Brasil

Lesão no joelho de Bruno Rodrigues pode obrigar Palmeiras a ir ao mercado para dar opções a Abel no ataque

Recém-chegado do Cruzeiro, Bruno Rodrigues atuou nas duas partidas do Palmeiras no ano, mas deve ficar ao menos quatro menos fora dos gramados

O técnico Abel Ferreira recebeu uma má notícia na tarde desta sexta-feira (26). Isso porque o Palmeiras confirmou que Bruno Rodrigues, reforço recém-chegado do Cruzeiro, lesionou o joelho e deve ficar de fora por um período estimado de três a quatro meses. O atacante, portanto, deve desfalcar o Verdão na disputa do Campeonato Paulista e da Supercopa do Brasil.

Bruno Rodrigues, que atuou nos dois jogos oficias do Palmeiras na temporada, foi apresentado no último dia 12 e era uma opção promissora para Abel Ferreira no setor ofensivo. Contudo, o atacante sofreu a lesão já no duelo contra a Inter de Limeira e vai precisar passar por uma artroscopia.

“O atacante Bruno Rodrigues sofreu lesão no joelho direito durante a partida contra a Inter de Limeira, realizada na quarta-feira (24), pelo Campeonato Paulista. O atleta já iniciou tratamento com os profissionais do Núcleo de Saúde e Performance (NSP) e passará por cirurgia nos próximos dias. Desejamos uma plena recuperação ao nosso camisa 11!”, escreveu o Palmeiras em suas redes sociais.

Palmeiras pode ter que intensificar ação no mercado

Junto com Aníbal Moreno e Caio Paulista, Bruno Rodrigues é um dos três reforços do alviverde para a temporada. O atacante veio para ampliar as opções de Abel no setor que talvez seja a maior dificuldade do Palmeiras no momento.

Isso porque o clube convive com a ausência de Endrick desde o início da pré-temporada. O jovem atacante, acertado com o Real Madrid, está defendendo a Seleção pré-olímpica na Venezuela em busca de uma vaga para a disputa do torneio de futebol nas Olímpiadas de Paris 2024.

Sem Endrick e Bruno Rodrigues, Abel conta com Rony, Flaco López, Breno Lopes e os garotos Luis Guilherme e Estevão para o ataque. Em diferentes medidas, Rony, Breno Lopes e Flaco López são nomes que não agradaram a totalidade da torcida palmeirense.

Além disso, especula-se que Flaco López está na mira do River Plate, o que pode ampliar ainda mais a seca de opções no setor ofensivo alviverde.

Diante desse cenário, a diretoria do Palmeiras pode ter que intensificar os esforços para manter o alto nível do elenco e também sua dimensão, já que o alviverde ainda disputará Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro nesse primeiro semestre do ano.

Antes do clássico na Supercopa, Palmeiras já encontra rival no Paulista

Embora a expectativa da torcida palmeirense esteja voltada para o duelo diante do São Paulo pela Supercopa do Brasil no próximo dia 04 de fevereiro, no Mineirão, Abel Ferreira e seus comandados ainda possuem compromissos importantes antes de pensar na disputa nacional.

Neste domingo (28), o Palmeiras recebe o Santos às 18h no Allianz Parque, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista. O Peixe é a única equipe 100% da competição após duas rodadas e é comandada por Fábio Carille, treinador que já foi pedra no sapato do Palmeiras por anos.

Contudo, vale ressaltar, o único encontro entre Abel Ferreira e Fábio Carille acabou em vitória palmeirense por 2 a 0, na reta final do Campeonato Brasileiro de 2021.

No último encontro entre as duas equipes, o Santos conseguiu uma surpreendente vitória após quatro anos sem vencer o rival da capital. A partida parecia indicar que o Peixe se livraria do risco de rebaixamento e que o Palmeiras não teria forças para brigar com o Botafogo pelo título brasileiro, fatos que foram desmentidos nas rodadas finais do torneio.

Foto de Lucas Tomazelli

Lucas Tomazelli

Apaixonado por futebol desde as primeiras memórias de infância, Lucas é formado em jornalismo pela USP. Antes de integrar a equipe da Trivela, atuou na Jovem Pan Online, Grupo Bandeirantes de Comunicação e Yahoo Notícias Brasil.
Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo