Libertadores

Couto Pereira não é Arena do Grêmio, mas Tricolor deverá se sentir em casa em Curitiba

Com muitos gaúchos e gremistas no Paraná, mais de 20 mil ingressos foram vendidos para o jogo entre Grêmio e The Strongest

Depois de quase um mês sem atuar por conta das enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, o Grêmio volta a campo nesta quarta-feira (29), às 19h, contra o The Strongest, pela fase de grupos da Libertadores. Ainda que o prejuízo de não poder jogar na Arena do Grêmio seja grande, o Tricolor Gaúcho deve se sentir em casa no Couto Pereira, em Curitiba, onde mandará não somente a partida contra os bolivianos, mas também os próximos desafios como mandante pela competição continental e pelo Campeonato Brasileiro.

Conforme a última atualização do Grêmio, no final da tarde de terça-feira (28), 21 dos 32 mil ingressos colocados à disposição da torcida tricolor para o jogo contra o The Strongest já foram vendidos. A expectativa é de um público superior a 25 mil pessoas no Couto Pereira.

Gaúchos no Paraná e união com torcida do Coritiba favorecem boa presença de público

A boa perspectiva, além do caráter decisivo e simbólico do jogo, que marca a retomada do Grêmio após a tragédia climática no Rio Grande do Sul, passa pelo fato de existirem muitos gaúchos no Paraná. Exemplo disso foi a grande festa que 3.690 gremistas fizeram no último jogo no Couto Pereira, na vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, em 1º de novembro de 2023, pelo Campeonato Brasileiro.

Grêmio torcida Curitiba
Torcida gremista lotou o setor visitante do Couto Pereira no último jogo contra o Coritiba. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

É provável que muitos torcedores do Coritiba se somem aos gremistas no Couto Pereira. Nas redes sociais, o Coxa enfatizou a partida desta quarta-feira (29), que servirá como gesto de solidariedade aos gaúchos não só do ponto de vista esportivo, ao ceder seu estádio, mas também por meio de doações e reversão de parte da renda da partida às vítimas das enchentes. Além de tudo isso, as torcidas organizadas dos dois times — Império Alviverde e Geral do Grêmio — são aliadas.

Pepê destacou a importância da torcida gremista para a retomada

Em entrevista coletiva na última segunda-feira (27), na concentração do Grêmio em Curitiba, o volante Pepê frisou a importância da torcida gremista para essa retomada. E elogiou a escolha da sede por parte da direção do clube.

— Sabemos como somos fortes dentro de casa. O Grêmio em si é muito forte dentro de casa. A nossa Arena já ganhou muitos jogos para a gente por conta da nossa torcida. Infelizmente não tem previsão de quando vai voltar. Então eu gosto de ratificar, e frisar aqui que nossa torcida vai ser importantíssima, no Couto Pereira. O apoio deles, quem puder ir ajudar lá comparecendo vai ser muito importante. Porque agora a princípio vai ser nossa casa. […] Acho que a diretoria foi bem em relação a realmente colocar perto de Porto Alegre. Existem muitos gremistas aqui, a gente fica feliz — disse.

Jogadores do Grêmio já tiveram contato com a torcida no hotel em que estão concentrados em Curitiba

Os jogadores do Grêmio já puderam sentir o carinho da torcida tricolor no Paraná ao retornarem do último treinamento em preparação para enfrentar o The Strongest, no final da tarde de terça-feira (28). Cerca de 20 gremistas aguardavam na recepção do hotel em que a delegação está concentrada. O técnico Renato Portaluppi e diversos atletas pararam para autografar camisetas e posar para fotos.

Entre os torcedores, estavam duas crianças. Rafael, de 14 anos, que sonha em ser goleiro, é de Curitiba e assistirá seu time in loco pela primeira vez nesta quarta-feira (28). Ele iria à Arena do Grêmio para o jogo contra o Bahia, pelas quartas de final da Copa do Brasil de 2023, mas a ameaça de um ciclone extratropical em Porto Alegre adiou o tão aguardado momento.

— Agora, é aproveitar que eles estão aqui, né? — comemora Rafael, que gostaria de uma goleada do Grêmio contra o The Strongest, mas aposta em uma vitória por 2 a 0 sobre os bolivianos, que lideram o Grupo C da Libertadores.

Quem também verá o Grêmio in loco pela primeira vez é João Lucas, de 7 anos. Com sorriso de orelha a orelha por ter conseguido autógrafos de Villasanti e Cristaldo, ele aposta em vitória do Grêmio por 2 a 1, com gols justamente dos gringos — embora o paraguaio, suspenso, não possa atuar.

Na sexta-feira (31), o pequeno gremista diz que voltará ao hotel para tietar mais jogadores, já que o Tricolor Gaúcho permanecerá em Curitiba para o jogo contra o RB Bragantino, no sábado (1º), às 16h, pelo Campeonato Brasileiro.

Próximos jogos do Grêmio

  • Grêmio x The Strongest — Libertadores — quarta-feira, 29 de maio de 2024, às 19h (horário de Brasília), no Couto Pereira, em Curitiba, no Paraná;
  • Grêmio x RB Bragantino — Campeonato Brasileiro — sábado, 1º de junho de 2024, às 16h (horário de Brasília), no Couto Pereira, em Curitiba, no Paraná;
  • Huachipato x Grêmio — Libertadores — terça-feira, 4 de junho de 2024, às 21h (horário de Brasília), no CAP, em Talcahuano, no Chile.
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo