Brasil

Após queda de Mano e confusão com Zanardi, Corinthians encaminha acerto com António Oliveira, do Cuiabá

Corinthians tem acerto verbal com treinador português, mas ainda esbarra em impasse com Mano Menezes, demitido nesta segunda-feira (05)

O Corinthians está próximo de ter um novo treinador. António Oliveira, atualmente no Cuiabá, foi o escolhido pela cúpula alvinegra para assumir o comando do clube, que já vive situação complicada no Campeonato Paulista. A notícia do acerto foi publicada inicialmente pelo Uol e confirmada pela reportagem da Trivela.

A opção pelo treinador português foi tomada na noite desta terça-feira (06), um dia depois da oficialização da queda de Mano Menezes e a desistência do negócio com Márcio Zanardi, técnico do São Bernardo.

António comanda o Cuiabá e tem contrato com o clube até dezembro de 2024. Para tirar o treinador do Dourado, o Timão precisará acertar o pagamento da multa do técnico no valor de R$ 1,1 milhão. A nova diretoria, que já falou em não realizar contratos longos, deve acertar o vínculo com o português até o final de 2024.

Fabinho Soldado, novo executivo de futebol do Corinthians, foi quem tomou a frente das negociações e procurou o staff do treinador português. Os dois já realizaram outras tratativas quando Soldado ainda trabalhava no Flamengo: para as chegadas de Jorge Jesus e Vitor Pereira.

Quem é Antonio Oliveira, possível novo treinador do Corinthians?

António Oliveira tem 41 anos e está no comando do Cuiabá desde a temporada passada, quando retornou ao clube depois de um ano. O português também passou Athletico-PR, Coritiba, Benfica B e foi auxiliar de Jesualdo Ferreira no Santos.

Ao todo com o Dourado são 37 jogos, 16 vitórias, 10 empates e 11 derrotas. O aproveitamento dele como treinador do Cuiabá é de 52,3 %, somando 47 gols marcados e 32 sofridos. Até agora, como treinador profissional António não conquistou nenhum título.

Caso seja escolhido, António Oliveira terá grandes desafios pela frente

Se o acerto for confirmado, António Oliveira terá certamente o maior desafio de sua carreira. Em crime desde o ano passado, o Corinthians é um clube que vive uma conturbada reformulação, tem uma nova diretoria que ainda não se acertou e sofre bastante pressão da sua insatisfeita torcida.
Dentro de campo, os resultados de 2024 dão o tom do que o clube é atualmente: são 5 jogos pelo Campeonato Paulista com apenas uma vitória (estreia diante do Guarani) e quatro derrotas (Ituano, São Bernardo, São Paulo e Novorizontino). Hoje o Timão é o lanterna do grupo C e o penúltimo colocado na tabela geral e, portanto, na zona de rebaixamento do torneio.
Além de recuperar o time no estadual, o português terá que seguir realizando o difícil trabalho de reformulação do elenco com a temporada já em andamento. Além de não ter participado da pré-temporada, António Oliveira ainda terá que lidar com outras questões como jogadores experientes que tem sido muito cobrados pela torcida recentemente, casos de Cássio e Fagner, por exemplo.

Antes de anúncio oficial, Corinthians precisa se resolver com Mano Menezes

Mesmo tendo definido um novo treinador, o Corinthians precisa superar um obstáculo para anunciá-lo. Isso porque o clube sofre uma queda de braço com Mano Menezes por conta de uma multa rescisória, que chegaria a mais de R$ 9 milhões de reias.

A questão já estaria resolvida se Mano Menezes não tivesse exigindo o pagamento do valor a vista, seja por medo de não receber ou até mesmo por estar “chateado” com a forma que a diretoria tratou da sua não continuidade no Corinthians.

Enquanto não resolver a pendência financeira com Mano Menezes, o Corinthians não pode ter outro treinador no banco de reservas. Isso porque, segundo o regulamento da Federação Paulista de Futebol, o clube precisa enviar os documentos comprovando a quitação (ou a garantia da quitação) com o antigo comandante para ter um novo no comando.

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo