Leste Europeu

A tal renovação

Após uma série de maus resultados, muito se fala sobre a necessidade de renovação em determinadas equipes. Mano Menezes assumiu o comando da Seleção Brasileira com essa responsabilidade. Na Itália, Cesare Prandelli tem o mesmo dever, assim como Laurent Blanc na França. Quem também está no cargo com essa responsabilidade é Myron Markevych. O técnico ucraniano precisa reverter uma sequência de participações ruins do time, mas a mudança não é tão simples.

Para se renovar um time, é preciso talento à disposição. No caso de Mano, isso é fácil. Entre italianos e franceses também não é uma tarefa impossível. Já com os ucranianos o status é bem diferente. Não se encontra uma geração talentosa do dia para a noite. Isso faz com que, naturalmente, as mesmas caras estejam na seleção há muito tempo e joguem até 30 e muitos anos. E não há como não citar o veterano Andriy Shevchenko, de 33 anos.

Nesta quarta-feira, a Ucrânia ficou no empate em 1 a 1 com o time C da Holanda, em Donetsk. Foi o primeiro jogo sob o comando de Markevych, que assumiu em fevereiro, que a equipe não vence – só que antes, foram apenas adversário fracos. E contra os holandeses, foi uma atuação fraca, que gera muitas dúvidas sobre o futuro.

O time entrou em campo com Pyatov (26 anos), Romanchuk (25), Chygrynsky (23), Rakitsky (21) e Fedetsky (25); Tymoschuk (31), Aliyev (25), Rotan (28) e Konoplianka (20); Voronin (31) e Shevchenko (33). Também jogaram Oliynyk (22), Cheberiachko (27), Kobin (25), Milevskiy (25) e Selezniov (25). A defesa tem uma média de idade boa, no meio aparecem alguns veteranos e o ataque precisa ser renovado.

Markevych, aos poucos, tem tentado colocar alguns jovens no time. No entanto, essas alterações são graduais. Por exemplo, da campanha vitoriosa da Ucrânia no Europeu sub-19 de 2008/09, até agora nenhum jogador foi “resgatado” para a equipe principal. Denys Harmash, por exemplo, de 20 anos, artilheiro daquela competição com três gols, ainda não teve uma única oportunidade. É justo? Talvez, já que na cabeça de Markevych ainda não é possível renovar mais do que ele já tem feito. Até porque, mesmo no Dynamo Kiev, recheado de estrangeiros, Harmash também joga pouco.

Para ganhar experiência, muitas destas revelações precisam ser emprestadas a times menores. Caso, por exemplo, de Dmytro Korkishko, de 20 anos, cedido ao Arsenal Kiev pelo Dynamo.

A Ucrânia não é uma potência do futebol mundial. Depois do fim da União Soviética, o país conseguiu uma única classificação para a Copa, em 2006, quando foi muito bem e caiu somente nas quartas de final para a Itália – em um jogo que, apesar do placar de 3 a 0, poderia tranquilamente ter terminado com um triunfo ucraniano. Na Eurocopa, por outro lado, nunca houve uma classificação, algo que será quebrado em 2012.

Como sediará a competição ao lado da Polônia, a Ucrânia carrega, então, uma responsabilidade a mais. E esse peso recai nas costas de Myron Markevych.

Advocaat começa com vitória

Por outro lado, Dick Advocaat, que estreou no comando da seleção russa nesta quarta, com uma vitória por 1 a 0 sobre a Bulgária, tem a vida bem mais tranquila. O holandês ganhou de Guus Hiddink um time pronto, que não se classificou para a Copa na África do Sul por um desses absurdos do futebol.

Igor Akinfeev, Alexandr Anyukov, Sergey Ignashevich, Vasily Berezutsky e Yury Zhirkov; Roman Shirokov, Konstantin Zyryanov e Igor Semshov; Andrey Arshavin, Pavel Pogrebnyak e Dmitriy Torbinsky. Esse foi o time titular, uma equipe com condições de brigar por posições excelentes na próxima Euro.

A estreia, porém, foi até certo ponto decepcionante. Os torcedores nas arquibancadas do estádio Petrovsky, em São Petersburgo, foram embora decepcionados. O Sport-Express, principal diário esportivo russo, nas notas para os jogadores, não deu mais do que 6 para ninguém.

De qualquer modo, ainda há muito por vir, e Advocaat dá mostras de que vai montar um time ofensivo. Com o passar do tempo, esse 4-3-3 visualizado pelo holandês pode dar bons resultados.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo