Ásia/Oceania

O papai Neymar foi desfalque, mas Milinkovic-Savic resolveu e manteve o Al-Hilal na ponta

Atacante retornou ao Brasil para conhecer a filha Mavie, que nasceu na madrugada da última sexta-feira

Neymar foi desfalque do Al-Hilal neste sábado pela nona rodada do Campeonato Saudita, mas o time de Jorge Jesus se manteve na liderança sem grandes problemas após vencer o Al-Okhdood por 3 a 0, fora de casa, com um gol do brasileiro Michael e dois do excelente Sergej Milinkovic-Savic.

O Al-Hilal chegou a 23 pontos, um a mais que o Al-Taawoun, um surpreendente segundo colocado porque não foi um dos quatro clubes estatizados que tiveram grande poder de investimento no mercado. Aliás, os outros três – Al-Nassr, Al-Ittihad e Al-Ahli – aparecem logo em seguida, com 19 pontos cada.

Neymar liberado

A filha de Neymar, Mavie, nasceu na madrugada da última sexta-feira, e o Al-Hilal lhe deu permissão para voltar ao Brasil e conhecê-la. O jogador brasileiro foi desfalque por lesão nas quatro primeiras rodadas da liga saudita, mas estava jogando regularmente e até fez seu primeiro gol durante a semana, em um jogo contra o Nassaji Mazandaran, pela Champions League asiática.

Milinkovic-Savic resolve

Michael abriu o placar para o Al-Hilal contra o 14º colocado do Campeonato Saudita aos 10 minutos do primeiro tempo. Malcom deu um bom passe entre a defesa, e Mitrovic foi esperto ao não interferir. Michael entrou em diagonal, dominou com a perna esquerda e bateu cruzado com a direita.

Demorou um pouco para a vitória ser confirmada. Apenas aos 25 minutos da etapa final, Milinkovic-Savic recebeu de Mitrovic dentro da área, dominou tirando da marcação e bateu por cima. O meia sérvio fechou o placar pegando rebote de um pênalti perdido por Salem Al-Dawsari. Foram seus primeiros gols pelo Al-Hilal.

Chegou a haver um momento de pressão sobre Jorge Jesus após empates com o Navbahor, pela Champions League da Ásia, e com o Damak, pelo Campeonato Saudita, mas o Al-Hilal embalou e venceu seus últimos quatro compromissos, sem nem levar um gol.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo