Ásia/Oceania

Neymar desencanta com golaço de esquerda em vitória do Al Hilal sobre time do Irã

Al Hilal venceu por 3 a 0 na segunda rodada da Champions da Ásia com gol do craque brasileiro

Após perder dois pênaltis seguidos na temporada e receber uma enxurrada de críticas por optar jogar na Arábia Saudita, Neymar finalmente desencantou pelo Al Hilal. O craque marcou o segundo gol da vitória por 3 a 0 sobre o Nassaji Mazandaran, nesta terça-feira (23), pela segunda rodada da Liga dos Campeões da Ásia. 

O fim da “zica” aconteceu em uma linda jogada do camisa 10 no começo do segundo tempo. Ao receber bola de Al Dawsari pelo meio, o atacante se colocou à frente do defensor adversário e soltou uma bomba de perna esquerda no contrapé do goleiro. 

Além do brasileiro, Mitrovic e Al-Shehri marcaram os outros dois gols da partida no Azadi Stadium, em Teerã, capital iraniana.  

No momento, o Al-Hilal é líder do Grupo D da Champions asiática, com quatro pontos. A equipe comandada por Jorge Jesus tem a mesma pontuação do Navbahor. O Nassaji Mazandaran é o terceiro colocado da chave (3 pontos).

Neymar adota postura de “garçom” na temporada

Apesar dos infortúnios fora de campo e da falta de pontaria, Ney tem se destacado como “garçom” nesta temporada. Em sete partidas no ano, tanto pelo Al Hilal quanto pela Seleção, ele soma quatro assistências. 

Além disso, ele foi decisivo nas Eliminatórias. Contra a Bolívia, ele até perdeu um pênalti, mas se redimiu com uma assistência e dois gols que o fizeram ultrapassar Pelé para se isolar como maior artilheiro da história da Seleção segundo as contas da Fifa. Depois, contra o Peru, foi dele o cruzamento na cabeça de Marquinhos para marcar o gol da vitória em Lima.

Próximos jogos do Al Hilal

  • Al Okhdood x Al Hilal – 07/10, 12h (de Brasília) – Saudi Pro League
  • Al Hilal x Al Khaleej – 20/10, 15h (de Brasília) – Saudi Pro League
  • Al Hilal x Mumbai City – 23/10, 15h (de Brasília) – Champions da Ásia
Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo