Sul-Americana

Dorival diz que James assumiu responsabilidade por queda do São Paulo na Sul-Americana

Dorival cita "escorregão" e isenta James de culpa por eliminação do São Paulo na Sul-Americana

Até mesmo o tom de voz de Dorival Júnior entregou a frustração do São Paulo com a eliminação nos pênaltis para a LDU nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Na entrevista coletiva após a partida, o treinador afirmou que a atuação no duelo de ida, com derrota por 2 a 1 em Quito, custou a classificação e disse que James Rodríguez assumiu a responsabilidade após errar a sua cobrança. O técnico, porém, isentou o colombiano de culpa pela derrota por 5 a 4 nas penalidades.

O que disse Dorival:

  • revelou que James assumiu responsabilidade pela eliminação;
  • isentou o colombiano de “culpa” pelo pênalti errado;
  • disse que desempenho no jogo de ida custou classificação;
  • garantiu que eliminação não interfere na Copa do Brasil.

James assume responsabilidade

De imediato, Dorival revelou na entrevista que James tratou de assumir a responsabilidade da eliminação. O colombiano foi o responsável pelo único erro das cobranças de pênalti. Ele foi o segundo batedor da equipe. Em sua fala, o técnico ainda saiu em defesa do meia.

De acordo com ele, James acabou escorregando na hora de executar a cobrança. Dorival disse também que o meia entrou muito bem no segundo tempo. Inclusive, foi dele o passe para o gol de Arboleda no tempo normal.

– O James, que é um cara que bate muito bem, acabou escorregando. Para mim, deu impressão de que deu dois toques na bola. Entrou muito bem na partida, estava desempenhando ótimo papel. Assumiu no vestiário a responsabilidade. Estava muito triste, como todos nós estamos. Temos que levantar a cabeça e buscar nova condição. Não podemos parar – afirmou Dorival.

Atuação na ida decretou queda

Dorival ainda foi taxativo ao garantir que a eliminação ocorreu muito em função do desempenho no jogo de ida, em que o São Paulo perde por 2 a 1 para a LDU na altitude de Quito. Em sua análise, o treinador afirmou que o Tricolor até teve volume ofensivo para evitar as penalidades no Morumbi, mas também admitiu que a equipe já viveu atuações melhores.

– Temos consciência que o primeiro jogo, principalmente a primeira etapa acabou comprometendo nosso seguimento. Porém, hoje tivemos oportunidades para que pudéssemos ampliar o placar. Criamos, foi jogo dentro de uma expectativa grande, de uma ansiedade grande. Mesmo assim, tivemos tranquilidade de colocar a bola no chão. Em alguns outros, uma ansiedade natural. Já tivemos partidas em que criamos muito mais do que hoje. Mesmo assim, poderíamos ter definido a sorte da partida sem que levássemos para os pênaltis – disse o técnico.

Queda não interfere na Copa do Brasil

Minutos após a partida, Dorival Júnior entrou no gramado e teve uma conversa com os atletas já para juntar os cacos para a sequência da temporada. Em seu discurso aos atletas e também nos microfones, o treinador garantiu que o resultado desta quinta-feira não pode interferir na postura da equipe na final da Copa do Brasil.

–  A equipe se comportou bem, é natural que tenha enfrentando dificuldades. Tínhamos os melhores batedores. Tínhamos oito ou nove habituados a tudo isso. Infelizmente aconteceu. O papo ali foi tentando levantar, mostrando que foi circunstancial que tenha acontecido e que nao podemos levar isso para o domingo. Temos que entender que fizemos o nosso melhor. Talvez não tenha sido a sorte que esperávamos. Não tem o porquê de misturarmos as coisas. Teremos dois jogos decisivos. Se fizéssemos um grande resultado, não mudaríamos o nosso comportamento. Temos que produzir no nosso limite, que é esse o caminho – garantiu o técnico.

Quando serão as finais?

São Paulo e Flamengo se enfrentam no jogo de ida da final da Copa do Brasil no dia 17 de setembro, às 16h, no Maracanã. A grande decisão está marcada para o domingo seguinte, dia 24, no Morumbi, também às 16h. Antes, porém, o Tricolor volta a campo já no próximo domingo (3), às 20h30 (horário de Brasília), para enfrentar o Coritiba no Morumbi, pelo Brasileirão.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo