Leste Europeu

[Vídeo] A torcida do Olympiacos preparou um lindo tributo nos 35 anos de sua maior tragédia

Há exatos 35 anos, o futebol grego viveu a sua maior tragédia. Aquele 8 de fevereiro de 1981 deveria ser lembrado com júbilo pela torcida do Olympiacos. Afinal, os alvirrubros golearam o rival AEK Atenas por 6 a 0. Entretanto, quando os anfitriões deixavam as arquibancadas do Estádio Karaiskakis para comemorar a vitória no clássico, o desastre aconteceu no Portão 7: em meio à pressa para sair do estádio, uma tumulto por causa do portão parcialmente fechado causou o pisoteamento de dezenas de pessoas. Foram 21 vítimas, além de 55 feridos.

O Estádio Karaiskakis mantém um memorial para os mortos, assim como no setor próximo ao portão algumas cadeiras negras formam o número sete. E, neste domingo, o Olympiacos aproveitou o aniversário do desastre para relembrar as vítimas. Os jogadores levaram flores ao memorial, enquanto uma faixa com os rotos dos falecidos foi estendida atrás de um dos gols. Além disso, antes do início da partida, a torcida preparou um mosaico negro, com a data da tragédia. Do lado de fora do estádio, ainda houve uma cerimônia em respeito ao passado.

E, em campo, o Olympiacos fez jus à ocasião, conquistando mais uma vitória no Campeonato Grego. Os alvirrubros derrotaram os rivais do PAOK por 1 a 0, gol de Elabdellaoui. Com 20 vitórias e um empate em 21 rodadas, o clube de Pireu lidera com 19 pontos de vantagem e parte para o seu 18º título da liga nos últimos 21 anos.

olympiacos1

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo