Brasileirão Série A

Luciano resolve (mais uma vez) e mesmo assim vê história no São Paulo perto do fim

Luciano recebe sondagens de clubes da Arábia Saudita, mas estipula condição para deixar o São Paulo; atacante fez o único gol da vitória contra o Cruzeiro

Luciano deixou o banco de reservas para fazer o que ele já transformou em rotina ao longo da temporada: resolver para o São Paulo. O camisa 10 assumiu o protagonismo de (quase) sempre e marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro nesta quinta-feira (2), no Morumbi, pela 31ª rodada do Brasileirão.

Um gol tão necessário quanto os três pontos que ele significou para a equipe. O Tricolor que até agora não venceu uma partida sequer como visitante no Campeonato Brasileiro se via obrigado a sair de sua casa com uma vitória.

Mas o que chamou atenção foi o que veio após o atacante balançar as redes. Luciano correu para o comemorar o gol e de repente parou, com semblante sério. Só voltou a sorrir depois que os companheiros se aproximaram para celebrar. Mais tarde, o camisa 10 preferiu não conceder entrevista à transmissão do Premiere na saída de campo. Duas passagens que ajudam a entender o seu momento no São Paulo.

Conforme apurado pela Trivela, as reações nada têm a ver com um possível descontentamento do atacante com o clube. Não existe atrito entre Luciano e Dorival Júnior ou a diretoria. Pelo contrário. Na entrevista coletiva após a partida, o treinador encheu o atacante de elogios e afirmou que conta com ele para 2024.

Mas  o São Paulo vê com bons olhos a saída de Luciano na próxima janela de transferências. O clube entente que pode faturar um bom valor com a negociação do atacante, além de abrir espaço na folha salarial com a transferência de um jogador que hoje não é titular da equipe – apesar do treinador garantir o contrário. E aí está um ponto que pode gerar desconforto em breve.

Luciano aceita deixar o São Paulo, mas desde que seja por um proposta que também seja vantajosa para ele, e não apenas para o clube. Até o momento, o Tricolor recebeu apenas sondagens pelo camisa 10 de equipes da Arábia Saudita. A expectativa é de que cheguem ofertas com a abertura da próxima janela de transferências.

Nada disso estremece as relações nos bastidores. Luciano chegou a pegar o microfone para defender e elogiar Dorival logo após o título da Copa do Brasil, enquanto o técnico ainda se recuperava de um banho de gelo. Em entrevista recente, ele disse que só deixa o São Paulo “se o presidente quiser”. O contrato com o clube vai até o fim de 2024.

Luciano não é titular mas ainda resolve e alcança marca expressiva

Enquanto as negociações para uma eventual saída não esquentam nos bastidores, Luciano perdeu espaço no time titular desde a final da Copa do Brasil, em que ele foi reserva nos dois jogos. Um status que se mantém desde então, apesar de Dorival Júnior insistir que o camisa 10 é seu titular.

– Ele sabe da importância de tudo que realizou desde a minha chegada aqui dentro. Para mim, é titular da minha equipe. Ele não precisa iniciar toda partida para ser considerado titular. Luciano, quando entrou, foi decisivo mais uma vez. É isso que nós queremos, que o jogador se sinta preparado para momentos importantes e decisivos, e que marque presença. Temos um elenco que proporciona isso, estou jogando com peças dependendo da necessidade, do adversário – disse Dorival.

O São Paulo não conta com Calleri há seis jogos – o atacante estava suspenso contra o Vasco e depois passou por cirurgia no tornozelo direito. Seria natural que Luciano substituísse o argentino, mas não é isso que ocorre. O camisa 10 foi titular em apenas duas dessas duas partidas. Dorival tem optado por dar chances para observar Erison e David, já pensando em 2024.

E mesmo sem ter presença garantida no time titular, o camisa 10 segue decisivo. Após marcar contra o Cruzeiro, ele chegou a 13 gols e oito assistências em 2024, com um total de 21 participações em gols na temporada. Ela acaba de ultrapassar Calleri para se isolar como jogador que mais participou de gols no elenco ao longo do ano.

Luciano em 2023

  • 58 jogos (44 como titular)
  • 13 gols feitos (vice-artilheiro)
  • 8 assistências (2º jogador com mais assistências)
  • 21 participações em gols (líder do elenco)

“O Luciano é um jogador importante, e ele sabe disso. Ele é um dos titulares da equipe. Se atua um pouco mais, um pouco menos, isso não importa. Eu não preciso reafirmar a importância dele todos os dias, porque o Luciano entende o que penso em relação a ele.  O Luciano é um jogador importante” (Dorival)

Luciano se aproxima dos 200 jogos com a camisa do São Paulo. Ao todo, ele soma 194 partidas pelo clube, com 65 gols marcados e 21 assistências – é o quarto maior artilheiro da equipe no século 21. O atacante tem contrato com o Tricolor até dezembro de 2024.

Com o gol da vitória sobre o Cruzeiro, Luciano fez o São Paulo chegar a 42 pontos no Brasileirão e ocupar agora a 10ª colocação na tabela. O Tricolor está de “folga” no fim de semana, porque o Fluminense enfrenta o Boca Juniors na final da Libertadores no sábado (4). A equipe só volta a campo na próxima quarta-feira (8), às 20h (horário de Brasília), quando enfrenta o Bragantino pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será na Vila Belmiro, porque o Morumbi receberá shows de Red Hot Chili Peppers e RBD.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo DecontoSetorista

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo