Brasil

A emoção de Fernando Diniz em entrevista de adeus ao Fluminense

Treinador chora ao falar de fim da passagem pelo Tricolor

Quando entrou na sala do hotel em que mora na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, Fernando Diniz já tinha o semblante abatido e lágrimas nos olhos. Em uma entrevista de adeus ao Fluminense, o técnico chorou ao falar de sua passagem no clube.

— Estão sendo dias bem difíceis. Foi um casamento quase que perfeito — resumiu Fernando Diniz.

Os 146 jogos pelo Flu de 2022 até o último domingo (23), foram os mais marcantes da carreira do treinador. Tanto que, além de seu choro, seus comandados e familiares dividiram os prantos com ele.

— Essa entrevista é um pouco difícil para mim, como nunca aconteceu na carreira. Estou muito mexido com a minha saída do Fluminense. Por tudo que vivemos — afirmou.

A relação de Diniz com o Fluminense e sua torcida

Em alguns momentos, Diniz pediu até desculpas por não conseguir resultados nos últimos momentos. Sua tristeza era genuína, pela relação que criou.

Fernando sempre exaltou sua relação com a torcida. Um carinho que jamais vai esquecer. Mesmo xingado e vaiado nos últimos dias, ele lamentou não poder se despedir.

— Quero me despedir da torcida. Já me despedi dos jogadores, dos funcionários e queria me despedir da torcida. Sempre tivemos uma relação especial de carinho e isso nunca vão tirar — afirmou.

Diniz até tentou conter as lágrimas, mas elas escorregaram pelo seu rosto em poucos minutos.

— Ainda estou muito mexido com a saída, por tudo o que o Fluminense representou para mim. Foram dias bem difíceis, mas isso certamente vai passar e todo mundo vai ficar bem.

Como está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Flamengo — Campeonato Brasileiro — domingo, 23 de junho — 16h (de Brasília);
  • Fluminense x Vitória — Campeonato Brasileiro — quinta, 27 de junho — 19h (de Brasília).
Foto de Caio Blois

Caio BloisSetorista

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo