Ásia/Oceania

Quebra de recorde mundial: Al-Hilal, de Jorge Jesus, chega a 28 vitórias seguidas e avança na Champions

Equipe de Jorge Jesus ultrapassa o recorde do galês The New Saints, elimina rival e se torna clube com mais vitória consecutivas na história

A história foi escrita na tarde desta terça-feira (12). O Al-Hilal bateu o Al-Ittihad pelo placar de 2 a 0 e se tornou o único clube a somar 28 vitórias consecutivas no futebol, ultrapassando o recorde do The New Saints de País de Gales, detentor de 27 triunfos em 2016. De quebra, a equipe comandada por Jorge Jesus se classificou para a semifinal da Champions Asiática e vai enfrentar o Al-Ain, que nesta segunda-feira venceu o Al-Nassr nos pênaltis, após confronto épico que terminou com a vitória da equipe de Cristiano Ronaldo por 4 a 3 no tempo normal.

Nesta tarde, o Al-Hilal foi menos dominante do que no jogo de ida, porém soube jogar o clássico com inteligência, picotando o jogo no primeiro tempo e sendo letal nas chances que teve na segunda etapa. Mais uma vez o time comandado por Gallardo pecou pela falta de criatividade no meio-campo e teve em Romarinho, o único jogador mais lúcido em seu ataque.

Precisando de dois gols para levar a decisão no mínimo para a prorrogação, o time do Al-Ittihad fez pouco e acabou superada mais uma vez pelos comandados de Jorge Jesus.

Como foi a vitória do Al-Hilal sobre o Al-Ittihad

O primeiro tempo do encontro entre Al-Ittihad e Al-Hilal foi no mínimo sonolento para quem acompanhou. Os comandados de Jorge Jesus, na vantagem após o placar de 2 a 0 construído na ida, controlaram o primeiro tempo, mas pouco agrediram.

Do outro lado, o Al-Ittihad de Gallardo, apresentou as mesmas dificuldades de outros jogos desde que foi assumido pelo argentino. Falta de criatividade, muitos erros de passe e um nervosismo acima do normal, já que precisava de pelo menos dois gols para levar a decisão para a prorrogação, pouco para quem esperava por um jogo mais movimentado.

De melhor nos primeiros 45 minutos, só um chute de Romarinho da entrada da área, que acertou a trave esquerda do goleiro Al-Owais. Aliás, o ex-Corinthians foi o jogador mais insinuante na etapa inicial, sempre tentando o drible pela direita e dando trabalho a defesa do time do Al-Hilal.

Após se defender mais do que o habitual, o Al-Hilal se soltou mais no segundo tempo e o jogo ficou muito mais movimentado. Romarinho acertou uma pedrada de fora da área, obrigando o goleiro Al-Owais a fazer grande defesa. A resposta dos comandados de Jorge Jesus foi letal. Após linda triangulação pelo lado esquerdo, Al-Shahrani saiu na cara do goleiro Al-Mayouf e mandou para o fundo das redes aos 16 minutos.

O nervosismo foi tomando o time do Al-Ittihad, que passou a errar muito e não conseguiu mais criar nada para tentar ao menos o empate em casa. Mais do que isso, o Al-Hilal, foi se soltando mais no jogo, criando mais oportunidades e poderia ter aumentado ainda mais o marcador com Milinkovic-Savic que recebeu dentro da área, mas não conseguiu chutar para marcar o segundo.

Hamdallah em lance isolado no meio-campo, já nos acréscimos do segundo tempo, acabou se enrolando com Al-Bulayhi, que subiu em suas costas para tentar cabecear e foi ao chão. Irritado com a chegada do adversário, o atacante do Al-Ittihad perdeu o controle e colocou a mão no pescoço de seu marcador. O lance gerou uma confusão em campo e o centroavante acabou expulso, piorando ainda mais a situação do time de Gallardo.

Para selar a classificação para a semifinal da Champions Asiática e concretizar o recorde de maior invencibilidade na história do futebol, Mitrovic achou Malcom no costado da defesa do Al-Ittihad e o brasileiro mandou para o fundo do gol. Estava sacramentada a classificação do Al-Hilal, escrevendo o nome do clube na história do futebol.

Recorde e classificação na Champions Asiática é o prenúncio de uma hegemonia na Ásia?

O time de Jorge Jesus parece imbatível até este momento. Bem treinado, o time se alterna entre momentos de maior competitividade, como seu alto poder de marcação no primeiro tempo do jogo desta tarde, mas também sabe trabalhar e envolver com a bola no pé, como foi no gol de Al-Shahrani. A equipe do Al-Hilal chegou a incríveis 28 vitórias seguidas na temporada e tem tudo para aumentar ainda mais este número, já que em âmbito nacional e agora continental, não parece existir um adversário à altura do clube mais popular da Ásia neste momento.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo