Leste Europeu

Foi com este clima trepidante que Slavia e Sparta viveram o Dérbi de Praga no final de semana

O domingo guardou um duelo bastante quente pelo Campeonato Tcheco. Slavia Praga e Sparta Praga fizeram o dérbi válido pelo segundo turno, dentro do Estádio Sinobo. Como era de se esperar, o clássico contou com um clima espetacular nas arquibancadas, entre duas torcidas que incendiaram a atmosfera com sinalizadores e bandeirões. Já dentro de campo, o que se viu foi uma partida bastante pegada, em que o Slavia buscou o empate por 1 a 1 durante os minutos finais.

A festa mais bonita ficou na conta da torcida do Slavia Praga. Os anfitriões chegaram a atrapalhar o andamento do jogo por causa de seus fogos de artifício, mas também criaram um ambiente intimidador com seu bandeirão e seus sinalizadores. E dentro de campo se assistiu a um clássico repleto de faltas, em que as entradas mais duras tomaram mais tempo nos melhores momentos do que os lances de perigo.

O Sparta Praga chegou a abrir o placar no Estádio Sinobo, calando a torcida da casa. O ganês Benjamin Tetteh anotou o primeiro gol da partida aos 35 minutos do segundo tempo, a partir de uma grande jogada individual, em que deixou o marcador no chão. Já o empate do Slavia saiu aos 47, a partir de uma cobrança de falta que Petar Musa cabeceou dentro da área. Provocou uma explosão nas arquibancadas.

Com o resultado, o Slavia fechou a rodada somando 58 pontos, oito de vantagem na liderança do Campeonato Tcheco. Os alvirrubros sofreram apenas oito gols em 24 rodadas até o momento. Já o Sparta Praga caiu para a nona colocação, com 35 pontos, distante da briga pelo título.

Classificações Sofascore Resultados

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo