer o pagamento

Thiago Carpini usa os dois últimos dias de pré-temporada pra fazer ajustes finais no São Paulo antes da estreia em 2024, no próximo sábado (20), às 18h (horário de Brasília), no Morumbi, contra o Santo André, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Na tarde desta quinta-feira (18), o nome do treinador apareceu no BID e ele está apto para comandar o Tricolor pela primeira vez.

O técnico ainda não tinha a sua rescisão de contrato com o Juventude publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Por isso, também não podia ser registrado como treinador do São Paulo. E havia um motivo que atrasa todo este processo.

Conforme apurado pela Trivela, o São Paulo ainda não havia pagado a multa rescisória ao Juventude pela liberação do treinador. A diretoria são-paulina esperava até esta quinta-feira (18) que o clube gaúcho informasse o valor exato da cláusula para exercer o pagamento. Carpini renovou seu vínculo com o Ju ao final da temporada passada, após conquistar o acesso à Série A do Brasileirão. Por isso, a cifra, que era de R$ 1 milhão, mudou de figura.

O Juventude informou o São Paulo sobre o valor a ser pago justo nesta quinta-feira. O Tricolor pagou o omantante e regularizou a situação de Carpini antes da estreia tricolor no estadual.

Regularizados, reforços estão liberados para a estreia

Além de Carpini, o São Paulo também regularizou todos os reforços contratados até o momento. Na noite desta quinta-feira (18), o clube informou Luiz Gustavo, Bobadilla, Erick e Ferreirinha estão aptos para vestirem a camiseta tricolor pela primeira vez na estreia do Campeonato Paulista.

Até o início desta quinta-feira, apenas Luiz Gustavo e Erick já estavam com seus nomes publicados no BID da CBF. A situação mais “trabalhosa” que enfrentada pelo clube foi a regularização do volante Bobadilla, mas o negócio com o Cerro Porteño foi homologado corretamente e o atleta está liberado.

Time deve ter desfalques no sábado

Para o seu primeiro desafio diante do Santo André, Carpini tem ao menos uma dúvida. Rafinha abriu a pré-temporada em recuperação de uma lesão na perna esquerda, sofrida ainda em 2023. O lateral cumpre uma rotina específica desde que se apresentou com os demais companheiros. Ele intercala trabalhos com o restante do elenco e também atividades separadas.

A tendência é de que o capitão seja preservado do jogo contra o Santo André. Aos 38 anos e com uma temporada recheada por cinco competições pela frente, Rafinha e São Paulo não adotam pressa para o retorno aos gramados. Além do lateral, Arboleda também cumpre uma rotina específica com controle de cargas neste início de ano e pode ficar fora da estreia.

Carpini começou a esboçar o seu São Paulo titular no treino da última quarta-feira (17), em um trabalho tático comandado no CT da Barra Funda. O técnico tem mais duas atividades para definir a escalação para a estreia nesta quinta (18) e na sexta (19).

Os reforços contratados pelo São Paulo

O São Paulo já anunciou quatro reforços para esta temporada. O último deles foi o atacante Ferreira, ex-Grêmio. Antes, ainda no ano passado, o clube oficializou a chegada do volante Damián Bobadilla. O paraguaio do Cerro Porteño assinou contrato com o clube por quatro temporadas. Também em 2023, o Tricolor havia confirmado as contratações do volante Luiz Gustavo e de Erick. O atacante que estava no Ceará já havia assinado um pré-contrato para atuar no Morumbi na metade do ano. O vínculo vai até o fim de 2027.

A estreia de Carpini pelo São Paulo

Thiago Carpini tem pela frente mais quatro treinamentos na pré-temporada no CT da Barra Funda antes de fazer sua estreia oficial pelo São Paulo. O treinador debuta no comando do Tricolor no próximo sábado (20), às 18h (horário de Brasília), no MorumBIS em duelo com o Santo André, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo