Brasil

Noite de sonho quase vira pesadelo para promessa do Flamengo

Matheus Gonçalves teve o carro roubado na saída do Maracanã, mas conseguiu recuperar os pertences na manhã pós título

A noite de glória do Flamengo no Maracanã, que culminou no título carioca após nova vitória sobre o Nova Iguaçu, dessa vez por 1 a 0, quase terminou em tragédia para Matheus Gonçalves. A joia rubro-negra teve o carro roubado na saída do estádio, rumo à festa pela conquista, mas conseguiu recuperar os pertences horas depois. No fim, deu tudo certo.

Como aconteceu o assalto?

O Garoto do Ninho retornava do Maracanã com a família, a bordo de um Jeep Compass, do modelo novo. Ao passar pelo Morro da Mangueira, uma das rotas de escoamento do estádio, ele foi abordado por criminosos, que levaram o veículo e seus pertences. Segundo relato de Matheus Gonçalves, via rede social, o assalto envolveu uso de armas de fogo, como fuzis.

O modelo do carro em que estava Matheus Gonçalves no momento do assalto (Foto: Reprodução/Instagram)

Matheus Gonçalves recuperou os pertences pela manhã

O atleta utilizou a mesma rede social para divulgar que conseguiu recuperar os pertences na madrugada, perto de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Entre os artigos levados pelos criminosos estava a medalha de campeão carioca, recebida ainda no Maracanã. Matheus não deu mais detalhes sobre o encontro com os criminosos.

“Quem tiver algum contato aí, saber quem foi. Só preciso dos meus pertences. Eu sei que bem material a gente ganha, mas foi tudo com muito suor, muito trabalho. Tinha um monte de roupa, minhas coisas, minha medalha. A gente tinha acabado de ser campeão e me pararam ali”, escreveu Matheus, no Instagram.

Festa do título do Flamengo ocorreu dentro dos padrões

Mesmo com o problema, Matheus Gonçalves participou da festa do título do Flamengo, que aconteceu em um hotel na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste. Entre comissão técnica, jogadores e diretoria, todo o núcleo do futebol esteve presente. As comemorações aconteceriam no próprio Maracanã, mas acabaram sendo transferidas.

A festa contou com atrações conhecidas, como os rubro-negros L7nnon e MC Maneirinho, porém não foi a única comemoração por parte dos rubro-negros. Antes de chegar à Barra da Tijuca, o presidente Rodolfo Landim levou a taça para o restaurante VAMO, ao lado da sede social do clube, na Gávea, e celebrou a conquista com seus aliados. Ano de eleição.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo