Leste Europeu

Guia do Campeonato Russo 2011/12

Após muita discussão, a federação russa (RFU) e os principais clubes do país optaram por adotar o calendário outono/primavera, praticado em toda Europa. Para tanto, uma temporada terá que ser sacrificada, e esta será a 2011/2012.

Neste sábado o 20º Campeonato Russo começa mais uma vez com 16 times que, no entanto, se enfrentarão em três turnos. Disputarão o tradicional turno e returno, com todos se enfrentando. Então, ao final dessa disputa, os oito primeiros colocados voltarão a jogar, desta vez para disputar o título, enquanto os demais farão o mesmo, mas lutando contra o rebaixamento – até novembro. Tudo para a temporada acabar somente em maio de 2012 e a adaptação ao calendário europeu ser concluída.

Mas esta, infelizmente, não será a única novidade. No início do ano, o Saturn anunciou que não participaria da primeira divisão, por conta de problemas financeiros. A vaga aberta, então, foi preenchida com uma virada de mesa da liga, que içou o Krasnodar, quinto colocado da segunda divisão, dada sua boa condição financeira.

De qualquer modo, o Campeonato Russo segue como um dos mais fortes da Europa. No momento, o país ocupa o sétimo lugar do ranking da Uefa, o que tiraria uma das vagas na fase de grupos da Liga dos Campeões, conquistada nas duas últimas temporadas pelos russos. Mas até isso ser decidido, muita bola ainda vai rolar. Enquanto isso, confira o guia da Trivela da Premier Liga russa, que conta com 20 brasileiros espalhados por seus clubes.

Legenda das transferências

Definitiva (Posição, time)
Empréstimo* (Posição, time)
Término do empréstimo# (Posição, time)

 

Amkar Perm

Nome do clube: Futbolny Klub Amkar Perm
Posição em 2010: 14º
Estádio: Zvezda (19.500 torcedores)
Cidade: Perm (1.001.653 habitantes)
Site oficial: www.amkar.ru
Principal jogador: Georgi Peev (M)
Fique de olho: Nikita Burmistrov (A)
Quem chegou: Maksim Shumailov# (G, Tyumen), Vasil Khamutowski-BLR (G, Tavriya Simferopol-UCR), Mikhail Makagonov# (D, Dynamo São Petersburgo), Samir Merzic-BOS (D, Slovakia Senica-ESL), Nikola Mijailovic-SER (D, Korona Kielce), Artyom Molodtsov (M, Saturn), Damir Sadikov# (A, Tyumen) e Predrag Mijic-SER (A, Partizan-SER).
Quem saiu: Igor Usminskiy (G, Krasnodar), Seiichiro Maki-JAP (A, sem clube), Miklós Gaál-HUN (A, Volga Nizhny Novgorod), Martin Kushev-BUL (A, Slavia Sofia-BUL), Yevgeni Sitnikov (D, sem clube), Artur Gadzaov (M, sem clube), Sergei Sinelnikov (G, sem clube), Nika Piliyev# (M, CSKA Moscou), Luka Zinko-ESL# (M, APOP Kinyras-CPR), Maksim Magurov (M, sem clube), Jean Carlos-BRA* (A, Anorthosis Famagusta-CPR) e Edin Junuzovic-CRO (A, Dynamo Bryansk).
Técnico: Rashid Rakhimov
Objetivo na temporada: evitar o rebaixamento

Nas últimas duas temporadas, o Amkar Perm lutou contra o rebaixamento na Rússia. Neste ano, o clube chegou a anunciar sua desistência em participar da primeira divisão, devido a problemas financeiros. Conseguiu apoio de empresas de siderurgia da região de Perm e se salvou, ao menos momentaneamente. Nesse cenário, é difícil imaginar que a luta da equipe não vá ser contra o descenso mais uma vez.

O competente técnico Rashid Rakhimov ganhou alguns reforços e perdeu outros jogadores, mas nada tão substancial para a evolução ou involução do time. Assim, mais uma vez, a responsabilidade recai nos pés do ótimo meia búlgaro Georgi Peev, que em 2010, mesmo sem tantas opções para passar, deu sete assistência na Premier Liga e ficou na segunda posição do ranking.

 

Anzhi Makhachkala

Nome do clube: Futbolny Klub Anzhi Makhachkala
Posição em 2010: 11º
Estádio: Dynamo (16.863 torcedores)
Cidade: Makhachkala (462.412 habitantes)
Site oficial: www.fc-anji.ru
Principal jogador: Roberto Carlos (D)
Fique de olho: Jucilei (M)
Quem chegou: Roberto Carlos-BRA (D, Corinthians-BRA), Benoît Angbwa-CAM (D, Saturn), Odil Ahmedov-UZB* (M, Pakhtakor Tashkent-UZB), João Carlos-BRA (D, Genk-BEL), Aleksei Ivanov (M, Saturn), Aleksandr Makarov (G, Saturn), Shamil Lakhiyalov (M, Krasnodar), Diego Tardelli-BRA (A, Atlético Mineiro-BRA), Jucilei-BRA (M, Corinthians-BRA) e Mbark Boussoufa-MAR (M, Anderlecht-BEL).
Quem saiu: Ilya Abayev (G, Volga Nizhny Novgorod), David Tsorayev (M, Kuban Krasnodar), Andrei Streltsov (M, Dynamo Bryansk), Nicolae Josan-MOL (M, sem clube), Dmitri Vasilyev (A, sem clube), Zurab Arziani-GEO (M, Dinamo Tbilisi-GEO), Giorgi Iluridze-GEO (A, sem clube), Shamil Burziyev (A, morreu em um acidente de carro), Igor Strelkov# (A, Krylia Sovetov), Otar Khizaneishvili-GEO (D, sem clube), Gocha Khojava-GEO (M, Volga Nizhny Novgorod) e Otar Martsvaladze-GEO (A, Volga Nizhny Novgorod).
Técnico: Gadzhi Gadzhiev
Objetivo na temporada: competições europeias

Antes mesmo de o campeonato começar, o Anzhi já virou a sensação da Premier Liga (sobre o clube, clique aqui http://trivela.com.br/Futebol.aspx?secao=15&id=22850). O bilionário Suleyman Kerimov, proprietário do time desde o início do ano, abriu os cofres e trouxe diversos reforços importantes, como os brasileiros Roberto Carlos (que já virou capitão), João Carlos, Jucilei e Diego Tardelli. Só que a vida da equipe, ao contrário do que a diretoria imagina, não será tão fácil assim.

O experiente técnico Gadzhi Gadzhiev terá muito trabalho para fazer com que o Anzhi faça uma boa temporada e alcance, pelo menos, as vagas europeias. Na última temporada, sempre esteve mais próximo do rebaixamento. Para conseguir algo além disso, precisará de uma rápida adaptação, principalmente, dos brasileiros. E se impor contra os grandes de Moscou.

 

CSKA Moscou

Nome do clube: Professionaly Futbolny Klub – Sportivny Klub Armi Moskva
Posição em 2010: vice-campeão
Estádio: Luzhniki (78.360 torcedores)
Cidade: Moscou (10.563.038 habitantes)
Site oficial: www.pfc-cska.com
Principal jogador: Vagner Love (A)
Fique de olho: Georgi Schennikov (D)
Quem chegou: Aleksandrs Cauna-LET* (M, Skonto-LET), Viktor Klimeev# (D, Nosta Novotroitsk), Maksim Potapov# (D, Astrakhan), Dmitri Protopopov# (D, Dynamo Stavropol), Stepan Ryabokon (D, Rotor Volgogrado), Viktor Vasin (D, Spartak Nalchik), Aleksandr Kudryavtsev# (M, Tyumen), Nika Piliyev# (M, Amkar Perm) e Dawid Janczyk-POL# (A, Germinal Beerschot-BEL).
Quem saiu: Aleksandr Stolyarenko* (M, Nizhny Novgorod), Uros Cosic-SER* (D, Estrela Vermelha-SER), Nika Dzalamidze-GEO# (M, Baia Zugdidi-GEO), Artur Nigmatullin* (G, Mordovia Saransk), Veniamin Mandrykin (G, aposentado), Evgeny Pomazan* (G, Spartak Nalchik), Anton Grigoryev (D, Alania Vladikavkaz), Andrei Vasyanovich* (D, Zhemchuzhina-Sochi), Anton Vlasov* (D, Gazovik Orenburg), Ricardo Jesus-BRA (A, Ponte Preta-BRA), Ouwo Moussa Maazou-NGR* (A, Monaco-FRA), Dmitri Ryzhov* (A, Mordovia Saransk) e Anton Zabolotny* (A, Ural Sverdlovsk).
Técnico: Leonid Slutsky
Objetivo na temporada: brigar pelo título

No banco de reservas, Leonid Slutsky parece um alucinado. No cargo desde 2009, após uma série de escolhas erradas da diretoria, o jovem treinador de 39 anos tem conseguido reerguer o CSKA Moscou. Não que o clube tenha se desmontado nos últimos anos, mas perdeu espaço para o Rubin Kazan, principalmente, como potência ao lado de Zenit e Spartak Moscou.

Com Slutsky, alguns jovens voltaram a ganhar oportunidades, como o ótimo lateral-esquerdo Georgi Schennikov. O meia Alan Dzagoev, apesar da má fase recente, também é outra aposta do CSKA para a temporada, assim como Zoran Tosic. Além disso, Vagner Love, após alguns meses no Brasil entre Palmeiras e Flamengo, voltou com tudo para a Rússia e é, mais uma vez, o dono do time. Após o vice-campeonato da última temporada, a expectativa é alta agora.

 

Dynamo Moscou

Nome do clube: Futbolny Klub Dynamo Moskva
Posição em 2010:
Estádio: Arena Khimki (20.000 torcedores)
Cidade: Moscou (10.563.038 habitantes)
Site oficial: www.fcdynamo.ru
Principal jogador: Igor Semshov (M)
Fique de olho: Aleksandr Kokorin (A)
Quem chegou: Aleksei Karasevich# (G, Nara-ShBFR Naro-Fominsk), Roman Khalanchuk (G, KUZBASS Kemerovo), Boris Rotenberg-FIN (D, Zenit São Petersburgo), Sergei Terekhov# (D, Khimki), Andrei Karyaka (M, Saturn), Zvjezdan Misimovic-BOS (M, Galatasaray-TUR), Aleksandr Sapeta (M, Saturn), Vladimir Sobolev (M, Saturn), Viktor Svezhov# (M, Tom Tomsk), Roman Yeremeyev (M, Akademiya Togliatti), Artur Yusupov# (M, Khimki), Roman Panin# (A, Irtysh Omsk) e Fyodor Smolov# (A, Feyenoord-HOL).
Quem saiu: Aleksei Rebko* (M, Rostov), Marcin Kowalczyk-POL* (D, Metalurh Donetsk-UCR), Dmitri Khokhlov (M, aposentado), Martin Jakubko-ESQ (A, Dukla Banská), Nikita Chicherin* (D, Sibir), Luis Aguiar-URU* (M, Peñarol-URU), Yuri Kirilov* (M, Krylia Sovetov), Nail Zamaliyev (M, Sheriff TiraspolMOL) e Tsvetan Genkov-BUL (Wisla Cracóvia-POL).
Técnico: Miodrag Bozovic
Objetivo na temporada: competições europeias

Está difícil para o Dynamo Moscou reencontrar seus melhores anos. Fora 2008, quando o clube conquistou o terceiro lugar, há 13 anos a tradicional equipe moscovita, 11 vezes campeã soviética, que revelou o lendário Lev Yashin e com uma torcida fiel (que neste ano frequentará as arquibancadas da Arena Khimki), não termina entre os três primeiros colocados. Ou seja, não luta pelo título.

Para esta temporada, a diretoria fez algumas apostas interessantes, como os meias Zvjezdan Misimovic e Andrei Karyaka, que ao lado de Igor Semshov tornam o meio do Dynamo bem forte ofensivamente. No ataque, espera-se que Kevin Kuraniy renda mais do que em 2010. Caberá ao bom treinador Miodrag Bozovic equilibrar todo o time e levá-lo novamente às competições europeias.

 

Krasnodar

Nome do clube: Futbolny Klub Krasnodar
Posição em 2010: 5º (segunda divisão)
Estádio: Kuban (31.654 torcedores)
Cidade: Krasnodar (646.175 habitantes)
Site oficial: www.fckrasnodar.ru
Principal jogador: Andrei Gorbanets (M)
Fique de olho: Ognjen Vranjes (D)
Quem chegou: Yevgeni Gorodov (G, Tom Tomsk), Igor Usminskiy (G, Amkar Perm), Dusan Andelkovic-SER (D, Rostov), Aleksandr Amisulashvili-GEO (D, Kayserispor-TUR), Victor Golovatenco-MOL (D, Kuban Krasnodar), Nemanja Tubic-SER (D, Karpaty Lviv-UCR), Ognjen Vranjes-BOS (D, Estrela Vermelha-SER), Márcio Abreu-POR (M, Chernomorets Burgas-BUL), Aleksei Arkhipov# (M, Shinnik), Nikola Drincic-MON (M, Spartak Moscou), Andrei Gorbanets (M, Rubin Kazan), Alyaksandr Kulchiy-BEL (M, Rostov), Dmitri Michkov (M, Tom Tomsk), Alexandr Erokhin (M, Sheriff Tiraspol-MOL), Joãozinho (M, Levski Sofia-BUL), Roman Vorobyov (M, Saturn) e Yura Movsisyan-ARM (A, Randers-DIN).
Quem saiu: Aleksei Botvinyev# (G, Saturn), Vladimir Leshonok (M, Yenisey Krasnoyarsk), Evgeni Kaleshin (D, Chernomorets Novorossiysk), Aleksandr Oleinik (A, Gazovik Orenburg), Yegor Tarakanov (D, Chernomorets Novorossiysk), Mikhail Bagayev (M, Spartak Nalchik), Roman Surnev (M, Yenisey Krasnoyarsk), Sergei Miroshnichenko (D, Khimki), Aleksandr Perov (G, sem clube), Nikolay Moskalenko (G, sem clube), Shamil Lakhiyalov (M, Anzhi Makhachkala), Denis Dorozhkin (A, Chernomorets Novorossiysk) e Nikita Zhdankin (A, Gazovik Orenburg).
Técnico: Slavoljub Muslin
Objetivo na temporada: evitar o rebaixamento

Virada de mesa. Essa é a marca do Krasnodar nesta temporada. Após a desistência do Saturn em disputar a primeira divisão por problemas financeiros, a direção da Premier Liga içou o clube, quinto colocado na segunda divisão, direto para a elite. Graças ao poderio financeiro do bilionário Sergey Galitsky, proprietário da maior rede de supermercados do país, que “deu” segurança aos dirigentes para levar o clube.

O clube, então, investiu em muitos reforços, e alguns de muita qualidade, como o meia Andrei Gorbanets, que deixou o Rubin Kazan. Trouxe, também, para o comando o experiente técnico sérvio Slavoljub Muslim, com passagens por Lokomotiv Moscou e Khimki. Apesar disso, o principal obtivo do clube, fundado em 2007, é permanecer na Premier Liga na próxima temporada.

 

Krylya Sovetov

Nome do clube: Professionaly Futbolny Klub Krylya Sovetov Samara
Posição em 2010: 13º
Estádio: Metallurg (33.001 pessoas)
Cidade: Samara (1.157.880 habitantes)
Site oficial: www.kc-camapa.ru
Principal jogador: Ivan Taranov (D)
Fique de olho: Oleg Shalayev (M)
Quem chegou: Anton Sosnin (M, Zenit São Petersburgo), Raïs M'Bolhi-AGL (G, Slavia Sofia-BUL), David Yurchenko# (G, Volgar-Gazprom Astrakhan), Basel Abdoulfattakh (D, Zenit São Petersburgo), Vladimir Drukovskiy# (D, Irtysh Omsk), Steeve Joseph-Reinette-FRA (D, Slavia Sofia-BUL), Aleksandr Khramov# (D, Gornyak Uchaly), Dmitry Molosh-BLR (D, Sibir Novosibirsk), Roman Polovov# (D, Energiya Volzhsky), Yuri Kirillov* (M, Dynamo Moscou), Nejc Pecnik-ESL* (M, Nacional-POR), Volodymyr Priyomov-UCR (M, Oleksandria-UCR), Artur Rylov# (M, Spartak Nalchik), Oleg Shalayev (M, Spartak Nalchik) e Aleksei Popov# (A, Dnepr Smolensk).
Quem saiu: Vladimir Khozin (M, Torpedo Moscou), Leilton-BRA (D, Volga Nizhny Novgorod), Danil Gridnev (M, sem clube), Branimir Petrovic-SER (A, sem clube), Farkhod Vasiev-TAJ# (A, Saturn), Aleksandr Stavpets (A, Ural), Ruslan Adzhindzhal (M, Volga Nizhny Novgorod), Sergei Budylin (M, KAMAZ Naberezhnye Chelny), Eduardo Lobos-CHI (G, Unión Española-CHI), Krzysztof Lagiewka-POL (D, sem clube), Aleksandr Belozyorov (D, Volga Nizhny Novgorod), Danijel Majkic-BOS (M, Baltika Kaliningrado), Sergei Tkachyov (M, Metalist Kharkiv-UCR), Dragan Jelic-ESL# (A, Maribor-ESL), Pavel Yakovlev# (M, Spartak Moscou), Oleg Ivanov (M, Rostov), Syarhey Palitsevich-BLR (D, Dynamo Minsk-BUL), Evgeni Pesegov (M, Volgar-Gazprom Astrakhan), Aleksandr Alkhazov (A, sem clube) e Igor Strelkov (A, sem clube).
Técnico: Aleksandr Tarkhanov
Objetivo na temporada: evitar o rebaixamento

Em meio a uma crise financeira que chegou a ameaçar a participação do Krylya Sovetov nesta temporada do futebol russo, o clube viu uma debandada de seus principais jogadores e poucos reforços chegarem. Acordos financeiros foram feitos para salvar a equipe, que, no entanto, ficou bem fraca. Conhecido pela força de jogar em casa, há duas temporadas o Krylya vem caindo pelas tabelas, e agora é difícil imaginar que vá conseguir algo muito além da briga contra a queda.

No elenco sobraram poucos destaques, como o defensor Ivan Taranov, o que vai complicar ainda mais o trabalho do técnico Aleksandr Tarkhanov. Ele, ao menos, terá o talentoso Anton Sosnin no meio-campo, que foi contratado em definitivo junto ao Zenit. A vida, porém, não será fácil em Samara.

 

Kuban Krasnodar

Nome do clube: Futbolny Klub Kuban Krasnodar
Posição em 2010: campeão (segunda divisão)
Estádio: Kuban (31.654 torcedores)
Cidade: Krasnodar (646.175 habitantes)
Site oficial: www.fckuban.ru
Principal jogador: Sergei Davydov (M)
Fique de olho: Lacina Traoré (A)
Quem chegou: David Tsoraev (M, Anzhi Makhachkala), Artyom Fidler (M, Ural), Francisco Zuela-ANG# (D, PAOK-GRE), Ilya Maksimov (M, Nizhny Novgorod), Viktor Dmitrenko# (M, Zimbru Chisinau-MOL), Zelão-BRA (D, Saturn), Igor Paderin (M, Torpedo Vladimir), Dacian Varga-ROM* (M, Sportul Studentesc-ROM), Lacina Traoré-CMF (A, Cluj-ROM) e Marco Ureña-CRC (A, Alajuelense).
Quem saiu: Victor Golovatenco-MOL (D, Krasnodar), Anton Grigoryev# (D, CSKA Moscou), Anton Kiselyov (M, sem clube), Oleg Malyukov (D, sem clube), Maksim Shevchenko (M, sem clube), Vladislav Ignatyev# (M, Lokomotiv Moscou), Sreten Sretenovic-SER (D, Olimpija Ljubljana) e Azat Bairyyev* (M, Dynamo Bryansk).
Técnico: Dan Petrescu
Objetivo na temporada: evitar o rebaixamento

Desde 2003, quando estava na segunda divisão, o Kuban tem ficado na gangorra do Campeonato Russo. Naquele ano, conquistou o acesso e, desde então, sobe e desce alternadamente. Em 2010 ficou com o título da segundona, assim, nesta temporada, se o ritmo for mantido será rebaixado mais uma vez. Obviamente que isso não tem nada a ver, já que as equipes mudam e as situações são diferentes, mas o objetivo do clube, de qualquer modo, é evitar novo descenso.

Alguns bons reforços chegaram, como o atacante Lacina Traoré, que estava no Cluj, o zagueiro Zelão, outro que deixou o Saturn, e o meia romeno Dacian Varga, aposta do técnico (também romeno) Dan Petrescu. A base campeã foi mantida, então o entrosamento já está garantido. Agora, com o novo rival Krasnodar na primeira divisão também, há um motivo a mais para se manter na elite.

 

Lokomotiv Moscou

Nome do clube: Futbolny Klub Lokomotiv Moskva
Posição em 2010:
Estádio: Lokomotiv (28.800 torcedores)
Cidade: Moscou (10.563.038 habitantes)
Site oficial: www.fclm.ru
Principal jogador: Dmitri Sychev (A)
Fique de olho: Maicon (A)
Quem chegou: Anton Amelchenko-BLR (G, Rostov), Artem Gomelko-BLR# (G, Naftan Novopolotsk), Andrei Ivanov (D, Spartak Moscou), Ruslan Nakhushev (D, Saturn), Sergei Yefimov# (D, Dynamo Bryansk), Senijad Ibricic-BOS (M, Hajduk Split-CRO), Vladislav Ignatyev# (M, Kuban Krasnodar), Stanislav Ivanov# (M, Rostov), Nikita Lapin (M, Saturn), Viktor Lipin (M, Saturn), Baye Djiby Fall-SEN# (A, Molde-NOR), Aleksandr Marenich (A, Alania Vladikavkaz) e Aleksandr Minchenkov# (A, Dynamo Bryansk).
Quem saiu: Rodolfo-BRA* (D, Grêmio-BRA), Wágner-BRA (M, Gaziantepspor-TUR), Charles-BRA* (M, Santos-BRA), Dmitri Sennikov (D, sem clube), Dramane Traoré-MLI (A, Espérance-TUN), Aleksandr Krivoruchko (G, sem clube), Malkhaz Asatiani-GEO (D, sem clube), Marek Cech-TCH (G, Zhemchuzhina-Sochi), Maksim Belyayev* (D, Dynamo Bryansk), Oleksandr Aliyev-UCR (M, Dynamo Kiev), Kantemir Berkhamov (M, Spartak Nalchik), Aleksandr Pankovets (A, sem clube) e Artur Sarkisov* (A, Shinnik).
Técnico: Yuri Krasnozhan
Objetivo na temporada: competições europeias

Assim como o Dynamo Moscou, o Lokomotiv há muito tempo não consegue se colocar entre os postulantes ao título russo. Após a conquista de 2004, foi por duas vezes seguidas terceiro colocado e, desde então, o máximo que alcançou foi o quarto lugar há dois anos. Para esta temporada, as coisas só pioraram.

O técnico Yuri Semin deixou o clube no último mês de dezembro e, há poucas semanas, levou Oleksandr Aliyev, melhor jogador do time em 2010, de volta ao Dynamo Kiev. Rodolfo foi emprestado ao Grêmio, e entre os brasileiros somente o atacante Maicon permanece no clube. A grande contratação do Lokomotiv foi o técnico Yuri Krasnozhan, que levou o Spartak Nalchik ao sexto lugar em 2010, perdendo a vaga em competições europeias justamente para o Lokomotiv.

 

Rostov

Nome do clube: Futbolny Klub Rostov
Posição em 2010:
Estádio: Olimp (15.840 torcedores)
Cidade: Rostov-na-Donu (1.068.267 habitantes)
Site oficial: www.fc-rostov.ru
Principal jogador: Roman Adamov (A)
Fique de olho: Maksim Grigoryev (D)
Quem chegou: Dmitri Kirichenko (A, Saturn), Anton Kochenkov* (G, Volga Nizhny Novgorod), Oleg Ivanov (M, Krylya Sovetov), Maksim Kabanov# (G, Salyut Belgorod), Anis Boussaidi-TUN (D, PAOK-GRE), Aleksandr Khokhlov (D, Zenit São Petersburgo), Kornel Saláta-ESQ (D, Slovan Bratislava-ESQ), Astemir Sheriyev# (D, Nizhny Novgorod), Drasko Bozovic-MNO (M, Mogren), Aleksei Rebko* (M, Dynamo Moscou), Milan Cerny-TCH (M, Slavia Prague-TCH) e Evgeni Lutsenko# (A, Salyut Belgorod).
Quem saiu: Anton Amelchenko-BLR (G, Lokomotiv Moscou), Dusan Andelkovic-SER (D, Krasnodar), Aleksandr Cherkes (D, Fakel Voronezh), Alyaksandr Kulchiy-BLR (M, Krasnodar), Gia Grigalava# (D, SKA Rostov-na-Donu), Dmitri Akimov (A, Sibir), Igor Lebedenko (A, Rubin Kazan), Mersudin Ahmetovic-BOS (A, Volga Nizhny Novgorod), Artur Valikayev (M, Spartak Moscou), Hong Yong-Jo-CNO (A, sem clube), Sorin Ghionea-ROM (D, Politehnica Timisoara-ROM), Aleksandr Pavlenko# (M, Spartak Moscou) e Stanislav Ivanov-MOL# (M, Lokomotiv Moscou).
Técnico: Oleh Protasov
Objetivo na temporada: meio da tabela

Após muito tempo brigando nas posições de baixo da Premier Liga russa, o Rostov conseguiu um ótimo nono lugar na última temporada. Não esteve tranquilo durante todo o ano, mas conquistou sua melhor colocação desde 1999, quando foi sétimo. Muito disso se deve ao trabalho do técnico ucraniano Oleh Protasov, que, mesmo sem um grande elenco em mãos, fez um bom trabalho.

Para esta temporada a diretoria trouxe bons reforços, como o veterano atacante Dmitri Kirichenko e o meia Aleksei Rebko, emprestado pelo Spartak Moscou, que se juntam a Roman Adamov, ainda cedido pelo Rubin Kazan. Uma temporada distante do fantasma do rebaixamento é o grande objetivo da equipe de Rostov-na-Donu.

 

Rubin Kazan

Nome do clube: Futbolny Klub Rubin Kazan
Posição em 2010:
Estádio: Tsentralnyi (30.133 torcedores)
Cidade: Kazan (1.105.289 habitantes)
Site oficial: www.rubin-kazan.ru
Principal jogador: Gökdeniz Karadeniz (M)
Fique de olho: Bibras Natkho (M)
Quem chegou: Igor Lebedenko (A, Rostov), Vladimir Dyadyun# (A, Spartak Nalchik), Evgeni Cheremisin# (G, Dynamo São Petersburgo), Igor Klimov# (D, Khimki), Mikhail Mischenko# (D, Ventspils-LET), Sergei Nesterenko# (D, SKA-Energiya Khabarovsk), Syarhey Kislyak-BLR (M, Dynamo Minsk), Aleksei Kotlyarov# (M, Khimki), Pyotr Nemov (M, Saturn), Walter Chalá-EQU (A, Deportivo Cuenca-EQU) e Davron Mirzayev# (A, Khimki).
Quem saiu: MacBeth Sibaya-AFS (M, Moroka Swallows-AFS), Lasha Salukvadze-GEO (D, Volga Nizhny Novgorod), Rafal Murawski-POL (M, Lech Poznan-POL), Evgeni Balyaikin* (M, Tom Tomsk), Dato Kvirkvelia-GEO (D, Panionios-GRE), Obafemi Martins-NIG* (A, Birmingham-ING), Andrei Gorbanets (M, Krasnodar), Sergei Kornilenko-BLR# (A, Zenit São Petersburgo), Igor Portnyagin* (A, Spartak Nalchik) e Aleksandr Kulikov* (D, Spartak Nalchik).
Técnico: Kurban Berdyev
Objetivo na temporada: brigar pelo título

A participação do Rubin Kazan na última Liga dos Campeões e, posteriormente, na Liga Europa, foi pífia. Ridícula. Para completar, perdeu o tricampeonato russo e nem ao menos ficou com o vice-campeonato. Tudo fruto de algumas apostas que não deram certo da diretoria, como o meia Carlos Eduardo que ainda não mostrou seu valor no clube, e escalações equivocadas e extremamente defensivas do técnico Kurban Berdiyev, no cargo desde 2001.

Neste ano, a diretoria se conteve nas finanças e investiu mais em jogadores russos menos conhecidos, como os atacantes Igor Lebedenko, que veio do Rostov, e Vladimir Dyadyun, que já pertencia ao clube e em 2010 se destacou pelo Spartak Nalchik (10 gols). A equipe não está mais tão forte e consistente como na épooca dos títulos de 2008 e 2009, mas certamente é uma das principais candidatas ao troféu desta temporada.

 

Spartak Moscou

Nome do clube: Futbolny Klub Spartak Moskva
Posição em 2010:
Estádio: Luzhniki (78.360 torcedores)
Cidade: Moscou (10.563.038 habitantes)
Site oficial: www.spartak.com
Principal jogador: Alex (M)
Fique de olho: Jano Ananidze (M)
Quem chegou: Emin Makhmudov (M, Saturn), Rafael Carioca-BRA# (M, Vasco da Gama-BRA), Fyodor Kudryashov# (D, Tom Tomsk), Pavel Yakovlev# (A, Krylya Sovetov), Marcos Rojo-ARG (D, Estudiantes-ARG), Artur Valikayev (M, Rostov), Artem Dzuba# (A, Tom Tomsk), Ilnur Alshin (A, Nara-ShBFR Naro-Fominsk), Konstantin Savichev (A, Saturn), Temuri Bukiya (A, Saturn) e Rodrí-ESP (D, Hércules-ESP).
Quem saiu: Cristian Maidana-ARG* (M, Huracán-ARG), Martin Stranzl-AUT (D, Borussia Mönchengladbach-ALE), Renat Sabitov (M, Tom Tomsk), Nikola Drincic-MNO (M, Krasnodar), Ivan Saenko (M, sem clube), Andrei Ivanov (D, Lokomotiv Moscou), Aleksandr Zotov* (M, Zhemchuzhina-Sochi), Nikita Bazhenov (A, Tom Tomsk), Pavel Golyshev (M, Tom Tomsk), Sergei Pesyakov* (G, Tom Tomsk), Egor Filipenko-BLR* (D, BATE Borisov-BLR), Igor Gorbatenko* (M, Dynamo Bryansk), Yegor Lugachyov-UCR (M, Arsenal Kiev), Artur Maloyan* (M, Dynamo Bryansk) e Aleksandr Pavlenko (M, Terek Grozny).
Técnico: Valery Karpin
Objetivo na temporada: brigar pelo título

O vice-campeonato de 2009 iludiu o Spartak Moscou. Isso é o que alegam diversos jogadores e o próprio técnico Valery Karpin, para explicar o desalentador quarto lugar do ano passado. Assim, todos no clube querem colocar a cabeça no lugar e, agora, voltarem a disputar o título do Campeonato Russo. Time para isso o Spartak tem.

A base que vinha jogando foi mantida, com o exército de brasileiros (Alex, Ibson, Ari e Welliton) reforçado pelo retorno de Rafael Carioca, e os russos que vêm crescendo muito, como o volante Aleksandr Sheshukov e o meia Dmitri Kombarov – além do irlandês Aiden McGeady. O atacante Artem Dzuba está de volta ao clube, e mais uma vez a torcida coloca esperanças que ele renda o que sempre se esperou dele.

 

Spartak Nalchik

Nome do clube: Professionaly Futbolny Klub Spartak Nalchik
Posição em 2010:
Estádio: Spartak (14.400 torcedores)
Cidade: Nalchik (295.300 habitantes)
Site oficial: www.spartak-nalchik.ru
Principal jogador: Roman Kontsedalov (M)
Fique de olho: Adnan Zahirovic (M)
Quem chegou: Kantemir Berkhamov (M, Lokomotiv Moscou), Evgeny Pomazan* (G, CSKA Moscou), Aleksandr Kulikov* (D, Rubin Kazan), Evgeni Ovsiyenko (D, Irtysh Omsk), Mikhail Bagayev (M, Krasnodar), Serhiy Pylypchuk-UCR (M, Shinnik), Adnan Zahirovic-BOS (M, Celik-BOS), Bogdan Milic-MNO (A, Viktoria Plzen-TCH) e Igor Portnyagin* (A, Rubin Kazan).
Quem saiu: Viktor Vasin (D, CSKA Moscou), Gogita Gogua-GEO (M, Volga Nizhny Novgorod), Roman Amirkhanov (D, sem clube), Oleg Shalayev (M, Krylya Sovetov), Vladimir Dyadyun# (A, Rubin Kazan), Stefan Deak-SER (A, Deportivo de La Coruña-ESP), Bojan Markovic-BOS# (D, Celik-BOS), Jovan Golic-SER# (D, Indija-SER), Kazbek Geteriev-CAZ (M, Zhemchuzina-Sochi), Andrei Vasyanovich# (D, CSKA Moscou), Artur Rylov# (M, Krylya Sovetov), Pavel Mochalin# (D, Zenit São Petersburgo), Ricardo Jesus-BRA# (A, CSKA Moscou), Aleksandrs Kolinko (G, Baltika Kaliningrado), Aleksandr Khokhlov# (D, Zenit São Petersburgo) e Artem Kontsevoy-BLR (A, BATE Borisov-BLR).
Técnico: Vladimir Eshtrekov
Objetivo na temporada: meio da tabela

O mais difícil para um clube pequeno após uma temporada espetacular é repetir o rendimento. Primeiro porque suas principais estrelas são levadas pelos grandes, segundo porque deixam de ser uma surpresa. Assim, o Spartak Nalchik terá uma dura missão em 2011/2012, após o sexto lugar obtido em 2010 – sendo que o time se manteve entre os cinco durante quase toda competição.

O técnico Yuri Kraznohan foi embora e a diretoria trouxe para seu lugar o experiente Vladimir Eshtrekov, de 63 anos. Ele ao menos poderá trabalhar com o meia Roman Kontsedalov, principal jogador de armação da equipe, e certamente depositará boa parte das esperanças da torcida no jovem meia bósnio Adnan Zahirovic, de 20 anos, e já com passagens pela seleção.

 

Terek Grozny

Nome do clube: Futbolny Klub Terek Grozny
Posição em 2010: 12º
Estádio: Sultan Bilimkhanov (10.200 torcedores)
Cidade: Grozny (210.720 habitantes)
Site oficial: www.fc-terek.ru
Principal jogador: Shamil Asildarov (A)
Fique de olho: Maurício (M)
Quem chegou: Stepan Sikach-MOL# (G, Volgar-Gazprom), Piotr Polczak-POL (D, Cracóvia-POL), Aleksandr Pavlenko (M, Spartak Moscou), Dmitri Smirnov# (M, Luch-Energiya) e Musawengosi Mguni-ZIM (A, Metalurh Donetsk-UCR).
Quem saiu: Shamil Lakhiyalov (M, Krasnodar) e Juan Carlos Arce-BOL (A, Oriente Petrolero-BOL).
Técnico: Ruud Gullit
Objetivo na temporada: meio da tabela

Depois do Anzhi, o Terek Grozny foi a grande sensação da pré-temporada russa. As duas equipes da região do Cáucaso investiram bastante em contratações, mas o time da Chechênia se destacou na busca do treinador: Ruud Gullit. A lendário ex-jogador holandês, porém, terá uma vida complicadíssima em Grozny. Talvez ele não tenha pesquisado muito, ou o salário era alto demais para se pensar em algo assim, mas o Terek não tem grandes pretensões.

Do time 12º colocado em 2010, quase todo o elenco foi mantido. Entre os reforços, destaque mesmo só para o meia Aleksandr Pavlenko, que veio do Spartak Moscou, e será o responsável por municiar o atacante Shamil Asildaro. E Gullit ainda terá com as constantes interferências do polêmico presidente Ramzan Kadyrov, que é também o máximo mandatário da região.

 

Tom Tomsk

Nome do clube: Futbolny Klub Tom Tomsk
Posição em 2010:
Estádio: Trud (15.000 torcedores)
Cidade: Tomsk (487.838 habitantes)
Site oficial: www.football.tomsk.ru
Principal jogador: Nikita Bazhenov (A)
Fique de olho: Maksim Kanunnikov (A)
Quem chegou: Aleksei Botvinyev (G, Saturn), Pavel Golyshev (M, Spartak Moscou), Sergei Pesyakov* (G, Spartak Moscou), Nikita Bazhenov (A, Spartak Moscou), Renat Sabitov (M, Spartak Moscou), Dmitri Nikitinsky (M, Saturn), Egor Ridosh# (G, Khimik Dzerzhinsk), Sergei Golyatkin# (D, SKA-Energiya Khabarovsk), Dmitri Sergeyev# (D, Dynamo Barnaul), Sergey Sosnovski-BLR (D, BATE Borisov-BLR), Yan Tsiharow-BLR (D, Metalurh Zaporizhya-UCR), Evgeni Balyaikin* (M, Rubin Kazan), Anton Arkhipov# (A, Shinnik), Maksim Kanunnikov* (A, Zenit São Petersburgo), Evgeni Ponomaryov# (A, Radian-Baikal Irkutsk) e Sergei Voronov# (A, KUZBASS Kemerovo).
Quem saiu: Dmitri Michkov (M, Krasnodar), Serghei Covalciuc-MOL (M, Zhemchuzhina-Sochi), Goran Maznov-MAC (A, Kerkyra-GRE), Aleksei Poliakov-UZB (G, Lokomotiv-2 Moscou), Artem Dzuba# (A, Spartak Moscou), Nikola Petkovic-SER# (D, Eintracht Frankfurt-ALE), Georgi Dzhioyev (D, Zhemchuzhina-Sochi), Sergei Pareiko-EST (G, Wisla Cracóvia-POL), Daisuke Matsui-JAP# (M, Grenoble-FRA), Fyodor Kudryashov# (D, Spartak Moscou), Viktor Svezhov# (M, Dynamo Moscou) e Evgeni Gorodov (G, Krasnodar).
Técnico: Valeri Nepomnyaschiy
Objetivo na temporada: meio da tabela

Clube mais a leste a disputar a primeira divisão russa nesta temporada, o siberiano Tom Tomsk, na elite desde 2005, busca se consolidar como uma força média do país. Em 2009 foi o nono e no ano passado terminou um posto acima. Agora, em 2011/12, quer pelo menos se garantir nos play-offs da parte de cima da tabela. E tudo isso foi conquistado sob o medo de falir, após seus parceiros comerciais abandonarem o barco há poucos mais de um ano. Com o apoio de empresas de exploração de gás da região, conseguiu se salvar.

O técnico Valeri Nepomnyaschiy teve o elenco bastante alterado, com a saída de muitos jogadores que estavam emprestados e a chegada de tantos outros. Entre os que chegaram, o eficiente atacante Nikita Bazhenov. Perdeu, por outro lado, Artem Dzuba, que retornou ao Spartak Moscou.

 

Volga Nizhny Novgorod

Nome do clube: Futbolny Klub Volga Nizhny Novgorod
Posição em 2010: vice-campeão (segunda divisão)
Estádio: Lokomotiv (17.856 torcedores)
Cidade: Nizhny Novgorod (1.311.252 habitantes)
Site oficial: www.fcvolgann.ru
Principal jogador: Otar Martsvaladze (A)
Fique de olho: Marc Crosas (M)
Quem chegou: Maksim Zyuzin (D, Nizhny Novgorod), Maksim Burchenko (M, Luch-Energiya), Ilya Abayev (G, Anzhi Makhachkala), Otar Martsvaladze-GEO (A, Anzhi Makhachkala), Gocha Khojava-GEO (M, Anzhi Makhachkala), Mikhail Kerzhakov (G, Zenit São Petersburgo), Aleksandr Belozyorov (D, Krylya Sovetov), Sergei Bendz (D, Nizhny Novgorod), Miklós Gaál-HUN (D, Amkar Perm), Gia Grigalava (D, SKA Rostov-na-Donu), Leilton-BRA (D, Krylya Sovetov), Lasha Salukvadze-GEO (D, Rubin Kazan), Ruslan Adzhindzhal (M, Krylya Sovetov), Artyom Anisimov (M, Saturn), Aleksei Aravin (M, Sibir), Marc Crosas-ESP (M, Celtic-ESC), Gogita Gogua-GEO (M, Spartak Nalchik), Evgeni Malakhov# (M, Metallurg-Oskol Stary Oskol), Rinat Mavletdinov# (M, Nizhny Novgorod), Sergei Osadchuk# (M, Chernomorets Novorossiysk), Aleksandr Semyachkin (M, Saturn Moscou), Mersudin Ahmetovic-BOS (A, Rostov), Shamil Kurbanov (A, Saturn) e Mate Vatsadze-GEO (A, Dinamo Tbilisi).
Quem saiu: Aslan Zaseev (D, Chernomorets Novorossiysk), Sergei Rashevsky (M, Ural), Petar Jelic-BOS* (A, Dinamo Tbilisi), Vitali Volkov (M, sem clube), Maksim Semakin (M, Ural), Aleksandr Salugin (A, sem clube), Sergei Vinogradov (M, sem clube), Oleg Kozhanov (A, sem clube), Ihar Stasevich-BLR (M, sem clube), Anton Kochenkov* (G, Rostov), Mikhail Levashov (G, sem clube), Giorgi Navalovski-GEO (D, Alania Vladikavkaz), Oleg Smirnov (G, sem clube), Dmitry Aydov (D, Nizhny Novgorod), Alli N'Dri-CMF (D, Shinnik), Marat Khairullin (M, sem clube), Serhiy Pylypchuk (M, sem clube), Oleg Trifonov (M, sem clube), Nikolai Vdovichenko* (M, Tekstilshchik Ivanovo) e Mikhail Mysin (A, sem clube).
Técnico: Omari Tetradze
Objetivo na temporada: evitar o rebaixamento

Entre todas equipes da primeira divisão russa nesta temporada, o novato Volga Nizhny Novgorod é quem mais se movimento no mercado de transferências. Até a semana anterior ao início da disputa, 24 jogadores chegaram ao clube, oriundos de contratações ou retornos de empréstimos. Saíram outros 20. Ou seja, do time vice-campeão da segunda divisão em 2010 pouco sobrou, além do jovem técnico Omari Tetradze, de 41 anos.

A diretoria, ao menos, trouxe bons reforços, como o goleiro Mikhail Kerzhakov, encostado no Zenit, o zagueiro brasileiro Leilton, do Krylya Sovetov, e o meia espanhol Marc Crosas, que estava no Celtic (ESC), além do georgiano Gogita Gogua, ex-Spartak Nalchik. Mesmo assim, a estreia na temporada russa não costuma ser fácil para os novatos.

 

Zenit São Petersburgo

Nome do clube: Futbolny Klub Zenit Sankt-Peterburg
Posição em 2010: campeão
Estádio: Petrovsky (21.570 torcedores)
Cidade: São Petersburgo (4.661.219 habitantes)
Site oficial: www.fc-zenit.ru
Principal jogador: Danny (M)
Fique de olho: Aleksei Ionov (M)
Quem chegou: Pavel Mochalin# (D, Spartak Nalchik), German Pyatnikov# (A, Lokomotiv-2 Moscou) e Nicolás Peñailillo-CHI* (D, Everton-CHI).
Quem saiu: Ivica Krizanac-CRO (D, Split), Alessandro Rosina-ITA* (M, Cesena), Basel Abdoulfattakh (D, Krylya Sovetov), Aslan Dudiyev# (D, Akademiya Tolyatti), Roland Gigolaev (M, Alania Vladikavkaz), Maksim Kanunnikov* (A, Tom Tomsk), Mikhail Kerzhakov (G, Volga Nizhny Novgorod), Aleksandr Khokhlov (D, Rostov), Michael Lumb-DIN (D, AaB-DIN), Boris Rotenberg (D, Dynamo Moscou), Anton Sosnin (M, Krylya Sovetov), Pavel Ignatovich (A, Dynamo Bryansk) e Sergei Kornilenko-BLR* (A, Blackpool-ING).
Técnico: Luciano Spalletti
Objetivo na temporada: brigar pelo título

Atual campeão, clube mais rico do país e bancado pela principal empresa russa, a Gazprom. O atual status do Zenit São Peterbursgo não deixa dúvidas: é o grande favorito ao título. Para esta temporada, após gastar muito em 2010, a diretoria se conteve e não trouxe reforços de impacto. Pelo contrário, ainda deu uma limpada no elenco. O que, de maneira alguma, enfraqueceu o time, apesar da saída mais sentida do italiano Alessandro Rosina, emprestado ao Cesena.

Os comandados de Luciano Spalletti são todos praticamente jogadores de seleção em seus países. Aliás, formam uma Torre de Babel em São Petersburgo. Danny segue comandando o meio-campo, à frente do forte sistema defensivo do Zenit, liderado pelo capitão Aleksandr Anyukov. Spalletti, no entanto, terá a missão de encontrar o atacante do time, já que Aleksandr Bukharov ainda não mostrou a que veio, Aleksandr Kerzhakov sofre para reencontrar seu melhor futebol e Danko Lazovic não é o jogador de referência com o qual a equipe está acostumada a atuar.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo