Leste Europeu

Giro europeu

 

Invertendo a ordem das competições, inicio esta coluna falando sobre a Liga Europa ao invés da Liga dos Campeões. Afinal, tivemos apenas os jogos das segundas fases preliminares destas competições disputadas nas últimas semanas e, portanto, a presença de russos e ucranianos é maior no torneio menor.

O quinto colocado do último Russão, o multimilionário Anzhi Makhachkala, retornou às competições europeias em grande estilo. Na ida contra o histórico Honved, jogando em Moscou, fez apenas 1 a 0. Com o resultado magro, muito se especulou sobre uma precoce eliminação, o que seria trágico para as pretensões continentais do clube.

Pois bem, na partida de volta, na Hungria, Samuel Eto`o e companhia não tomaram conhecimento dos donos da casa. No estádio József Bozsik, atropelaram os húngaros e venceram por 4 a 0, com dois gols do camaronês, um de Lacina Traoré e outro de Oleg Shatov. Classificação garantida, tranquila.

O Metalurh Donetsk, vice-campeão da Copa da Ucrânia na temporada passada, avançou de maneira ainda mais sossegada. No primeiro jogo diante do Celik Niksic já garantiu de cara a vaga, ao fazer 7 a 0 diante de sua torcida. Nesta semana, em Montenegro, venceu “apenas” por 4 a 2.

Na terceira fase preliminar o Anzhi enfrenta agora o Vitesse, da Holanda, e mais uma vez decidirá fora. Já o Metalurh terá pela frente Tromso, da Noruega, mas faz o segundo jogo em Donetsk. As duas equipes ganham a companhia de Dynamo Moscou, quarto colocado do Russão, e do Arsenal Kiev, quinto do Ucranianão. Pegam Dundee United (Escócia) e Mura 05 (Eslovênia), respectivamente. Jogos em 2 e 9 de agosto.

Mais à frente, nos play-offs, entrarão Metalist Kharkiv e Dnipro Dnipropetrovsk. Aliás, o Dnipro tem como objetivo nesta temporada ir bem na Liga Europa, algo confidenciado pelo meia Giuliano, em entrevista que fiz com ele há duas semanas. Por fim, o Rubin Kazan, campeão da Copa da Rússia, já está garantido na fase de grupos.

É sempre muito difícil apontar favoritos na Liga Europa, já que é uma competição onde o favoritismo vai sendo criado ao longo do torneio e de acordo com o desempenho dos times nos campeonatos nacionais. Na teoria, Anzhi, Dynamo Moscou, Metalist e o próprio Dnipro têm chances de título.

Liga dos Campeões

Já na Champions, a participação russa e ucraniana ainda é inexistente. Agora, na terceira fase preliminar, aparece o primeiro representante, e logo o Dynamo Kiev com um adversário complicadíssimo. Como está na chave dos não-campeões, foi sorteado com o Feyenoord, partidas em 31 de julho e 7 de agosto, sendo a primeira na Ucrânia.

O Spartak Moscou entra somente nos play-offs, enquanto Zenit São Peterburgo e ShakhtarDonetsk surgem na fase de grupos.

CURTAS

– Últimas transferências no mercado russo:

– Por 16 milhões de euros, o CSKA Moscou tirou o atacante argentino Matías Suárez, destaque da última Liga Europa, do Anderlecht. Está muito próximo também de fechar com o meio-campista sueco Rasmus Elm, do AZ.

– Pablo Orbaiz trocou o Athletic Bilbao pelo Rubin Kazan. A transferência não teve custos para o time russo, já que o contrato do meio-campista espanhol se encerrou no País Basco. Já pelo meia alemão/turco Gökhan Töre o Rubin pagou 6 milhões de euros ao Hamburg.

– Já o Lokomotiv Moscou, que deve negociar Felipe Caicedo provavelmente com o futebol espanhol, contratou o atacante senegalês Dame N`Doye, destaque do Kobenhavn nas últimas temporadas, por 5 milhões de euros.

– Últimas transferências no mercado ucraniano:

– O Metalurh Donetsk contratou Moraes, ex-Santos, que estava no CSKA Sofia. Além disso, fechou com o atacante Fumaça, que estava no Rio Claro.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo