Brasileirão Série A

O que Zubeldía pensa sobre Thiago Mendes e mais reforços no São Paulo

Técnico se mostra otimista por acerto com volante e quer poucas contratações para o segundo semestre

A pouco menos de um mês da abertura da janela de transferências de meio de temporada, o São Paulo já tem definidos os seus planos para investidas no mercado.

O técnico Luis Zubeldía pretende agregar qualidade — e não apenas quantidade — ao seu elenco para brigar por títulos no segundo semestre.

Como de costume, o treinador esbanjou sinceridade ao falar sobre reforços na entrevista coletiva após o empate em 2 a 2 com o Corinthians, no último domingo (16), na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro. O argentino conta com chegadas de peças pontuais para o seu elenco.

Thiago Mendes próximo

A prioridade do São Paulo no mercado é a busca por um volante para repor a ausência de Pablo Maia. Titular absoluto da posição, ele se recupera de uma  lesão na perna esquerda e será desfalque para Luis Zubeldía por pelo menos dois meses.

Por isso, o Tricolor avança nas conversas para repatriar Thiago Mendes, que defendeu o clube de 2015 a 2017. De férias do Al-Rayyan, do Catar, o volante esteve no CT da Barra Funda no último sábado (15) e se reuniu com Luis Zubeldía e com a diretoria.

Neste domingo, Thiago também marcou presença no camarote de seu agente, Paulo Pitombeira, na Neo Química Arena. O grande entrave para o São Paulo na negociação é a liberação do clube árabe. Mas há otimismo nos bastidores para definir a contratação.

— Com respeito a Thiago Mendes, falei com ele. É um jogador que pode nos aportar ao plantel. Não é um plantel muito grande. Sofremos a lesão do Pablo Maia, conseguimos a repor com rendimento alto de Alisson, de Luiz Gustavo, com Galoppo, Bobadilla. Incorporar um jogador na zona média, que é muito importante no esquema de jogo. Tomara que dê certo — Zubeldía.
Alvo do Cruzeiro, Thiago Mendes defendeu o Lyon, da França, entre 2019 e 2023
Alvo do São Paulo, Thiago Mendes defendeu o Lyon, da França, entre 2019 e 2023 – Foto: Icon Sport

Mais qualidade, menos quantidade

Nas conversas recorrentes que tem com a diretoria sobre reforços, Zubeldía não faz pedidos por muitos jogadores. O técnico entende que o clube precisa de algumas poucas peças, mas que cheguem em condição de brigar por titularidade.

— Tem que ir passo a passo. E creio que à medida que avancemos e seguimos com esse ritmo de jogo, podemos somar muitos pontos. E quem sabe pelo mês de outubro, onde podemos estar na tabela. É seguir crescendo e que os reforços não sejam muitos, mas que sejam de qualidade — disse Zubeldía.

Além da busca por um volante, o São Paulo também pretende contratar um lateral-esquerdo para o segundo semestre. Trata-se de uma carência antiga do elenco, que vem desde a saída de Caio Paulista para o Palmeiras, no início da temporada.

A posição ganha ares de urgência por conta do insucesso da diretoria em entrar em acordo para prorrogar o vínculo de Welington.

O atual titular tem contrato apenas até o final do ano, e as negociações para a renovação viraram uma longa novela. O jogador já recusou inúmeras ofertas do clube e está na mira de outras equipes do exterior e até mesmo do Brasil — casos de Corinthians e Inter.

Quais são os próximos jogos do São Paulo?

O São Paulo tem uma longa sequência de jogos pelo Brasileirão até as oitavas de final da Libertadores e da Copa do Brasil.

      • São Paulo x Cuiabá — Brasileirão — quarta-feira, 19 de junho, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura);
      • Vasco x São Paulo — Brasileirão — sábado, 22 de junho, às 21h30 (horário de Brasília) — Transmissão: SporTV (TV fechada) e Premiere (TV por assinatura);
      • São Paulo x Criciúma — Brasileirão — quinta-feira, 27 de junho, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura)
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo DecontoSetorista

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo