Brasileirão Série A

Após maio quase perfeito, São Paulo volta ao Brasileirão para tentar colar nos líderes

Invicto no último mês, Tricolor inicia junho contra o Cruzeiro e tem missão de ingressar no G4

O São Paulo vinha de uma sequência de sete jogos de invencibilidade quando a CBF decidiu paralisar o Campeonato Brasileiro por conta da tragédia no Rio Grande do Sul. Duas semanas mais tarde, o Tricolor retorna ao Brasileirão neste domingo (2), às 18h30 (horário de Brasília) para enfrentar o Cruzeiro pela sétima rodada… E nada mudou na vida da equipe.

Ou melhor: a única coisa que mudou foi o número de partidas sem perder. Com a missão de encostar de vez na briga pela liderança, o São Paulo volta ao Brasileirão invicto há dez partidas — das quais nove, sob o comando de Luis Zubeldía — e após viver um mês de maio quase perfeito.

Em sete partidas no último mês, o São Paulo somou seis vitórias e um empate, com 15 gols marcados e apenas três sofridos. O aproveitamento foi de 90,4%. Resultados expressivos que vieram acompanhados de objetivos alcançados.

> O maio quase perfeito do São Paulo

  • 02/05 — Águia de Marabá 1 x 3 São Paulo — Copa do Brasil
  • 05/05 — Vitória 1 x 3 São Paulo — Brasileirão
  • 08/05 — Cobresal 1 x 3 São Paulo — Libertadores
  • 13/05 — São Paulo 2 x 1 Fluminense — Brasileirão
  • 16/05 — São Paulo 0 x 0 Barcelona-EQU — Libertadores
  • 23/05 — São Paulo 2 x 0 Águia de Marabá — Copa do Brasil
  • 29/05 — São Paulo 2 x 0 Talleres — Libertadores

Ao longo de maio, o Tricolor garantiu vaga nas oitavas de final da Libertadores como líder do Grupo B e também nas oitavas de final da Copa do Brasil. O técnico Luis Zubeldía faz questão de dividir todos essas marcas com o elenco e o estafe de trabalho no CT da Barra Funda.

— Ninguém ganha sozinho. O que fazemos é ganhar em equipe. Eles são jogadores, e eu sou treinador. Cada um cumpre um papel dando o seu conhecimento, mas nenhum por si só ganha sozinho. Todos fazem um esforço muito grande de nutricionista, massagista… Eu valorizo muito estar no São Paulo. Valorizo o São Paulo. Eu sonhava com estar aqui. Desde muito pequeno. — disse Zubeldía em sua última entrevista coletiva.

São Paulo quer encostar nos líderes

Antes da paralisação no Brasileirão, o São Paulo fazia uma campanha de recuperação na competição, após o péssimo início de campeonato com duas derrotas sob o comando de Thiago Carpini. Desde a saída do treinador, a equipe parou de perder. São dez jogos de invencibilidade, e isso se reflete diretamente na tabela.

O Tricolor vem de uma sequência de três vitórias e um empate nos últimos quatro jogos. Subiu das cercanias da zona de rebaixamento para a sexta colocação, posição que ocupou até o início da sétima rodada, com dez pontos — são três a menos que o líder Athletico-PR.

Com uma vitória neste domingo, o São Paulo pode até acabar a rodada na liderança, a depender de uma improvável combinação de resultados. Mas um resultado positivo diante do Cruzeiro é essencial para a equipe se manter na briga pelas primeiras colocações.

Zubeldía é só sorrisos desde que assumiu o São Paulo há pouco mais de um mês (IconSport)

Despedida de convocados

Além da retomada do Brasileirão, a partida contra o Cruzeiro marca também a despedida de três dos quatro jogadores do São Paulo convocados para a disputa da Copa AméricaO goleiro Rafael (Brasil), o zagueiro Ferraresi (Venezuela), o volante Damián Bobadilla (Paraguai) e o meia James Rodríguez (Colômbia) estarão a serviço de suas seleções durante o próximo mês. A seleção paraguaia ainda não divulgou sua lista, mas o São Paulo trata a convocação de Bobadilla como uma certeza.

Com as convocações, os quatro jogadores serão desfalques do São Paulo por pelo menos sete partidas. Mas o número pode ser ainda maior. Cada convocado pode perder até nove jogos, caso as suas seleções cheguem ao menos à semifinal da Copa América. Se uma das seleções for eliminada nas quartas de final, serão oito partidas de ausência.

> Os próximos três jogos do São Paulo:

  • São Paulo x Cruzeiro — Brasileirão — domingo, 2 de junho, às 18h30 (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura);
  • Inter x São Paulo — Brasileirão — quinta-feira, 13 de junho, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura);
  • Corinthians x São Paulo — Brasileirão — domingo, 16 de junho, às 16h (horário de Brasília) — Transmissão: TV Globo (TV aberta) e Premiere (TV por assinatura).
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo