Leste Europeu

Guia da Premier Liga russa – I

No próximo dia 14 de março começa a temporada 2008 da Premier Liga russa. Como os leitores da Trivela já sabem, o Campeonato Russo segue o calendário solar, o que o difere da maioria das outras ligas européias.

Com isso, iniciamos nesta semana a apresentação dos clubes participantes. Serão 16 equipes, que jogarão em turno e returno, até novembro. Como é ano de Eurocopa, em junho a competição dá um tempo. Abaixo, em ordem alfabética, começamos o guia com os oito primeiros clubes. Na próxima semana a segunda parte.

AMKAR
Nome do Clube: Football Club Amkar Perm
Estádio: Zvezda (20 mil pessoas)
Site oficial: www.amkar.ru
Principal jogador: Georgi Peev
Fique de olho: Nikola Drincic
Contratações: Vladimir Gabulov (Kuban), Vladimir Kuzmichev (Kuban), Mikhail Afanasiev (MTZ-Ripo Minsk/BLR) e Vyacheslav Krendelev (Terek Grozny)
Quem saiu: Ivan Levenets (Lokomotiv Moscou), Yevgeny Savin (Krylya Sovetov) e Antonio Soldevilla
Técnico: Miodrag Bozovic
Objetivo na temporada: meio da tabela

Oitavo colocado na última edição da Premier Liga, o Amkar mexeu muito pouco em seu elenco. Trouxe dois reforços promissores: o meia bielorrusso Mikhail Afanasiev, capitão da seleção sub-21 de seu país, e o meia-atacante da seleção do Turcomenistão, Vyacheslav Krendelev, que foi muito bem na campanha do acesso do Terek Grozny na segunda divisão russa do ano passado.

No entanto, a equipe perdeu o treinador Rashid Rakhimov, que acertou com o Lokomotiv Moscou. Ele levou também o goleiro Ivan Levenets para o time moscovita. Para seu lugar, a diretoria apostou no jovem técnico montenegrino Miodrag Bozovic, de apenas 39 anos, e com boas passagens comandando equipes de seu país. Pela manutenção do elenco, a expectativa do Amkar é se colocar nas posições intermediárias da tabela.

CSKA MOSCOU
Nome do Clube: Professional Football Club – Central Sports Club of Army Moscow
Estádio: Dynamo (36 mil pessoas)
Site oficial: www.pfc-cska.com
Principal jogador: Igor Akinfeev
Fique de olho: Milos Krasic
Contratações: Ricardo Jesus (Spartak Nalchik), Nei (Associação Naval/POR), Anton Vlasov (Krylya Sovetov) e Dmitri Ryzhov (Krylya Sovetov)
Quem saiu: Eduardo Ratinho (Toulouse/FRA), Sergey Zhideev (Kuban), Vladimir Tatarchuk (Kuban), Sergey Gorelov (Kamaz), Rolan Guzev (Dnipro Dnipropetrovsk/UCR), Ivan Taranov (Krylya Sovetov) e Vadim Gagloev (Alania Vladikavkaz)
Técnico: Valery Gazzaev
Objetivo na temporada: lutar pelo título

A temporada de 2007 foi decepcionante para o CSKA Moscou. Após um bicampeonato russo, o time foi muito mal no começo do ano e viu as chances do tri acabarem ainda no primeiro turno. Teve uma boa recuperação na sequência e ainda conseguiu terminar em terceiro. A diretoria para este ano volta a apostar no trabalho do técnico Valery Gazzev e na base da equipe, montada há pelo menos três anos.

O principal reforço foi o atacante brasileiro Ricardo Jesus, que no Brasil jogou pelo Internacional, mas se destacou no ano passado pelo Spartak Nalchik. Chega para brigar com os entrosados Jô e Vagner Love, além da concorrência do jovem Dawid Janczyk – de quem o clube ainda espera muito. De resto, a defesa é a mesma, liderada pelo excelente goleiro Igor Akinfeev, e o meio conta com o talento de Daniel Carvalho, Milos Krasic e Yuri Zhirkov. Luta pelo título. Ainda mais se concretizar a contratação do jovem meia tcheco Lubos Kalouda, do Brno.

DYNAMO MOSCOU
Nome do Clube: Football Club Dynamo Moscow
Estádio: Dynamo (36 mil pessoas)
Site oficial: www.fcdynamo.ru
Principal jogador: Aleksandr Kerzhakov
Fique de olho: Marcin Kowalczyk
Contratações: Aleksandr Kerzhakov (Sevilla/ESP) e Marcin Kowalczyk (GKS Belchatow/POL)
Quem saiu: ninguém
Técnico: Andrey Kobelev
Objetivo na temporada: lutar pelo título

Em 2006, o Dynamo Moscou quase foi rebaixado. A diretoria fez uma limpa no elenco e, na temporada passada, alcançou um sexto lugar. Para 2008, a expectativa de todos no clube é que os tempos áureos do passado possam voltar e, quem sabe, o Dynamo conquiste o primeiro título da Premier Liga em sua história – tem 11 Campeonatos Soviéticos no currículo.

Para tanto, o técnico Andrey Kobelev, no cargo há três anos, recebeu importantes reforços. O clube repatriou o atacante Aleksandr Kerzhakov e trouxe o promissor zagueiro polonês Marcin Kowalczyk, Além disso, manteve os principais jogadores no time, como os defensores Denis Kolodin e o argentino Leandro Fernández, além do meia português Danny e o experiente Igor Semshov.

LOKOMOTIV MOSCOU
Nome do Clube: Fooball Club Lokomotiv Moscow
Estádio: Lokomotiv (28.800 pessoas)
Site oficial: www.fclm.ru
Principal jogador: Peter Odemwingie
Fique de olho: Renat Yanbaev
Contratações: Dmitri Torbinskiy (Spartak Moscou), Ivan Levenets (Amkar Perm), Marian Had (Sporting/POR) e David Mugiri (Krylya Sovetov)
Quem saiu: Branislav Ivanovic (Chelsea/ING) e Dmitri Kruglov (Neftchi Baku/AZE)
Técnico: Rashid Rakhimov
Objetivo na temporada: competições européias

Todos no Lokomotiv Moscou esperam que a temporada de 2008 seja bem melhor do que a de 2007, afinal, após o sétimo lugar na classificação final, o conselho do clube promoveu uma limpa na diretoria. O presidente Yuri Semin e o técnico Anatoliy Byshovets foram demitidos. Assumiram em seus lugares Nikolay Naumov e Rashid Rakhimov, ex-Amkar Perm.

A defesa perdeu seu melhor jogador, Branislav Ivanovic, para o Chelsea/ING. O meio-campo, pelo menos, ganhou o importante reforço do jogador da seleção russa, Dmitri Torbinskiy, que deixou o Spartak Moscou. Teoricamente, a equipe é até um pouco mais fraca do que na temporada passada, mas é preciso ver o trabalho do técnico Rakhimov para fazer uma análise melhor. Deve brigar por uma vaga em competições européias, até mesmo por sua tradição.

KHIMKI
Nome do Clube: Football Club Khimki
Estádio: Rodina (10 mil pessoas)
Site oficial: www.fckhimki.ru
Principal jogador: Nastja Ceh
Fique de olho: Richard Eromoigbe
Contratações: Nikola Mijailovic (Wisla Cracóvia/POL), (Levski Sofia/BUL), Vladimir Bairamov (Rubin Kazan), Alexander Dantsev (Rostov), Elda Nizamutdinov (Nosta) e Sergey Pylypchuk (Spartak Nalchik).
Quem saiu: Pavel Plaskonny (Panionios/GRE), Roman Vorobyev (Saturn), Andrey Tikhonov (Krylya Sovetov) e Roman Shirokov (Zenit)
Técnico: Slavoljub Muslim
Objetivo na temporada: meio da tabela

O Khimki foi um dos clubes mais presentes no mercado de inverno do futebol russo. Até porque, a diretoria se viu obrigada a fazer algumas contratações, depois das perdas dos meias Andrey Tikhonov e Roman Shirokov. Sob a orientação do técnico sérvio Slavoljub Muslim, que fez um bom trabalho no Lokomotiv Moscou há dois anos, o clube mudou bastante.

Entre os novos jogadores, destacam-se os zagueiros Nikola Mijailovic (sérvio) e Richard Eromoigbe (nigeriano). Com a saída de Tikhonov, o meia esloveno Nastja Ceh, de 30 anos, carrega agora a responsabilidade de ser um dos líderes dessa equipe. No ano passado, quando retornou à primeira divisão, conquistou um honroso nono lugar. Deve brigar por um lugar no meio da tabela, mas vai ser difícil se manter por lá.

KRYLYA SOVETOV
Nome do Clube: Professional Football Club Krylya Sovetov Samara
Estádio: Metallurg (33.220 pessoas)
Site oficial: www.kc-camapa.ru
Principal jogador: Jiri Jarosik
Fique de olho: Carlos Quintero
Contratações: Jiri Jarosik (Celtic/ESC), Andrey Tikhonov (Khimki), Oh Bum-Suk (Yokohama/JAP), Ivan Taranov (CSKA Moscou), Oleg Ivanov (Kuban), Ruslan Adjindjal (Luch-Energiya), Timofey Kalachev (Rostov), Sergei Budylin (Rubin Kazan), Sergey Politevich (Naftan Novopolotsk/BLR), Alexandr Belozerov (Kamaz), Yevgeny Savin (Amkar Perm) e David Yurchenko (Dinamo Misnk/BUL).
Quem saiu: David Mugiri (Lokomotiv Moscou), Anton Vlasov (CSKA Moscou), Dmitri Ryzhov (CSKA Moscou) e Marko Topic (Saturn)
Técnico: Leonid Slutsky
Objetivo na temporada: meio da tabela

O Krylya Sovetov fez boas contratações no mercado de inverno. Após a decepcionante última temporada, quando lutou contra o rebaixamento até o final, a diretoria agiu para evitar novo fiasco. Trouxe de volta à Rússia o volante tcheco Jiri Jarosik, que já defendeu o CSKA Moscou, e acertou com o experiente meia e ídolo até hoje do Spartak Moscou, Andrey Tikhonov. Além disso, fez algumas apostas, como o defensor Oh Bum-Suk, da seleção sul-coreana.

Além disso, conta com a melhor adaptação da dupla de colombianos, vindos do Deportes Tolima em agosto do ano passado, Juan Carlos Escobar (meia) e Carlos Quintero (atacante). Todos sob o comando do técnico Leonid Slutsky, contratado ao Moscou, no final do ano passado. Se repetir o bom trabalho realizado no time moscovita, o Krylya consegue se manter no meio da tabela, tranquilamente, e, quem sabe, sonhar com algo a mais.

LUCH-ENERGIYA
Nome do Clube: Football Club Luch-Energiya Vladivostok
Estádio: Dynamo (10.500 pessoas)
Site oficial: www.luch-energy.ru
Principal jogador: Marek Cech
Fique de olho: Dario Damjanovic
Contratações: Vitali Bulyga (Tom Tomsk), Albert Sarkisyan (Terek Grozny) e Dario Damjanovic (Hajduk Split/CRO)
Quem saiu: Ruslan Adjindjal (Krylya Sovetov), Andrey Movsisyan (Terek Grozny) e Igor Strelkov (Tom Tomsk)
Técnico: Zoran Vulic
Objetivo na temporada: fugir do rebaixamento

Poucas mudanças aconteceram no Luch-Energiya de 2007 para cá, o que leva a crer que a equipe terá sérias dificuldades para se manter pelo terceiro ano seguido na Premier Liga. A maior novidade está no banco de reservas.

Após o técnico Sergei Pavlov rescindir seu contrato no final do ano passado, a diretoria acertou a contratação do croata Zoran Vulic, para seu lugar. Vulic, como treinador, ainda tem poucas conquistas, mas como jogador defendeu Hajduk Split, Mallorca/ESP, Nantes/FRA e a seleção da Croácia. Fora isso, o Luch-Energiya conta com a segurança e experiência do goleiro tcheco Marek Cech e aposta na nova contratação Dario Damjanovic, atacante bósnio, como esperança de gols.

MOSCOU
Nome do Clube: Football Club Moscow
Estádio: Eduard Streltsov (13.200 pessoas)
Site oficial: www.fcmoscow.ru
Principal jogador: Roman Adamov
Fique de olho: Maxi López
Contratações: Vitaly Kaleshin (Kuban).
Quem saiu: Sergey Semak (Rubin Kazan), Maxi Morález (Racing/ARG) e Damian Gorawski (Leiria/POR)
Técnico: Oleg Blohkin
Objetivo na temporada: lutar pelo título

O Moscou é o típico caso de clube novo, bem organizado, que conseguiu um sucesso rápido em seu país. Fundado em 2004, logo ascendeu à Premier Liga e neste ano, após um brilhante quarto lugar na temporada passada, chega para brigar pelo título. O elencou mudou pouco, mas perdeu uma peça importante: o experiente meia Sergey Semak, que foi para o Rubin Kazan.

No entanto, o maior investimento do clube foi feito no banco de reservas. Leonid Slutsky fez um ótimo trabalho, mas entrou em conflito com a diretoria, que o demitiu. Para seu lugar, o clube acerto com o ex-técnico da seleção ucraniana, Oleg Blohkin. Sem dúvida, Blohkin é um excelente treinador e deve fazer um grande trabalho no Moscou. Com isso, a tendência é que a equipe consiga se manter na briga com o título com os principais rivais moscovitas, mais o Zenit St. Petersburg.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo