Alemanha

Após acumular negativas e frustrações, Bayern cogita manter Thomas Tuchel

Oliver Glasner, do Crystal Palace, foi o último “não” recebido pela diretoria do Bayern de Munique, que pensa em dar um voto de confiança em Thomas Tuchel

Perdido dentro e fora de campo: este é o Bayern de Munique versão 2023/24. Como se não bastassem as derrotas, eliminações e temporada sem títulos, o clube bávaro vem passando vergonha também nos bastidores. Em busca de um novo técnico, o Gigante da Baviera acumulou mais uma negativa nesta segunda-feira (13). Oliver Glasner, do Crystal Palace, foi o último nome tentado pela diretoria alemã, mas logo descartado. Segundo o jornal Bild, o time inglês pediu 100 milhões de euros (R$ 554 milhões) para liberar o profissional e assustou o Bayern, que pulou fora das tratativas.

Após amargar mais um “não” no mercado de treinadores, o Bayern de Munique cogita fazer algo que parecia impossível semanas atrás: manter Thomas Tuchel para 2024/25. No final de fevereiro, o clube havia comunicado que o técnico de 50 anos deixaria o comando da equipe ao término da temporada. Contudo, em virtude das dificuldades na procura de um novo nome, Tuchel pode ganhar uma sobrevida no Gigante da Baviera. A informação também é do Bild.

Por que as negociações com Glasner não avançaram?

Como citado acima, a alta pedida do Crystal Palace afugentou o interesse do Bayern de Munique em Oliver Glasner. Mais do que isso, o técnico austríaco está motivado no comando dos Eagles e planeja seguir à frente da equipe londrina para próxima temporada, de acordo com a Sky Sports. Com contrato até junho de 2026, o treinador vem fazendo bom trabalho no clube inglês e conquistou rapidamente a simpatia e carinho dos torcedores locais.

Quais treinadores já recusaram o Bayern?

Xabi Alonso, técnico sensação e campeão alemão pelo Bayer Leverkusen, era o plano A da diretoria bávara. O ex-volante passou a ser sondado por diversos clubes importantes do futebol europeu, entretanto, recusou todos os convites e decidiu permanecer onde está. Posteriormente, o Gigante da Baviera tentou o retorno de Julian Nagelsmann, atualmente na Seleção Alemã. Também sem sucesso. Em abril, o jovem treinador renovou com a tetracampeã mundial até 2026 e frustrou os planos do time de Munique.

Antes de ir atrás de Glasner, o Bayern conversou com Ralf Rangnick. Herbert Hainer, presidente bávaro, chegou a indicar tratativas avançadas. Todavia, o experiente técnico de 65 anos também disse ‘não’ e optou por seguir à frente da Seleção Austríaca.

Qual o próximo nome na mira do Bayern?

Apesar de considerar a permanência de Thomas Tuchel, o Bayern de Munique, ao que tudo indica, não desistiu da busca por um novo comandante. E segundo a imprensa alemã, o próximo nome da lista bávara é Hansi Flick. Desempregado desde setembro de 2023, quando deixou o comando da Seleção Alemã, o treinador de 59 anos dirigiu o Gigante da Baviera de novembro de 2019 a junho de 2021, com direito à tríplice coroa (Bundesliga, Copa da Alemanha e Champions League) na temporada 2019/2020.

Situação atual de Thomas Tuchel

Além das frustrações no mercado de treinadores, outro fator que faz os diretores do Bayern de Munique pensarem na manutenção de Thomas Tuchel no cargo é a boa relação do técnico com alguns líderes do elenco, que desejam sua permanência. Vale destacar que o vínculo do ex-Chelsea com o Gigante da Baviera vai até junho de 2025, logo, a rescisão de contrato não foi paga, uma vez que o treinador segue à frente da equipe. Ou seja, contratualmente, mantê-lo não seria um problema.

Max Eberl, atual diretor de futebol do Bayern, seria favorável à permanência de Tuchel. No entanto, o ‘acordo’ pela demissão do treinador foi feito antes de sua chegada, em fevereiro deste ano, quando a antiga diretoria ainda comandava o clube.

No atual cenário, dúvidas e incertezas pairam sobre o ar, e ninguém sabe quem será o técnico do maior clube da Alemanha em 2024/25.

Números de Tuchel no Bayern

  • 60 jogos
  • 37 vitórias
  • 8 empates
  • 15 derrotas
  • 140 gols marcados
  • 76 gols sofridos
  • 1 título conquistado (Bundesliga 2022/23)
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo