Ásia/Oceania
Tendência

Brozovic flertou com o Barcelona, mas vai mesmo ganhar uma bolada no Al-Nassr

Brozovic era visto como um potencial substituto de Busquets no Barça e se mostrou propenso a assinar, mas aumentou sua pedida salarial e ganhará uma fortuna na Arábia Saudita

Mais uma estrela desembarca no Campeonato Saudita para a próxima temporada. Marcelo Brozovic vinha de um longo flerte nesta janela de transferências e assina com o Al-Nassr, um dos clubes bancados pelo fundo de investimento do governo saudita e estrelado por Cristiano Ronaldo. O croata está dentro do perfil comum entre os reforços recentes dos times locais: um jogador mais maduro, com uma carreira consolidada em alto nível e ainda em boa forma para render na nova equipe. O meio-campista também tinha uma proposta do Barcelona e pendeu rumo aos blaugranas durante um tempo, mas a oferta financeira do clube saudita falou mais alto. O dinheiro também será importante para a própria Internazionale, que deve reformular o seu meio-campo a partir da venda do veterano, protagonista do clube nos últimos anos.

O Al-Nassr pagará €18 milhões para tirar Brozovic da Inter. O valor é mais baixo do que a oferta inicial dos sauditas, que tinham acertado de primeira com os nerazzurri uma transação na casa dos €23 milhões. No entanto, como Brozovic negou a proposta salarial inicial e pediu um aumento na casa de €30 milhões anuais (o triplo do que ganhava até então em Milão), o Al-Nassr reduziu o valor para os interistas a apenas €15 milhões. Tal postura enfureceu os italianos, mas no fim das contas o acerto acabou firmado por €18 milhões. Já o croata assinou um contrato de três temporadas por €100 milhões totais. É um valor que não ganharia em qualquer outro clube do mundo.

O Barcelona bem que tentou, mas não se aproximou dos valores

Diante de tamanha bolada, a aproximação do Barcelona esfriou. Brozovic indicou sua propensão em aceitar a proposta dos blaugranas, por causa do projeto esportivo mais interessante e da chance de virar o substituto de Sergio Busquets. Contudo, o Barça não teria capacidade de competir com as cifras do Al-Nassr, ainda mais em anos de entraves financeiros. Faria uma oferta salarial menor para o jogador e também de transferência menor para a Inter. Além do mais, os catalães precisavam de mais tempo para se desfazer de jogadores encostados no elenco e criar as condições favoráveis em suas finanças para a compra. Não aconteceu. Com o tempo curto, o meio-campista optou por fechar com os sauditas.

O interesse do Barcelona, ao menos, auxiliou Brozovic em suas exigências para ganhar um salário maior na Arábia Saudita. Durante o anúncio oficial, o Al-Nassr aproveitou para fazer uma leve provocação aos barcelonistas. Enquanto isso, segundo o Mundo Deportivo, o novo alvo para o meio-campo do Barça se torna Oriol Romeu – volante que surgiu em La Masia e fez carreira no Southampton, antes de voltar para o Girona na última temporada. Martín Zubimendi (Real Sociedad) e Joshua Kimmich (Bayern de Munique) eram os favoritos dos culés, mas as tratativas não avançaram.

Inter perde um nome de peso, mas vai se reformular

Enquanto isso, a Inter também tinha pressa em vender Brozovic e ter o dinheiro para dar seus próximos passos no mercado de transferências. Os nerazzurri negociam com o Sassuolo por Davide Frattesi e o valor da venda do croata será importante para abrir caminho ao negócio. Além disso, os interistas também pretendem acertar a recompra de Romelu Lukaku em definitivo. Diante da alta demanda pelo centroavante, a redução da folha de pagamentos será importante. O belga é outro que possui uma oferta da Arábia Saudita na mesa, mas por enquanto não bateu o martelo.

Brozovic atravessou o auge de sua carreira na Inter. O meio-campista surgiu no Hravatski Dragovoljac e defendeu depois a Lokomotiva Zagreb, antes de virar um dos melhores jogadores do Campeonato Croata com a camisa do Dinamo Zagreb. O volante já fazia parte da seleção da Croácia e havia disputado a Copa do Mundo de 2014 como reserva, quando a Inter acertou sua chegada em 2015. Primeiro pagou €3 milhões pelo empréstimo, antes de acrescentar mais €5 milhões pela compra definitiva um ano depois.

Em nove temporadas em Milão, Brozovic se firmou como uma das referências do clube. Quase sempre se manteve como titular absoluto e disputou 330 partidas, com 31 gols e 43 assistências. O ápice veio com a conquista da Serie A em 2020/21, quando o croata era um dos motores no time de Antonio Conte e teve amplo destaque na campanha. Mais recentemente, também foi bastante importante na caminhada até a final da Champions League. Enquanto isso, se firmou como um protagonista da seleção da Croácia, especialmente pelo papel nas Copas do Mundo de 2018 e 2022. O estilo incansável do volante, com suas ótimas estatísticas de distância percorrida em campo, se tornou mais valorizado nos Mundiais.

Todavia, existia um desgaste de Brozovic dentro da Internazionale. Mesmo com contrato de quatro anos assinado, o meio-campista entrou em rota de colisão com a comissão técnica, segundo a Gazzetta dello Sport. O clube teria ficado descontente com sua postura diante da lesão sofrida às vésperas da Copa do Mundo e avaliou que ele priorizou a seleção. Além disso, a expressão corporal de Brozovic nos treinos e nos jogos não era mais vista como ideal. A gota d'água aconteceu quando o croata tentou exigir do clube um valor que não estava acordado durante sua transferência ao Al-Nassr.

O que aumenta a segurança da Inter é a maneira como o time se virou bem sem Brozovic nesta temporada, diante de suas lesões. Nicolò Barella e Hakan Çalhanoglu foram pilares no meio-campo, enquanto Henrikh Mkhitaryan entrou bem quando necessário e deu conta do recado. Assim, o clube não procurará alguém necessariamente com as características do croata – Frattesi, por exemplo, é mais ofensivo. Brozovic ainda era vice-capitão dos interistas e usou mais vezes a braçadeira nesta temporada, depois que Samir Handanovic foi para o banco.

Os estrangeiros do Al-Nassr

No Al-Nassr, Brozovic será treinado por Luís Castro, recentemente contratado após sua saída do Botafogo. Já o elenco dos auriazuis mistura figuras da seleção da Arábia Saudita com algumas estrelas internacionais. Cristiano Ronaldo é o grande nome desde a última temporada. Também estão presentes no elenco David Ospina, Anderson Talisca e Pity Martínez. Brozovic oferece um pouco mais de equilíbrio ao time, que contou com os gols de CR7, mas perdeu forças na última edição do Campeonato Saudita e terminou com o vice-campeonato.

  • David Ospina, goleiro, Colômbia
  • Ghislain Konan, lateral, Costa do Marfim
  • Kim Jin-su, lateral, Coreia do Sul
  • Marcelo Brozovic, volante, Croácia
  • Talisca, meia, Brasil
  • Pity Martínez, meia, argentina
  • Cristiano Ronaldo, atacante, Portugal

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo