Brasileirão Série A

Após afastamento de 3 semanas, John Kennedy é relacionado e pode encarar o São Paulo

Fluminense informou que o atacante John Kennedy foi reintegrado e relacionado para o jogo contra o São Paulo, nesta segunda-feira pelo Brasileirão

Após três semanas sem jogar uma partida oficial, John Kennedy pode voltar a defender a camisa do Fluminense. Por meio de comunicado oficial divulgado neste domingo (12), o clube tricolor anunciou que o atacante, afastado por atos de indisciplina ao longo dos últimos dias, foi reintegrado e estará à disposição para enfrentar o São Paulo, na segunda-feira (13), pelo Campeonato Brasileiro.

– O Fluminense informa que o atleta John Kennedy foi reintegrado ao grupo, está à disposição da comissão técnica e viajará para o jogo contra o São Paulo, no Morumbis – informou o Fluminense via assessoria de imprensa.

Para a decisão ser tomada, foram necessárias muitas conversas. Antes de pedir o OK da diretoria do clube, a comissão técnica do Fluminense inicialmente falou também com os outros atletas, que consentiram com o retorno aos gramados do centroavante de 21 anos.

Mais uma oportunidade

Essa será mais uma oportunidade que John Kennedy receberá do clube do qual foi revelado e é ídolo após marcar o gol que garantiu ao Fluminense a sua primeira Libertadores da América, conquistada no ano passado, em cima do Boca Juniors. O jogador, que no início de 2023 chegou a ser emprestado para a Ferroviária por problemas indisciplinares, foi oficialmente afastado no dia 23 de abril, junto de Kauã Elias, Arthur e Alexander, durante a concentração da partida contra o Cerro Porteño, pela Libertadores.

Enquanto os outros três companheiros já tinham sido reintegrados, John Kennedy ficou mais tempo na geladeira por novamente ter sido flagrado em uma festa, embora o camisa 9 negue sua presença no local, apesar de ter sido filmado. Além disso, o atacante também faltou a um treinamento no CT Carlos Castilho, o que piorou ainda mais a situação entre os diretores e os atletas.

A hora de reverter desapontamentos

Segundo apuração da Trivela, lideranças mais experientes do elenco como Felipe Melo, Marcelo e Paulo Henrique Ganso, que haviam abraçado John Kennedy em 2023 após seu retorno da Ferroviária, o veem hoje como uma grande decepção por conta dos novos atos de indisciplina. Atualmente, a relação entre o herói da Libertadores e outros atletas do elenco é fria, para dizer o mínimo. E a gota d’água foi a participação na festa. O que pioraria com a repetição de indisciplinas de John Kennedy mesmo após seu afastamento.

De volta entre os relacionados, essa poderá ser a última chance de John Kennedy no Fluminense. Atualmente, o técnico Fernando Diniz, que conversou com o elenco, e o status de herói do título da Libertadores do atacante, fizeram com que ele fosse novamente perdoado. Resta saber como será o comportamento do jogador de 21 anos daqui para frente, e se desta vez ele irá valorizar a oportunidade recebida com o aval de todos os departamentos. Certamente ele vem fazendo falta em campo.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo