Brasil

Gilberto, Wesley, Fernando e até Everton Ribeiro: diretor comenta atuação do Cruzeiro no mercado

Pedro Martins, diretor de futebol do Cruzeiro, falou sobre as ações do clube no mercado de transferências, tanto em chegadas quanto nas saídas

O Cruzeiro é um clube que está bastante ativo no mercado do futebol brasileiro, seja com a chegada ou com as saídas. O time celeste já anunciou a saída de cinco jogadores, com outros ainda podendo se despedir. Enquanto apresentou três contratações, com outras duas encaminhadas e vários nomes especulados. O diretor de futebol da Raposa, Pedro Martins, comentou sobre a atuação cruzeirense na janela de transferências.

Pedro Martins destacou que o Cruzeiro fez uma avaliação de erros e acertos de 2023, para entender o que era possível evoluir tanto no elenco quanto na comissão técnica. Ele ressaltou que, como já havia previsto e informado, o último ano foi difícil, já que era uma retorno para a Série A que exigiu muitas contratações (foram 26 ao todo). Já em 2024, a estratégia é diferente, pois há uma base de elenco montada.

– A ideia é fazer algumas análises pontuais, de perfil específico de jogador para subir o nosso nível. Ainda tem alguns pontos que devem evoluir, mas os jogadores que estamos olhando, principalmente esses que já chegaram, é porque a gente acredita que vão subir o nosso nível. Como o Nico disse, queremos um elenco competitivo — afirmou Pedro Martins.

Para 2024, o Cruzeiro já anunciou as chegadas do zagueiro Zé Ivaldo e os atacante Gabriel Verón e Rafa Silva. Ainda não oficialmente anunciados, o também atacante Juan Dinenno e o volante velho conhecido da torcida, Lucas Romero, já estão em BH, na Toca da Raposa, e também reforçam o clube. Com exceção de Rafa, todos chegam com status de titular, mas a Raposa ainda quer mais.

O Cruzeiro segue no mercado e, como Pedro Martins afirmou, não fará contratações em quantidade, mas sim em qualidade, por isso analisa friamente os nomes. Segundo o diretor, alguns deles saíram na imprensa, mas muitos outros nem sequer foram cogitados. O importante é que, para todos, o time celeste apresenta seu projeto e seu limite orçamentário, um ponto que é sempre reforçado pela diretoria, de nunca “fazer loucura” em contratações a ponto de extrapolar o orçamento.

– Acreditamos em eficiência, ou seja, gastar bem para superar nossa capacidade orçamentária. Hoje a gente tem o 13°/14° orçamento do Brasileirão, e a nossa meta é muito maior, pois a gente acredita na capacidade de trabalho e não na de gastar dinheiro — concluiu.

Nomes especulados no Cruzeiro

Entre os nomes especulados no Cruzeiro, dois chamaram muita atenção e empolgaram a torcida: Everton Ribeiro e Fernando. No entanto, ambos devem se acertar com outros clubes – Bahia e Internacional, respectivamente -, com mais capacidade de investimento. Para Pedro Martins, isso não é um problema, já que ele entende que faz sua parte dentro do limite estabelecido. Se o jogador vai aceitar ou não, aí é com ele.

– Eu ligo para muito jogador, agente, para consultar e saber o preço. Temos um orçamento e não vamos ferir ele, não vamos fazer loucura financeira. A nossa tarefa é vender o projeto, saber o preço e ver se o jogador se identifica com a nossa forma de jogar. Temos feito isso com muita gente. Alguns deram certo. Alguns compram o projeto e cabem no orçamento, outros não — destacou o diretor.

Pedro Martins fez questão de reforçar algumas vezes que o Cruzeiro procura por jogadores para “subir o nível do elenco”, dentro e fora de campo, por isso jogadores como Everton Ribeiro e Fernando, que tem qualidade e também perfil de liderança, entraram no radar: “Todo jogador que se encaixar nesse perfil estamos olhando. Se vai caber no nosso orçamento ou não, vai depender da negociação. Os que conseguirem entrar, serão bem-vindos. Os que optarem por valores maiores ou outros tipos de projeto, que sejam felizes em outros lugares”.

Mais jogadores de saída?

Para 2024, o Cruzeiro já sabe que não vai contar com algumas peças do elenco de 2023, como o goleiro Gabriel Mesquita, o zagueiro Luciano Castán, os meias Jussa e Nikão, e o atacante Bruno Rodrigues. O clube, inclusive, já se despediu de todos em suas redes sociais. No entanto, as saídas ainda não estão finalizadas. Wesley e Gilberto, que foram grandes contratações que decepcionaram no último ano, são cotados para deixar o clube. Pedro Martins fez questão de deixar claro que, antes de tudo, eles serão avaliados pela nova comissão técnica e aí sim terão seus futuros definidos.

– A gente tem conversado bastante com a comissão técnica. Estamos avaliando com calma. E vamos ver também o que o mercado vai nos trazer, tanto em chegadas como saídas. Os jogadores estão sendo avaliados com calma. Se aparecer alguma oportunidade de mercado, vamos sentar para identificar se faz sentido — disse o diretor.

Além dos que não foram bem no clube em 2023 e que podem sair para tentar recuperar seu bom futebol, há também os que foram tão bem que atraem interesse de outros times, como os laterais Marlon e William. No entanto, Pedro Martins fez questão de garantir que só valores “extremamente relevantes” tiram essas peças do Cruzeiro hoje:

– Nosso objetivo é ter uma equipe mais forte, não mais fraco. Para nós, só faz sentido uma transferência se for um valor extremamente relevante. Se não, a gente não abre nem conversa. O Cruzeiro está olhando para manter seus principais jogadores e trazer quem aumente o nível do clube.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo