Copa do Brasil

Tabu do Corinthians no 1º de Maio é sinal de alerta para decisão na Copa do Brasil

Última vitória do Corinthians no palco do confronto contra o São Bernardo, pela segunda fase da Copa do Brasil, foi há oito anos

O Estádio 1º de Maio receberá o Corinthians pela segunda vez num espaço de sete dias. Nesta quinta-feira (14), a partir das 20h (horário de Brasília), o Timão enfrenta o São Bernardo, pela segunda fase da Copa do Brasil, precisando vencer após decepcionar na campanha do Paulistão. No entanto, essa pode ser uma missão mais difícil do que o Corinthians espera. Afinal, o último triunfo da equipe paulistana no palco do confronto desta quinta foi há quase oito anos.

No dia 23 de março de 2016, o Corinthians venceu o Bernô por 3 a 0, pela quinta rodada da fase de grupos do Paulistão. Naquela partida, Rodriguinho foi responsável por balançar as redes duas vezes e Lucca fechou a conta da vitória. Tite era o treinador da equipe alvinegra.

Desde então, o Timão retornou outras três vezes ao estádio do ABC paulista, teve duas derrotas diante do São Bernardo, em 2023 e em fevereiro deste ano, além de um empate sem gols contra o Água Santa, no último domingo (10). Ou seja, o aproveitamento é de apenas 25%. A estatística serve como alerta para o time, principalmente após a eliminação precoce no campeonato estadual.

Quando a bola ainda rolava nos minutos finais da partida protocolar contra o Água Santa, que só serviu para cumprir tabela, a Fiel soltou a voz para cobrar. E o recado é claro: não há outra alternativa além da classificação.

— Não é mole, não! Quinta-feira virou obrigação! — gritou a torcida nas arquibancadas do Primeirão.

Veja os jogos do Corinthians no Estádio 1º de Maio

  • Água Santa 0 x 0 Corinthians — Paulista 2024
  • São Bernardo 1 x 0 Corinthians — Paulista 2024
  • São Bernardo 2 x 0 Corinthians — Paulista 2023
  • São Bernardo 0 x 3 Corinthians — Paulista 2016
  • São Bernardo 2 x 2 Corinthians — Paulista 2011

Corinthians pode ter em campo quatro remanescentes de 2016

Do time que entrou em campo no triunfo do Paulista de oito anos atrás, quatro jogadores vestem a camisa do Corinthians nesta temporada: Cássio, Fagner, Maycon e Romero.

Nesta quinta-feira, a provável escalação do Corinthians para enfrentar o São Bernardo tem: Cássio, Fagner, Félix Torres, Gustavo Henrique e Hugo; Raniele, Maycon e Rodrigo Garro; Pedro Raul ou Romero, Wesley e Yuri Alberto.

Encontro com Márcio Zanardi

Além do retorno ao 1ª de Maio, a partida contra o Bernô também marcará o encontro do Corinthians com o técnico Márcio Zanardi, que ficou próximo de assumir a equipe após a demissão de Mano Menezes. Principal alvo de Augusto Melo após a saída do então treinador, faltou muito pouco para Zanardi firmar contrato.

O principal motivo para que Zanardi não assumir o Corinthians foi o regulamento do Campeonato Paulista. Conforme o artigo 26, parágrafo três do livro de regras do torneio organizado pela Federação Paulista de Futebol (FPF), um time não poderia contratar um técnico que já comandou outra equipe no estadual. Desde 2021 à frente do Bernô, o técnico já havia disputado as cinco primeiras rodadas da competição.

Márcio Zanardi é responsável por um dos trabalhos mais longevos do futebol brasileiro. O treinador foi desenhou um modelo de jogo próprio, que mudou o patamar do Tigre do ABC. Na temporada passada, ele levou seu time às decisões do Paulista, mas a equipe caiu para o Palmeiras, campeão da edição, nas quartas de final.

Para o embate da Copa do Brasil diante do Corinthians, Zanardi não deve renunciar a seu estilo de jogo já consolidado.

— O Corinthians é um gigante do futebol e isso todos sabem. Nós respeitamos muito a equipe deles, mas não vamos mudar nossa forma de jogar, com posse de bola, pressionando e buscando o gol — afirmou o treinador.

— Eu estou orgulhoso do que produzimos no Paulistão. Fomos a melhor defesa da competição ao lado de Palmeiras e Bragantino, equipes de Série A. Ficamos sete jogos sem sofrer gols. Isso nos dá uma expectativa interessante para esse jogo desta quinta-feira.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo