Copa do Brasil

Diniz desconversa sobre John Kennedy no Fluminense: ‘A gente vai tratar internamente’

John Kennedy segue afastado no Fluminense após cometer série de indisciplinas, mas Fernando Diniz evita dar detalhes

O Fluminense venceu o Sampaio Corrêa por 2 a 0 na Copa do Brasil, mas nem só o que aconteceu dentro de campo foi assunto na coletiva de Fernando Diniz. Na primeira oportunidade que teve de falar publicamente sobre o afastamento de John Kennedy, o técnico desconversou.

— Esse assunto a gente vai tratar internamente. A diretoria se posicionou da forma que tem que se posicionar, maneira verdadeira, clara. O resto a gente vai tratar internamente — se esquivou Diniz.

A vitória aliviou o ambiente após uma semana pesada. Além dos casos de indisciplina envolvendo John Kennedy, o Fluminense perdeu André e Samuel Xavier por lesão e sofreu dura derrota para o Corinthians em São Paulo.

— Resultado importante. Difícil. Eles fizeram de tudo para marcar bem. Os jogadores souberam corresponder e saímos satisfeitos com que o time apresentou. Acho que todo mundo soube aproveitar, foram importantes e determinantes para o resultado do jogo. Gostei de todo mundo — declarou o treinador após a vitória em Cariacica.

Fernando Diniz exalta torcida do Fluminense no Espírito Santo

Com muitos eventos concomitantes no Rio de Janeiro, as autoridades pediram que o Fluminense jogasse contra o Atlético-MG em outra praça. Assim, empresários capixabas entraram em ação para comprar dois jogos envolvendo o Tricolor: a partida contra o Sampaio Corrêa, de mando do clube maranhense, pela Copa do Brasil, e o jogo contra o Galo, pelo Campeonato Brasileiro.

Desse jeito, o Flu passará toda a semana em Vitória, na capital do Espírito Santo. O primeiro jogo no Estádio Kleber Andrade teve vitória, atuação para o gasto e um bom gramado, além da presença forte de tricolores do estado, o que foi exaltado por Diniz.

— Acho fundamental. É a segunda vez que venho aqui com o Fluminense, e o calor da torcida é sempre muito positivo. A gente espera poder agraciá-los com um bom futebol, bons resultados todas às vezes que a gente vier para cá — opinou o treinador, que brincou com o nome da capital — É o nome da cidade também, Vitória.

Fernando Diniz explica opção por reservas no Fluminense

A sequência de jogos cobrou a conta e o técnico Fernando Diniz precisou poupar alguns veteranos. Além de Samuel Xavier e André, machucados, o Flu não teve Manoel, Felipe Melo, Ganso e Germán Cano contra o Sampaio Corrêa.

— Alguns jogadores estavam precisando se recuperar, senão a gente corria risco de perder mais na frente. No fundo, hoje a gente pensou no jogo de uma maneira decisiva, colocando os melhores para jogar esse jogo — afirmou.

Reservas do Fluminense deram boas alternativas a Fernando Diniz na vitória sobre o Sampaio Corrêa na Copa do Brasil - Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC
Reservas do Fluminense deram boas alternativas a Fernando Diniz na vitória sobre o Sampaio Corrêa na Copa do Brasil – Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC

Mas quem entrou deu conta do recado.

— Acho que você tem que pensar de uma maneira combinada. Ao mesmo tempo em que você pensa um jogo de cada vez, também tem que pensar na sequência dos jogos. Penso sempre no próximo treino, nem no próximo jogo. Com a proximidade do jogo contra o Atlético-MG e depois os quatro jogos na sequência, jogos muito importantes e decisivos — disse.

Próximos jogos do Fluminense: datas, horários e onde assistir

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Atlético-MG — Campeonato Brasileiro — sábado, 4 de maio — 16h (horário de Brasília);
  • Colo-Colo x Fluminense — Libertadores — quinta-feira, 9 de maio — 21h (horário de Brasília);
  • São Paulo x Fluminense — Campeonato Brasileiro — segunda-feira, 13 de maio — 19h (horário de Brasília).
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo