Depois de um filme chapa branca, escândalo da Fifa terá longa produzido pelo Batman

Se prepare, Fifa, porque o Batman está vindo para te pegar. Bom, ao menos o ator que o interpretará no cinema, em Batman vs. Superman: A Origem da Justiça. Ben Affleck irá produzir um filme sobre o Fifagate, o escândalo que derrubou diversos dirigentes da entidade máxima do futebol, segundo o Hollywood Reporter. O longa será dirigido por Gavin O’Connor, que exerceu a função em “Guerreiro”, e contará a história de Chuck Blazer, o principal delator do escândalo, que é americano.

LEIA TAMBÉM: Entenda por que os Estados Unidos foram responsáveis pela prisão de dirigentes da Fifa

Depois de oito dias de negociação, a Warner Bros venceu uma disputa acirrada pelos direitos de fazer um filme do livro “House of Deceit”, escrito por Ken Bensinger, repórter investigativo do BuzzFeed e indicado ao prêmio Pullitzer, que tem sido tratado como uma história reveladora sobre Chuck Blazer. Ben Affleck foi um dos trunfos para levar o futuro longa metragem para a Warner. Guymon Casady, produtor de Game of Thrones, e Darin Friedman, que produziu “Tempo de crescer”, também farão parte da equipe do filme. O roteirista do filme será Anthony Tambakis, que trabalhou com O’Connor em “Guerreiro”.

O filme contará como Chuck Blazer deixou de ser um desempregado, pai de filhos que jogavam futebol, para membro do Comitê Executivo da Fifa, que decide os rumos do futebol mundial – incluindo as sedes das Copas do Mundo. O livro contará como Blazer foi pego por dois agentes federais, um funcionário da IRS (Internal Revenue Service, equivalente à Receita Federal americana) e a procuradora Loretta Lynch, que se tornaria procuradora-geral dos Estados Unidos mais tarde e chefiaria a operação que prendeu dirigentes da Fifa na Suíça.

Ken Bensinger, o autor do livro, deixou o Los Angeles Times para o BuzzFeed, site que é muito conhecido por seus títulos caça-cliques e suas listas feitas para viralizar. O repórter, que já tinha um histórico de boas matérias, mostrou a que veio em junho de 2014, pouco depois de chegar ao novo emprego. Bensinger escreveu a reportagem “Sr. Dez Porcento: O homem que construiu – e deu um calote – no futebol dos Estados Unidos (em inglês)”, que teve grande repercussão. A partir daí, o repórter negociou o contrato de um livro sobre o assunto, que acabou se concretizando.

LEIA TAMBÉM: Primeiro depoimento de Blazer respinga na Copa 1998, última da gestão Havelange

Tudo isso cria muita expectativa sobre um filme que conte, de fato, o que acontece na Fifa. “United Passions”, filme sobre a Fifa e patrocinado, em grande parte, pela própria entidade, foi o maior fracasso da história do cinema dos Estados Unidos e recebeu críticas maravilhosas. E olha que a premiere mundial já tinha sido um desastre. Arrecadou apenas US$ 918 em 10 cinemas antes de ser retirado das salas pela distribuidora. Desta vez, com toda essa equipe que está trabalhando na produção do filme do Fifagate, e com o Batman ao seu lado, tem tudo para ser muito, mas muito melhor.

CONFIRA A COBERTURA DO FIFAGATE

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo