Mundo

Não que seja uma surpresa, mas o filme da Fifa é um fracasso de bilheteria

Filme sobre política não é para todos os gostos, mas consegue ter aquelas cenas que prendem o interesse do espectador comum se for bem feito, com cenas de traição e corrupção por trás das cortinas, ou se falar de momentos importantes de um país. Mas quando ele é sobre a Fifa, e a própria entidade aprova o roteiro e banca a produção, fica muito difícil convencer as pessoas a gastarem seus preciosos minutos em uma sala de cinema. O resultado: o United Passions, que conta a história de Jules Rimet a Joseph Blatter, foi lançado em Cannes, no último mês de maio, e já é um fracasso de bilheteria.

LEIA MAIS: O que Pulp Fiction e Obelix têm a ver com a Fifa?

Segundo reportagem da Associated Press, uma exibição única em Zurique, cidade-sede da Fifa, recebeu 120 pessoas em uma sala com capacidade para 500. Cada uma delas pagou aproximadamente R$ 55 (!) por ingresso, o que dá R$ 6 mil no total. Isso leva a bilheteria mundial do filme a algo entre R$ 360 mil e R$ 480 mil segundo a empresa Rentrak, que analisa dados da indústria cinematográfica. E sabe quanto a entidade desembolsou para realizar essa obra prima? R$ 65 milhões.

Desde a estreia em Cannes, a Suíça foi apenas o sétimo país que aceitou o filme em seus cinemas. A ideia era aproveitar a Copa do Mundo para atrair interesse, mas apenas a Ucrânia exibiu antes do pontapé inicial do torneio e os distribuidores brasileiros simplesmente recusaram a oportunidade. A mesma coisa aconteceu na França, terra natal de Gerard Depardieu, um dos atores principais no papel de Jules Rimet. Saiu direto em DVD.

Aliás, não coloquem a culpa no elenco que, além de Depardieu, tem Sam Neill representando João Havelange e Tim Roth no papel de Joseph Blatter. São três atores consagrados. O problema, segundo a AP, foi mesmo o roteiro, que coloca muitas cenas de reuniões, sem tensão, escândalos ou ação para conquistar a atenção do espectador. Culpa Havelange pela corrupção e mostra Blatter como o inocente trabalhador que fez a Fifa crescer. Sem contar os clichês de “futebol bonito”, “mais que um jogo” e aquela chatice toda.

E se você não acredita na avaliação do jornalista, vamos reforçá-la com a opinião dos espectadores. No site IMDB, uma espécie de bíblia dos apaixonados por cinema, 712 pessoas avaliaram o filme de 0 a 10. A média de United Passions é 3,2. Quem diria que um filme chapa branca sobre a Fifa seria um desastre de arrecadação e crítica?

Você também pode se interessar por:

>>>> Pelo trailer, não dá muita vontade de reservar ingresso para o filme da Fifa

 

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.