Brasil

Galeno revela motivo para ter negado Portugal

Com uma trajetória singular na carreira, Galeno recusou Portugal para viver sonho de vestir a camisa da Seleção em Londres

Galeno chegou sorridente à sala do hotel que recebe a Seleção em Londres destinada ao atendimento à imprensa e assim ficou durante toda a entrevista coletiva desta quarta-feira (20). O atacante do Porto manteve o sorriso no rosto a cada pergunta que respondeu. Um sinal claro de sua incredulidade de estar ali, prestes a realizar o sonho de vestir a camisa do Brasil nos amistosos contra a Inglaterra, no próximo sábado (23), às 16h (horário de Brasília), e depois contra a Espanha, no dia 26.

De tão incrédulo, Galeno revelou que chegou a ficar nervoso de conhecer Vinícius Júnior e Rodrygo, agora seus dois companheiros de Seleção. Os dois jogadores – ambos mais novos do que o atacante do Porto, de 26 anos – são referências para ele nesta primeira convocação e também para os ingleses. Tanto na concentração do Brasil em Saint Albans, quanto no CT do Arsenal, as estrelas do Real Madrid são os jogadores mais assediados por todos.

“Aconteceu (de ficar nervoso) quando eu vi o Vini, Rodrygo. Até mesmo Rodrygo quando estava no Santos acompanhei ele e tinha grande futuro. Agora, estar do lado deles parece que é mentira. Eu vou tentar aprender o máximo com eles e tentar passar alguma coisa para eles também. Vamos tentar dar o máximo dentro de campo para representar o Brasil” (Galeno).

Galeno recusou a seleção portuguesa

Galeno foi convocado por Dorival Júnior para substituir Gabriel Martinelli, um dos cinco jogadores lesionados que foram cortados pelo treinador após a divulgação da primeira lista. . A convocação para substituir Gabriel Martinelli, cortado devido a uma lesão, veio também para evitar que o Brasil perdesse o jogador para Portugal. Conforme apurado pela Trivela, Galeno garantiu a Dorival e à entidade que o desejo é de vestir a camisa verde e amarela. A ideia da CBF e da comissão técnica é observar o atacante nestes primeiros amistosos de olho já em mais oportunidades e inclusive na convocação para a Copa América.

O próprio Galeno já deixou claro que seu sonho é vestir a camisa da Seleção na conversa com Dorival que disse “não” a Portugal. Pela legislação atual da Fifa, ele até poderia atuar por Portugal mesmo que ele entre em campo pelo Brasil nestes amistosos. Mas a sua posição é definitiva.

– Eu não vou mudar minha opinião. É meu sonho desde criança estar representando o Brasil, meu país. Conversei com o professor. Eu já tinha essa opinião. Vou dar meu máximo para representar essa camisa. Vai ser mais um para ajudar a conquistar muitas coisas pela Seleção. Estou aqui para representar o meu país. Pode ter certeza que vou dar meu máximo – afirmou Galeno.

Nestes dez dias de trabalho com a Seleção na Europa, Galeno lutará para garantir de vez um lugar entre os convocados com Dorival Júnior. Será o momento de ele fazer algo que é recorrente desde o início de sua carreira: conquistar o espaço. Foi assim desde que ele deixou o Maranhão para militar no futebol goiano. E depois para saltar de um jogador emprestado pelo Porto B à destaque da equipe principal do clube.

Todo mundo tem que acreditar nos seus sonhos. Nada é impossível. Tudo na minha vida ocorreu de um jeito que eu não imaginava. Pode ter certeza que vou tentar não sair daqui mais. Mas todo mundo sabe que tem grandes jogadores brasileiros no mundo todo. O mais difícil já aconteceu. Agora, é manter e continuar dando o máximo para voltar aqui e honrar a camisa.

A estreia de Dorival pela Seleção

Dorival Júnior estreia pela Seleção neste sábado (23),`às 16h (horário de Brasília), quando o Brasil enfrenta a Inglaterra em amistoso em Wembley. Depois, o compromisso será contra a Espanha, no dia 26 de março, no Santiago Bernabéu. Serão dois dos últimos testes da seleção brasileira antes da disputa da Copa América nos Estados Unidos em junho. Também estão previstos amistosos contra Estados Unidos e México em preparação para a competição.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo