Libertadores

Pepê admite prejuízo por período sem jogar, mas não quer que tenham pena do Grêmio

Volante projetou a retomada dos jogos do Tricolor, que acontece nesta quarta (28), contra o The Strongest, pela Libertadores

Quase um mês depois de sua última partida oficial, o Grêmio volta a campo nesta quarta-feira (29), às 19h, em confronto decisivo com o The Strongest, pela fase de grupos da Libertadores, no Couto Pereira, em Curitiba. Já na capital paranaense, na noite de segunda-feira (27), o volante Pepê concedeu entrevista coletiva em que admitiu que a pausa, forçada pelas enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul, prejudica o Tricolor Gaúcho.

— Durante esse período em que a gente ficou parado os outros clubes não pararam. Esperamos o que iria acontecer, e de fato, como o professor Renato falou, a direção, acho que todo mundo já sabe que a gente já foi prejudicado. Mas agora a gente precisa correr atrás, não se lamentar mais, porque agora temos jogos importantes pela frente — afirmou.

Pepê não quer que vejam Grêmio como vítima

Além de não atuar desde o empate em 0 a 0 com o Operário, em Ponta Grossa (PR), pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, no dia 30 de abril, o elenco do Grêmio ficou duas semanas sem treinar. Assim como a Arena, o CT Luiz Carvalho também ficou alagado. Entretanto, Pepê não quer se limitar a um discurso vitimista.

É tentar recuperar isso o mais rápido possível. Não é hora de lamentar. Não quero que fiquem achando que a gente é vítima, que tenham pena da gente. É verdade que fomos prejudicados. Mas quarta-feira tem jogo, vamos jogar dentro de casa, no caso no Couto Pereira. Vamos para ganhar o jogo. Lógico que a parte física do nosso grupo não está como a dos outros, mas isso a gente pega em poucos dias, se Deus quiser, para que volte ao normal.

Pepê ressalta importância da torcida gremista, mesmo em Curitiba

Além da falta de ritmo de jogo, outro desafio para o Grêmio será jogar sempre longe da Arena. Em entrevista coletiva na última sexta-feira (24), o presidente gremista, Alberto Guerra, admitiu a possibilidade do Tricolor Gaúcho não jogar mais em sua casa, em Porto Alegre, devido aos estragos causados fortes chuvas.

A escolha de Curitiba para sediar os próximos jogos do Grêmio passou, além da questão logística, pela relativa proximidade com Porto Alegre, e pelo fato do Paraná contar com muitos gaúchos, e, por consequência, gremistas.

Além do The Strongest, o Tricolor Gaúcho também enfrenta RB Bragantino, pelo Campeonato Brasileiro, e Estudiantes, pela Libertadores, no Couto Pereira.

Pepê fez questão de convocar esses torcedores para apoiarem o time nessa sequência de partidas.

— Sabemos como somos fortes dentro de casa. O Grêmio em si é muito forte dentro de casa. A nossa Arena já ganhou muitos jogos para a gente por conta da nossa torcida. Infelizmente não tem previsão de quando vai voltar. Então eu gosto de ratificar, e frisar aqui que nossa torcida vai ser importantíssima, no Couto Pereira. O apoio deles, quem puder ir ajudar lá comparecendo vai ser muito importante. Porque agora a princípio vai ser nossa casa. […] Acho que a diretoria foi bem em relação a realmente colocar perto de Porto Alegre. Existem muitos gremistas aqui, a gente fica feliz — disse.

Conforme a última atualização do Grêmio, divulgada na tarde de segunda-feira (27), 18.500 ingressos já foram comercializados. A expectativa é que a carga total, de 32 mil entradas, seja esgotada. Além da saudade da equipe, a torcida gremista parece entender a relevância de jogo, já que o Tricolor Gáucho é o lanterna do Grupo C da Libertadores, com três pontos em três jogos, e precisa da vitória para seguir forte na briga pela classificação para as oitavas de final.

Próximos jogos do Grêmio

  • Grêmio x The Strongest — Libertadores — quarta-feira, 29 de maio de 2024, às 19h (horário de Brasília), no Couto Pereira, em Curitiba, no Paraná;
  • Grêmio x RB Bragantino — Campeonato Brasileiro — sábado, 1º de junho de 2024, às 16h (horário de Brasília), no Couto Pereira, em Curitiba, no Paraná;
  • Huachipato x Grêmio — Libertadores — terça-feira, 4 de junho de 2024, às 21h (horário de Brasília), no CAP, em Talcahuano, no Chile.

 

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo