Leste Europeu

Rússia recomenda uísque para combater “gripe suína”

O Ministério de Saúde da Rússia recomendou aos torcedores do país que não viagem para Cardiff, no País de Gales, pelos riscos de contrair a “gripe suína” (AH1N1). Chefe do grupo de torcedores defendeu ainda o consumo de uísque para combater os sintomas da doença.

“Seria uma atitude extremamente desnecessária e inapropriada no momento de epidemia da gripe”, afirmou o chefe do serviço de saúde da Rússia, Gennady Onishchenko. “Iremos persuadir nosso compatriotas a não viajar para a Grã-Bretanha”.

Onishchenko defendeu que os ânimos exaltados no estádio podem ser perigosos para transmissão da doença. “As expressões de emoção por parte dos torcedores envolvidos nos gritos e comemorações intensos” são fatores que poderiam intensificar a transmissão no vírus, pela via aérea.

Os países se enfrentam no dia 9 de setembro, pela rodada do Grupo 4 das Eliminatórias da Copa.

“Recomendamos aos torcedores do futebol na Rússia que bebam uísque, isso pode prevenir os sintomas”, defendeu Alexander Shprygin, chefe da associação de torcedores do país.

Andrei Malosolov, porta-voz da federação russa, no entanto, considerou o alerta de Onishchenko relativo. “Acreditamos que o conselho de Onishchenko é útil, mas futebol é futebol. A seleção russa irá jogar uma partida crucial, e esperamos contar com o apoio da nossa torcida para vencer.”

A Alemanha lidera o Grupo 4 das Eliminatórias com 16 pontos em seis jogos, um à frente da Rússia. O País de Gales está em quarto lugar, com nove pontos em sete partidas.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo