Sul-Americana

São Paulo perde para a LDU, mas Lucas transforma noite tenebrosa em esperança

Depois de duas viradas históricas em sequência, o São Paulo terá de buscar o épico mais uma vez no Morumbi. Quis o destino que a equipe vivesse a sua pior atuação sob o comando de Dorival Júnior nesta quinta-feira (24), na altitude de 2,8 mil metros de Quito. Um irreconhecível Tricolor era presa fácil para uma LDU que podia ter goleado, mas não goleou. E aí, surgiu Lucas Moura para transformar uma noite tenebrosa em esperança. O camisa 7 marcou (de novo) um gol decisivo. A derrota por 2 a 1, no Estádio Casa Blanca, pelo jogo de ida das quartas de final da Sul-Americana, saiu barata. E o São Paulo saiu vivo.

Lucas, sempre ele, salva em uma noite tenebrosa

O primeiro tempo no Estádio Casa Blanca teve exatos 50 minutos. E foram exatos 50 minutos de futebol sem que o São Paulo desse um chute sequer a gol – muito menos, na direção do gol. O Tricolor não conseguiu respirar em campo, e isso não tem nada a ver com a altitude da capital equatoriana. É que a LDU encurralou a equipe de Dorival Júnior do início ao fim, a ponto de abrir 2 a 0 em apenas 25 minutos. E com um agravante: a vantagem de dois gols ficou barata por tudo que a equipe equatoriana criou em uma primeira etapa em que fulminou Rafael com 10 finalizações. Em resumo: a LDU entrou para jogar mata-mata, e o São Paulo parecia distante, como se pagasse o preço do desgaste de superar o Corinthians na Copa do Brasil, uma semana atrás.

O insinuante Jhojan Julio certamente causará pesadelos à defesa são-paulina após aprontar para cima de Rafinha, de Arboleda e de Beraldo na primeira etapa. Logo aos 2 minutos de partida, o meia recebeu na meia-lua e entrou na área como se estivesse desfilando, a passos calmos e seguros. Ele limpou os dois zagueiros com apenas um toque e deu mais uma cutucada na bola para encobrir Rafael. O goleiro tricolor, aliás, trabalhou bastante: fez ao menos três defesas para evitar o que se desenhava como uma goleada histórica. Mas ele não conseguiu impedir o 2 a 0, que veio aos 25 minutos. Contar um sistema defensivo atordoado, Ibarra recebeu livre na saída de Rafael para encobri-lo uma vez mais e marcar o segundo. Podia ficar pior? Podia. Beraldo ainda saiu de campo com uma lesão e preocupa para a sequência da temporada.

O São Paulo melhorou na segunda etapa, mas isso não é exatamente um mérito, após o desastre que foi a primeira etapa em Quito. Aos seis, depois de 56 minutos de futebol, Lucas Moura deu a primeira finalização da equipe na partida – para fora. Mas a LDU parecia mais perto do 3 a 0 do que de ver sua vantagem ser reduzida em casa. Aos 11, Ibarra cruzou na cabeça de Martínez, que obrigou Rafael a fazer grande defesa. Depois, aos 16, foi a vez de Guerrero subir para cabecear livre na pequena área e mandar para fora. O primeiro são-paulino a obrigar Domínguez a trabalhar foi Luciano, que entrou aos 16, e finalizou de fora da área dois minutos mais tarde.

Foi o ponto de partida para o São Paulo melhorar na partida. A equipe passou a ter volume ofensivo, com mais finalizações. Arboleda chegou a ter chance de cabeça, após cobrança de escanteio. Mas a verdade é que a LDU sempre rondou o gol de Rafael em busca do terceiro gol. O azar dos equatorianos é que o Tricolor tem Lucas Moura. Os donos da casa podiam ter construído goleada, perderam chance atrás de chance… E o camisa 7 precisou de apenas uma bola para transformar o que era uma noite tenebrosa em esperança. Aos 34, Luciano puxou contra-ataque pelo meio e deu passe perfeito para o atacante marcar o gol que deia o São Paulo muito vivo no mata-mata.

São Paulo precisa de (mais uma) virada

Após reverter desvantagens em duelos consecutivos no Morumbi com San Lorenzo, pela Sul-Americana, e Corinthians, pela Copa do Brasil, o São Paulo precisará de mais uma virada em casa, agora contra a LDU. O Tricolor terá de vencer o duelo da volta por 2 a 0 para avançar à semifinal, ou por um gol para levar a decisão aos pênaltis. As duas equipes voltam a se enfrentar às 19h (horário de Brasília), da próxima quinta-feira (31), no Morumbi.

Números de LDU 2 x 0 São Paulo – Sul-Americana

  • Posse de bola: LDU 46% x 54% São Paulo
  • Finalizações: LDU 19 x 5 São Paulo
  • Finalizações no gol: LDU 7 x 3 São Paulo
  • Gols: LDU – Julio (2) e Ibarra (25); São Paulo – Lucas Moura (80)
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo