Brasil

Ferreira assume protagonismo que tanto se esperava com gols e vira titular de Carpini no São Paulo

Após início 'devagar', reforço vira jogador decisivo no São Paulo com gols e conquista vaga na equipe titular para mata-matas

Até bem pouco tempo atrás, Ferreira era o único dos reforços do São Paulo que ainda não havia marcado em 2024 — à exceção de André Silva, que ainda não estreou, claro. O atacante convivia com a ansiedade de encerrar um longo jejum e fazer o primeiro gol pelo clube do coração. Mas isso já é coisa de um passado que parece cada vez mais distante na vida do jogador pelo Tricolor.

Ferreira encerrou a seca de 12 jogos sem balançar as redes (dos quais, 12 pelo São Paulo) em grande estilo. Anotou um golaço na vitória por 3 a 0 sobre a Inter de Limeira, no Mané Garrincha, após tabela com Lucas Moura. O gol encerrou de vez o nervosismo que o consumia nos jogos e retomou a confiança para ele assumir não apenas a titularidade, mas também o protagonismo pelo Tricolor.

— Em relação ao Ferreira, falei na coletiva anterior que achava que a ansiedade atrapalhava um pouco. Primeiro, quando chega um clube e tem todo um contexto pessoal. Demorou para entrar no processo, depois veio melhorando, e o gol tira a ansiedade — disse o técnico Thiago Carpini após a partida em Brasília.

A ansiedade, de fato, desapareceu. Ferreira voltou a marcar no último domingo (10). Ele fez o primeiro gol da vitória por 3 a 2 sobre o Ituano, no Novelli Júnior, e auxiliou o São Paulo a garantir a vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista.

Após iniciar a temporada na reserva, o atacante hoje vem de uma sequência de cinco jogos consecutivos como titular de Thiago Carpini. Muito, porque ele dá à equipe uma característica que fez falta ao longo de 2023. Logo no início de seu trabalho, o antigo treinador Dorival Júnior falava que o São Paulo precisava de um jogador de lado de campo com o drible e a velocidade como pontos fortes. Exatamente os trunfos de Ferreira.

Carpini trabalha para potencializar Ferreira

O novo momento de Ferreira é potencializado pelo trabalho do técnico Thiago Carpini. O treinador teve conversas com o jogador para que ele evite tentar o drible e a jogada individual a todo o instante A comissão técnica quer que o atacante use de sua qualidade nos momentos em que as situações de ataque estejam mais favoráveis para isso.

E já tem dado resultado. Nos últimos seis jogos, Ferreira é o artilheiro da equipe, com dois gols, e também o jogador que mais acertou chutes na direção do gol. Ele é o segundo em dribles certos e passes decisivos e é o líder em duelos ganhos e faltas sofridas nas partidas. Os números são do portal de estatísticas Sofascore (veja acima).

— O drible é a característica do Ferreira, essa capacidade do um para um. O que tenho que ajustar com ele é que o drible não é o tempo todo, é o momento do drible. Não é o tempo todo. Isso tem ajudado a tirar essa ansiedade. A gente vai sempre trabalhar para pegar essa situação dele para aproveitar o melhor dele. Não quero que ele deixe de fazer isso. Quero que ele sempre seja o cara que mais drible no jogo, mas tem um momento para isso — ressalta o treinador.

Ferreira desencanta para ajudar o São Paulo a vencer a Inter de Limeira no Mané Garrincha (Foto: IconSport)

São Paulo enfrentará o Novorizontino nas quartas

Com Ferreira como seu novo titular, o São Paulo avançou às quartas de final na liderança do Grupo D, com 22 pontos — mesma pontuação do Novorizontino, segundo colocado devido à diferença no saldo de gols. As duas equipes agora se enfrentam em jogo único pelas quartas de final no MorumBIS. O Tricolor fechou a fase de grupos com a terceira melhor campanha geral, atrás apenas de Palmeiras, primeiro colocado, e Santos, que ficou em segundo.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo