Leste Europeu

Roberto Carlos foi alvo de insultos racistas contra Zenit

O lateral Roberto Carlos foi titular e capitão do Anzhi na derrota por 2 a 0 para o Zenit São Petersburgo, na segunda-feira, pela segunda rodada do Campeonato Russo. A partida, porém, ficou marcada pelos atos racistas da torcida do Zenit contra o jogador brasileiro.

O site russo Sport812 publicou nesta terça uma foto em que um torcedor de São Petersburgo oferece uma banana ao ex-jogador da Seleção Brasileira. Durante o jogo, porém, segundo alguns jornalistas que estiveram no estádio Petrovskiy, não houve cantos preconceituosos.

Roberto Carlos é insultado por torcedor do Zenit

A torcida do Zenit é conhecida por atitudes racistas, e mantém o seguinte lema: “Não há preto nas cores do Zenit”. As cores oficiais da equipe são azul e branco. Veladamente os dirigentes admitem que não contratam jogadores negros para evitar problemas com os torcedores.

A federação russa ameaçou os clubes do país, antes do início do Campeonato Russo, com punições de seis pontos, caso suas torcidas cometessem atos racistas. Até agora, porém, a entidade não se manifestou sobre o caso.

Roberto Carlos trocou o Corinthians pelo Anzhi no mês passado, após ser perseguido pelos torcedores do Corinthians depois que a equipe foi eliminada precocemente da Libertadores da América. Além dele, a equipe russa contratou também os brasileiros João Carlos (ex-Genk-BEL), Jucilei (ex-Corinthians) e Diego Tardelli (ex-Atlético Mineiro).

No início do ano, o Anzhi, uma equipe pequena da Rússia, foi comprada pelo bilionário Suleyman Kerimov, que passou a fazer grandes investimentos na equipe da região do Daguestão. Até agora no Campeonato Russo, o time soma apenas um ponto em duas rodadas e ainda não marcou um gol.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo