Copa do Brasil

Psicológico influencia em lesões, e Corinthians entra desfalcado na Copa do Brasil

Com as lesões de Yuri Alberto e Pedro Henrique, agora o Corinthians tem oito atletas no departamento médico

O Corinthians teve mais duas baixas no elenco antes de viajar para enfrentar o América-RN, pela terceira fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, dia 1º de maio, em Natal, às 20h (horário de Brasília). Yuri Alberto e Pedro Henrique se juntaram a outros seis nomes no departamento médico com problemas musculares. E a leva de lesões tem uma forte relação com o momento psicológico que o clube enfrenta, de crise política e alta cobrança em campo.

Segundo apurou a Trivela, a comissão de António Oliveira faz um esforço extra para controlar a parte emocional de seu plantel. A influência das situações extra-campo, além da sequência ruim de resultados, pesou bastante no desempenho dos jogadores. Com isso, a precipitação nas tomadas de decisões ao longo das partidas tem custado caro. E foi o que aconteceu com Pedro Henrique, por exemplo.

Na vitória sobre o Fluminense por 3 a 0, no último domingo (28), o atacante precisou ser substituído logo aos 6 minutos da primeira etapa. O atleta, que foi ao jogo com bandagens elásticas no local na coxa esquerda, estava se sentindo bem, sem dores, mas cometeu erros durante as corridas em velocidade no gramado, segundo avaliações.

Na segunda-feira, após exames, ele foi diagnosticado com uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda e deve desfalcar o Timão por até quatro semanas.

Já Yuri Alberto, que havia treinado normalmente ao longo de toda a semana, apresentou uma tendinite no bíceps femural da perna esquerda e foi cortado antes da partida. A contusão, causada por um processo inflamatório pela repetição do movimento de flexão e extensão do joelho, pode levar até seis semanas para a recuperação total, principalmente pela necessidade de repouso.

Com as duas novas baixas, o Timão vai à capital do Rio Grande do Norte sem oito peças do elenco.

Corinthians não vai poupar jogadores

Por mais que o calendário do futebol brasileiro seja intenso, cansativo e até carrasco com os atletas, o Corinthians não pode se dar ao luxo de poupá-los. Isso porque o momento conturbado nos bastidores aumenta a pressão por resultados. Inclusive, a sequência recente de três derrotas consecutivas chegou colocar o nome de António Oliveira sob contestação.

Sendo assim, não há tempo para deixar titulares no banco de reservas, a menos que seja extremamente necessário. Neste panorama, a comissão técnica aumentou os esforços em análise de desempenho, a fim de mapear os riscos de novas lesões. As áreas analisam caso a caso os jogadores, controlando os minutos de cada um em campo. Em resumo, a equipe pode assumir tais riscos com mais responsabilidade.

Quais jogadores do Corinthians estão lesionados?

  • Gustavo Henrique (zagueiro) — recuperação de dengue;
  • Diego Palacios (lateral) — em transição;
  • Igor Coronado (meia) — dor no quadril direito após trauma na última partida;
  • Maycon (meia) — ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito;
  • Ruan Oliveira (meia) — artroscopia no joelho esquerdo;
  • Gabriel Moscardo (volante) — cirurgia no pé;
  • Yuri Alberto (atacante) — tendinite de bíceps femural da perna esquerda;
  • Pedro Henrique (atacante) — lesão no músculo posterior da coxa esquerda.

Próximos jogos do Corinthians

  • América-RN x Corinthians — terceira fase da Copa do Brasil — Arena das Dunas — quarta-feira, 1 de maio, 20h (horário de Brasília).
  • Corinthians x Fortaleza — 5ª rodada do Campeonato Brasileiro — Neo Química Arena — sábado, 4 de maio, às 16h (horário de Brasília).
Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo