Mundo

Atenção, Fluminense: estreia no Al-Ittihad prova que Marcelo Gallardo vai ter trabalho até Mundial de Clubes

Em sua primeira partida na Arábia Saudita, Marcelo Gallardo percebeu que precisa fazer ajustes no Al-Ittihad antes do Mundial

Nesta sexta-feira (24), o Al-Ettifaq empatou com o Al-Ittihad por 1 x 1, Estádio Abdullah Al Dabil, em Dammam, pela 14ª rodada da Saudi Pro League. O resultado na estreia de Marcelo Gallardo nos Tigres provou que o técnico argentino vai ter trabalho até o Mundial de Clubes.

Anunciado no último sábado (18), Gallardo chegou à Arábia Saudita sob grande expectativa, pois fez história no River Plate. Foram oito temporadas seguidas no comando do gigante argentino, onde conquistou 14 títulos, incluindo a Libertadores. Após não achar um projeto interessante na Europa, o treinador foi escolhido pelo Al-Ittihad para substituir Nuno Espírito Santo, que foi campeão da última Liga Saudita, mas não começou bem nesta temproada e acabou se desentendo com Karim Benzema.

O técnico argentino topou assumir o comando dos Tigres para se tornar o terceiro técnico mais bem pago do mundo. Segundo o Lance!, os salários anuais giram em torno de € 18 milhões (cerca de R$ 96,2 milhões). O empate contra a equipe de Steven Gerrard deixou o Al-Ittihad na 5ª posição da Saudi Pro League com 25 pontos, 10 a menos que o líder Al-Hilal, que ainda joga na rodada. Já o Al-Ettifaq ficou na 7ª colocação com 23 pontos.

Com pouco tempo de trabalho, Marcelo Gallardo ainda não viu seu time com sua cara, que é marcada pelo jogo propositivo, de marcação alta e muitos gols. Na verdade, as linhas de marcação foram baixas, com muita lentidão na transição ofensiva. Isso mostra que o técnico precisa fazer ajustes até o Mundial de Clubes.

A estreia no torneio da Fifa acontece no dia 12 de dezembro, contra o Auckland City. Caso os Tigres passem pelos neozelandeses, enfrentam o Al-Ahly, do Egito. O vencedor do confronto encontra o Fluminense na semifinal do Mundial de Clubes. E com certeza a comissão técnica de Fernando Diniz estava de olho na estreia do argentino na Arábia Saudita.

Como foi a partida entre Al-Ettifaq x Al-Ittihad

Os primeiros 15 minutos foram de bastante estudo, tanto por parte do Al-Ettifaq, quanto pelo Al-Ittihad. A primeira grande chance de gol aconteceu dois minutos depois, quando Igor Coronado cobrou uma falta lateral em direção à grande área da equipe de Steven Gerrard. Benzema cabeceou com perigo, obrigando Paulo Victor a fazer boa defesa. Só que a bola ficou rolando perto da linha do gol, com a zaga salvando um possível gol do time de Gallardo.

Aos 25 minutos da etapa inicial, a resposta do Al-Ettifaq veio com Wijnaldum, que recebeu belo passe de Henderson pelo meio, próximo à entrada da área, e chutou na rede pelo lado de fora. A equipe de Gerrard quase inaugurou o marcador em cobrança de falta lateral com o camisa 10 inglês. A batida no primeiro pau encontrou um desvio para o outro lado da área. O segundo cabeceio explodiu no travessão.

O Al-Ittihad voltou ao ataque com seu camisa 10 brasileiro. Coronado roubou a bola no meio-campo e driblou três marcadores até a entrada da grande área. Ele finalizou colocado. Só que o inevitável aconteceu três minutos depois, quando o Al-Ettifaq finalmente balançou as redes.

Em mais um cruzamento, dessa vez com Henderson pelo lado direito, Grohe defende um cabeceio debaixo para cima. Só que o rebote sobra livre para Wijnaldum, que só tem o trabalho de chutar para o gol vazio. Com a ida para o intervalo, Marcelo Gallardo orientou o Al-Ittihad para evitar a derrota.

Técnico estreante garante empate na Liga Saudita

Logo aos oito minutos do 2º tempo, a zaga de Steven Gerrard bobeou, já que um passe na fogueira foi interceptado por Fabinho. O volante brasileiro entregou a bola para Hamdallah, livre dentro da grande área. O camisa 99 dos Tigre bateu com o estilo para garantir o empate.

O Al-Ettifaq não queria somar apenas um ponto na Liga Saudita jogando em casa. Aos 16 minutos da etapa final, foi a vez de Fabinho sofrer uma roubada de bola de Henderson. O capitão inglês passou para Gray limpar os marcadores e mandar um verdadeiro petardo de perna esquerda. Contudo, a finalização passou por cima do gol.

Aos 24 minutos, o jamaicano abriu espaço para a finalização perto da meia-lua e bateu forte de direita, mas o chute passou tirando tinta da trave. Apesar da pressão, o Al-Ittihad conseguiu segurar o empate. Agora, Gallardo espera implementar sua filosofia de jogo através dos treinamentos para ter tempo de melhorar a equipe antes do Mundial.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo o futebol. Por mais redundante que seja, ama escrever sobre o que é apaixonado, ficando de olho em tudo o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo