Brasileirão Série A

Quatro novidades que o Fluminense deve ter na estreia de Mano Menezes

Treinador de 62 anos faz primeiro jogo pelo Tricolor, que tenta se salvar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro

Quando subir ao gramado do Maracanã para enfrentar o Internacional, nesta quinta-feira (4), às 20h (horário de Brasília), o Fluminense terá novidades. Será a estreia de Mano Menezes no comando da equipe.

Mas a mudança que os tricolores esperam é dentro das quatro linhas. Lanterna do Campeonato Brasileiro com seis pontos em 13 jogos, o Flu perdeu as últimas seis partidas e não vence há 11 jogos na competição.

Por isso, Mano Menezes já chega pressionado. Mesmo com pouco tempo, o técnico sabe que precisa pontuar o mais rápido possível.

— A prioridade é fazer resultado. É parte importante de qualquer trabalho. Acelera a evolução, os jogadores se sentem mais seguros e você vai avançando. Tem muita coisa boa do Diniz que a gente vai manter — afirmou.

Fluminense terá volta de André após 70 dias

Entre as más notícias do momento que vive, o Fluminense recebeu um alento. O volante André, destaque do time, volta após 70 dias afastado com uma lesão no joelho.

Foram 15 jogos sem o camisa 7, que está fora desde o empate sem gols com o Cerro Porteño, pela Libertadores, em abril. Desde então, o Flu venceu apenas cinco vezes, nenhuma delas no Brasileirão.

André foi confirmado como titular do Fluminense pelo próprio Mano Menezes em sua coletiva de apresentação.

— André já está recuperado e vai jogar, sim, contra o Internacional. É o único que está escalado, os outros 10 eu vou manter em sigilo. É André e mais 10 — disse Mano.

Mano Menezes quer Fluminense mais vertical e tradicional

Se não adiantou a escalação, Mano deu indicações do que quer do Fluminense. O técnico não deseja abandonar o “Dinizismo”, mas pretende fazer ajustes.

A ideia é ter um Fluminense mais vertical e tradicional.

— Vamos jogar um pouquinho mais direto, o que não significa dar chutão, até porque não temos características para ficar jogando bola longa para disputa. Mas que tenhamos um pouquinho mais de ambição imediata para pegar o adversário desorganizado defensivamente.

Nos dois treinos que comandou no CT Carlos Castilho, Mano focou em problemas que considera graves.

A Trivela apurou que a principal preocupação do treinador é com o posicionamento da equipe e as bolas paradas, tanto no ataque como na defesa. Além disso, quer um time mais direto e com mais jogadores próximos ao gol adversário.

Ganso e laterais terão mais liberdade com Mano

Ainda sem Marcelo, lesionado, Mano Menezes quer melhorar as coberturas do Fluminense. Isso para dar mais liberdade aos laterais. Contra o Inter, Samuel Xavier e Diogo Barbosa começam jogando.

O sistema com quatro jogadores no meio-campo também visa deixar Paulo Henrique Ganso mais solto. Mano, que gosta do camisa 10, o quer mais próximo aos atacantes.

Quando tiver mais opções disponíveis, o treinador pretende variar. Para isso, já ganhou reforço: Nonato chega por empréstimo do Santos. A informação foi publicada pelo Diário do Peixe e confirmada pela Trivela.

Nesta quinta-feira, Alexsander e Martinelli devem ocupar vértices de um triângulo com André. Ganso poderá flutuar por trás de Cano, com Keno como opção de velocidade.

Mano Menezes mexe na escalação do Fluminense

A escalação do Fluminense para enfrentar o Internacional tem:

  • Fábio, Samuel Xavier, Thiago Santos, Antônio Carlos e Diogo Barbosa; André, Martinelli, Alexsander e Ganso; Keno e Cano.

Foto de Caio Blois

Caio BloisSetorista

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo