Leste Europeu

Hulk: “Precisava capitalizar com o bom momento, por isso vim ao Zenit”

Maior contratação da história do futebol russo, levado ao Zenit por € 55 milhões, Hulk comentou os motivos que o fizeram aceitar a transferência. O brasileiro declarou que não poderia desperdiçar o bom momento que vivia e decidiu capitalizar, aceitando também o desafio de atuar em um novo país e de disputar a Liga dos Campeões.

“Eu não mentirei, as pessoas sabem que eu sou um profissional e eu tinha que aproveitar o momento com a proposta financeira do Zenit. Queria um novo objetivo e estar em uma liga diferente. Recebi várias propostas de clubes da Itália, da Espanha e da Inglaterra, mas não chegamos a um acordo”, disse o atacante, em entrevista ao Euronews.

O brasileiro também falou sobre o imbróglio com outros jogadores em sua chegada ao Zenit: “Alguns jogadores não tiveram respeito por mim. Disseram algumas coisas em entrevistas que não deveriam ser ditas publicamente. Outros jogadores começaram a me julgar sem me conhecer. Pensavam que eu queria ser a estrela do time, o que não é verdade. Estou aqui para ajudar e ser ajudado”.

Hulk disputou 19 partidas em seus primeiros meses com o Zenit, somando seis gols e quatro assistências. O clube ocupa a terceira colocação no Campeonato Russo, cinco pontos atrás do líder CSKA Moscou, e enfrentará o Liverpool nos 16-avos de final da Liga Europa.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo