Leste Europeu

Eclodiu o caos no fim da decisão da Copa da Rússia, com briga e quatro expulsos

O Lokomotiv Moscou conquistou seu nono título da Copa da Rússia – considerando também a era soviética – e o segundo em três anos. Denisov abriu o placar contra o Ural, 11º colocado da primeira divisão, aos 31 minutos do segundo tempo, e Miranchuk ampliou, perto do apito final. Três minutos depois do segundo gol, já nos acréscimos, eclodiu o caos, com uma briga entre os jogadores e quatro jogadores expulsos.

LEIA MAIS: Prestes a encerrar jejum de 16 anos, torcida do Spartak dá show em vitória fundamental

Um entrevero entre jogadores dos dois times começou debaixo do nariz do árbitro. O brasileiro Ari chegou quase literalmente de voadora na confusão e o caos ficou ainda maior. Depois de os ânimos se acalmarem, o cartão vermelho foi mostrado para Artyom Fidler e Edgar Manucharyan, do Ural, e Jefferson Farfán e Ari, do Lokomotiv. De cabeça fria, os quatro saíram de campo tranquilamente.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo