Mundial de Clubes

Fluminense usa Data Fifa como descanso providencial para maratona do Mundial de Clubes

Sem Fernando Diniz, Fluminense usa Data Fifa para descansar time campeão da Libertadores e compensar férias antes do Mundial de Clubes

Os dias parados no CT Carlos Castilho não são à toa. Campeão da Libertadores e classificado ao Mundial de Clubes, o Fluminense usa a Data Fifa como descanso. O período que tira do clube até seu treinador, Fernando Diniz, também comandante da Seleção, será utilizado para recuperar fisicamente os atletas entre maratonas.

Depois de toda a carga emocional e física que envolveu a final da Libertadores, o Flu precisava mesmo descansar. E não à toa, o elenco profissional recebeu cinco dias de folga.

Uma prova disso foi a situação de Germán Cano, grande destaque do Fluminense na campanha do título. Sem perder muitos jogos na temporada mesmo aos 35 anos, o argentino não aguentou as dores nos dias seguintes à conquista. Esgotado, o ídolo tricolor recebeu o descanso merecido.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por German Cano (@germancano14)

Outro jogador que se dedicou muito para estar na final foi Felipe Melo. Atuando com dores no joelho neste segundo semestre, o zagueiro teve seus momentos de recuperação, mas, por outro lado, faz questão de trabalhar pesado mesmo na folga. Tudo, claro, com autorização e concordância do clube.

Fluminense terá maratona no Mundial de Clubes

Ainda que estreie na semifinal do Mundial de Clubes, no dia 18 de dezembro, no King Abdullah Sports City, em Jeddah, na Arábia Saudita, o Fluminense terá uma maratona pela frente para disputar o torneio.

O Flu terá ainda mais cinco partidas pelo Campeonato Brasileiro até o dia 6 de dezembro, quando a competição se encerra. O elenco terá alguns dias de descanso também neste período antes de embarcar para o Oriente Médio.

Por lá, na melhor das hipóteses, serão dois jogos em apenas quatro dias. A grande final do Mundial de Clubes é no dia 22 de dezembro.

Veja os clubes confirmados no Mundial de Clubes

  • Manchester City (Inglaterra), Campeão da Liga dos Campeões da Europa;
  • Fluminense (Brasil), Campeão da Libertadores da América;
  • Al-Ahly (Egito), Campeão da Liga dos Campeões da África;
  • Al-Ittihad (Arábia Saudita), Campeão do Campeonato Saudita (país-sede);
  • Auckland City (Nova Zelândia), Campeão da Liga dos Campeões da Oceania;
  • Urawa Reds (Japão), Campeão da Liga dos Campeões da Ásia;
  • Club León (México), Campeão da Concachampions.

Diniz e Fluminense compensam férias por Mundial de Clubes

O Fluminense utiliza a data Fifa, também por conta da ausência de Fernando Diniz, para compensar o elenco por dias a menos de férias. Como o Mundial de Clubes será em dezembro, como de costume, o Tricolor precisará modificar os acordos com os atletas.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Fluminense F.C. (@fluminensefc)

Isso, claro, não foi problema. Os jogadores terão dias de descanso em novembro e dezembro, antes do Mundial, e também no retorno. Ainda que a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) não tenha anunciado datas do Campeonato Carioca, é sabido que o Flu ampliará o período dos jogadores fora do CT Carlos Castilho.

Nesse sentido, a data Fifa veio em boa hora.

Veja a tabela do Mundial de Clubes de 2023

 

Primeira fase

  • Al Ittihad-SAU x Auckland City-NZL – 12/12 (terça-feira) – 15h (de Brasília)

Quartas de final

  1. León-MEX x Urawa Reds-JAP – 15/12 (sexta-feira) – 11h30 (de Brasília)
  2. Al Ahly-EGT x Vencedor primeira fase – 15/12 (sexta-feira) – 15h (de Brasília)

Semifinais

  1. Fluminense x Vencedor das Quartas de Final 2 – 18/12 (segunda-feira) – 15h (de Brasília)
  2. Vencedor das Quartas de Final 1 x Manchester City-ING – 19/12 (terça-feira) – 15h (de Brasília)

Decisão do terceiro lugar

  • Perdedor da semifinal 1 x Perdedor da semifinal – 22/12 (sexta-feira) – 11h30 (de Brasília)

Final

  • Vencedor da semifinal 1 x Vencedor da semifinal 2 – 22/12 (sexta-feira) – 15h (de Brasília)
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo