Brasileirão Série A

Rodada ajuda mais do que o próprio time, e Vasco ainda depende de si para se salvar do rebaixamento

Depois da dura derrota para o Corinthians, em pleno São Januário, o Vasco foi 'ajudado' por São Paulo e Fluminense e segue firme na briga contra o rebaixamento no Brasileiro

Quando o juiz apitou o final da vitória do Corinthians por 4 a 2 sobre o Vasco, na última terça-feira, o clima em São Januário era quase velório. Abrindo a 36ª rodada, o Cruz-Maltino, com a derrota, poderia voltar para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e ficar em situação muito delicada para as duas últimas rodadas da competição. Mas, sem entrar em campo, o Vasco ganhou uma nova esperança na noite de quarta-feira (29).

O principal resultado que ajudou o Vasco foi a surpreendente vitória do São Paulo sobre o Bahia, em plena Arena Fonte Nova. Depois de golear o Corinthians por 5 a 1, na última semana, o Tricolor baiano parecia empolgado para tentar uma arrancada final contra o rebaixamento. Ainda mais porque jogaria com o São Paulo, que, até então, não havia vencido como visitante neste Brasileirão.

Até mesmo um empate entre Bahia e São Paulo já colocaria o Vasco na zona de rebaixamento, pelo saldo de gols. No entanto, com um gol de Caio Paulista no fim da partida, os paulistas, enfim, conseguiram a sua primeira vitória como visitante no Brasileiro e, de quebra, deixaram o Vasco fora da zona do rebaixamento.

Outro resultado animador para o Vasco foi a derrota do Santos para o Fluminense. Em plena Vila Belmiro, o Peixe entrou na roda para o time de Fernando Diniz e levou um impiedoso 3 a 0. Com o resultado, o Santos se manteve nos 43 pontos e continua na briga contra o rebaixamento.

Agora, com 42 pontos, o Vasco segue na 16ª colocação, com um ponto na frente do Bahia, o primeiro time dentro da zona do rebaixamento. A duas rodadas do fim do Brasileirão, o Cruz-Maltino depende só de si para confirmar a permanência na Série A, o que, com um pouco de sorte, confirmou o otimismo de Ramón Diaz.

Cenário em São Januário depois de derrota para o Corinthians era de tristeza (Foto: Icon sport)

Veja os cenários possíveis para a permanência do Vasco

Apesar de ter um ponto a mais que o Bahia, o Vasco ainda tem dois jogos complicados pela frente. No próximo domingo (3), o Cruz-Maltino visita o Grêmio, na Arena, em Porto Alegre. Depois, na quarta-feira (6), o time carioca encerra o Brasileirão recebendo o Red Bull Bragantino, em São Januário. Os dois adversários estão brigando por vaga no G-4.

Como está na frente do Bahia, o Vasco pode confirmar a permanência apenas com as próprias forças. Caso vença seus dois jogos, o Cruz-Maltino já garante a vaga na Série A de 2024.

No entanto, pela dificuldade dos jogos que tem pela frente, é preciso analisar outros cenários possíveis para o Vasco.

  • Caso o Vasco faça quatro pontos

Se o Vasco vencer um jogo e empatar outro, precisaria torcer para que o Bahia não vença seus dois últimos jogos. Caso o Tricolor faça seis pontos, o Vasco teria que torcer para o Santos fazer no máximo três pontos.

O Cruzeiro, que tem 43 pontos, ainda segue na briga. No entanto, a Raposa ainda joga na rodada, nesta quinta-feira, contra o Athletico-PR, no Mineirão. Se o Vasco fizer quatro pontos nas próximas rodadas, e Bahia e Santos façam mais pontos do que o Cruz-Maltino, o clube carioca ainda poderia torcer para o Cruzeiro perder seus três jogos.

  • Caso o Vasco faça três pontos

Se o Vasco vencer apenas um dos últimos dois jogos, o clube chegaria aos 45 pontos. Assim, precisa torcer para o Bahia fazer no máximo três pontos ou para o Santos não vencer nenhum dos seus dois jogos. Novamente, se isso não ocorrer, o Cruzeiro teria que perder suas três partidas para o Vasco ficar na Série A.

  • Caso o Vasco faça dois pontos

Com dois empates, o Vasco chegaria aos 44 pontos. Dessa forma, o Bahia não poderia vencer nenhum dos seus dois jogos. Se isso acontecer, o Cruz-Maltino teria que torcer para o Santos somar no máximo um ponto nos seis que tem para disputar. Se o Peixe fizer mais de um ponto, neste cenário, mesmo que o Cruzeiro perca os três jogos, o Vasco ainda teria que torcer para a Raposa perder os 13 gols de saldo que tem de diferença para o Vasco.

  • Caso o Vasco faça um ponto

Se perder um jogo e empatar outro, o Vasco chega a 43 pontos. Assim, restaria ao Vasco torcer para que o Bahia somasse apenas um ponto nos seus dois jogos. Caso o Bahia faça mais do que um ponto, o Vasco dependeria do Santos perder seus dois jogos.

  • Caso o Vasco não pontue

Se perder para o Grêmio e o Red Bull Bragantino, o Vasco só ficaria na Série A se o Bahia também perder seus dois jogos.

Depois da derrota para o Corinthians, Ramón Diaz manteve discurso otimista no Vasco (Foto: Icon sport)

A tabela dos adversários do Vasco

  • Bahia

América-MG x Bahia – domingo (3), às 16h (horário de Brasília), no Independência;
Bahia x Atlético-MG – quarta-feira (6), às 21h30 (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova.

  • Santos

Athletico-PR x Santos – domingo (3), às 18h30 (horário de Brasília), na Ligga Arena;
Santos x Fortaleza – quarta-feira (6), às 21h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro;

  • Cruzeiro

Cruzeiro x Athletico-PR – quinta-feira (30), às 20h (horário de Brasília), no Mineirão;
Botafogo x Cruzeiro – domingo (3), às 18h30 (horário de Brasília), no Nilton Santos;
Cruzeiro x Palmeiras – quarta-feira (6), às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor do Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo