Brasil

Atlético-MG mira reposição para Jemerson, e jovem da base pode ser ‘substituto inicial’

Com acerto iminente de Jemerson com Grêmio, Atlético acelera para contratar novos zagueiros, mas, por enquanto, é a base que deve ganhar mais chances

O Atlético-MG deve perder nos próximos dias seu zagueiro titular, Jemerson, para o Grêmio. As negociações estão avançadas e a saída do defensor não deve demorar a ser oficializada. Por conta disso, o Galo, que já estava atrás de um zagueiro no mercado, intensificou as buscas. Um velho conhecido é o principal alvo, mas, enquanto isso, um jovem da base deve ganhar mais espaço com Gabriel Milito.

Jemerson foi, por algumas partidas, o único zagueiro de ofício no time do Atlético, que atuou com o volante Battaglia e o lateral-direito Saravia na posição. O outro zagueiro considerado titular é Bruno Fuchs, que teve lesão e, por isso, oscilou entre titular e reserva quando disponível. As outras opções: Igor Rabello e Mauricio Lemos, não passam disso mesmo, alternativas, caso Milito precise.

Diante desse cenário, o Atlético já buscava no mercado a contratação de um zagueiro, e tem em Junior Alonso, defensor com duas passagens pelo clube e que hoje está no Krasnodar, da Rússia, o principal alvo. O paraguaio é titular absoluto do time, que disputará a última rodada no próximo fim de semana com chances de título da liga nacional.

Nas custidas de Alonso, um post em que o torcedor sonha com a volta dele ao Galo (Reprodução)

Alonso tem contrato na Rússia até 2025. Ele foi vendido para lá justamente pelo Atlético, no início de 2022. A guerra entre Rússia e Ucrânia o fez retornar ao clube poucos meses depois, emprestado. Mas, desde o fim daquela temporada, ele voltou ao Krasnodar. O Galo, então, teria que pagar aos russos para contar com o defensor paraguaio, e essa ideia é analisada pela diretoria. Nas redes sociais, o zagueiro nunca esconde o carinho pelo Alvinegro, e sempre posta fotos assistindo jogos e curte postagens relacionadas ao clube, inclusive as que são sobre um possível retorno dele.

Além de zagueiro, Alonso também atua como lateral-esquerdo, posição em que o Atlético só tem Arana à disposição hoje, já que Rubens, seu substituto, está lesionado. O Galo ainda vai perder seu titular durante a Copa América, torneio que Alonso também deve disputar pelo Paraguai. Além disso, vale lembrar que, mesmo se for contratado antes, o paraguaio só poderá jogar a partir de 10 de julho, quando a janela se abre.

Jemerson ainda joga pelo Atlético?

Se o Atlético não pode pôr em campo uma contratação até 10 de julho, Jemerson também não pode atuar pelo Grêmio até lá. O zagueiro seguirá com contrato com o Galo. Se ele vai jogar ou não, é opção da diretoria e de Milito.

O defensor já ficou de fora do jogo desta quarta-feira (22), contra o Sport, pela Copa do Brasil, já que, se entrar em campo pelo Galo na competição, não pode atuar nela por outro time. No Campeonato Brasileiro, ele já fez três jogos, se fizer mais quatro, chega a sete e também não pode mais atuar por outro time.

Em resumo, se ainda jogar pelo Atlético, Jemerson só pode entrar em campo em mais três jogos do Brasileiro e um da Libertadores. Além disso, a negociação dele com o Grêmio ficaria inviável. Por isso, pode ser que o defensor não seja mais utilizado no Galo até que a janela se abra e ele possa atuar pelo Tricolor Gaúcho.

Substituto imediato deve ser outro cria da base

Com Jemerson vendido e a janela só se abrindo em julho, Milito terá que usar o que tem atualmente. Por isso Rômulo ganha força, até por ter um estilo que o treinador gosta, de velocidade e saída de jogo, diferente de Lemos e Rabello, por exemplo.

Rômulo é um defensor de muito destaque nas categorias de base do Atlético, sendo constantemente convocado para a Seleção Brasileira. No profissional, ele faz parte desde 2023, mas estreou só no início desse mês, contra o Fluminense, entrando justamente no lugar de Jemerson, sendo opção de Milito mesmo com Rabello e Lemos no banco. O jovem fez uma grande exibição no segundo tempo e chamou atenção de todos, inclusive do técnico argentino.

— O Rômulo, tenho a oportunidade de ver a cada dia. É muito potente, jovem, mas que tem que melhorar em alguns aspectos. Ele tem condições de jogar. Mostrou estar muito bem. Isso é importante — afirmou o treinador após a estreia do garoto.

O cria do Galo não deve ser titular, já que Bruno Fuchs deve ficar com essa vaga no 11 inicial. Mas deve começar a aparecer mais, sendo acionado nas partidas e, talvez, até sendo titular em algumas delas.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo