Itália

Volta para casa: Zappacosta retorna à Atalanta após não se firmar no Chelsea

Formado na base da Atalanta, Zappacosta retorna ao clube depois de não conseguir se destacar pelo Chelsea

O lateral Davide Zappacosta está de volta para casa. A Atalanta anunciou a contratação do jogador nesta terça-feira e chega do Chelsea por € 9 milhões, em definitivo. La Dea conseguiu vencer a concorrência com a Fiorentina, que queria levar o jogador por empréstimo com opção de compra. O lateral chega após ser emprestado duas vezes pelo Chelsea a clubes italianos, Roma e Genoa. Ele não se firmou atuando na Inglaterra, além de ter tido problemas também de lesões.

LEIA TAMBÉM:
Clube a clube, este é o Guia Calciopédia da Serie A 2021/22
Atalanta começa Serie A ganhando com emoção; Lazio também vence, na estreia de Sarri
A Atalanta faz fortuna no mercado e ainda encontra ótimas reposições como Merih Demiral

Aos 29 anos, Zappacosta deixa definitivamente o Chelsea depois de uma passagem frustrante. Contratado em 2017 por € 25 milhões, o lateral ficou longe de conseguir brilhar. Foram, no total, 52 jogos, dois gols e quatro assistências. Foram só duas temporadas atuando pelos Blues, na prática. Em 2017/18, quando chegou, e em 2018/19. Não conseguiu convencer e nem ganhar um lugar definitivamente no time.

Foi quando começaram os empréstimos. Em 2019, foi cedido à Roma por toda temporada 2019/20. Em 2020, o empréstimo foi ao Genoa. Sem espaço no elenco do time londrino, estava disponível no mercado. Chegou a oferta da Atalanta, que o agradou e a transferência foi acertada.

Zappacosta é fruto das categorias de base da Atalanta. Chegou a ser emprestado ao Avellino, ainda como jogador da base, em 2011. Estrearia na Serie A em 2014 e se tornando uma parte efetiva do time. Fez 30 jogos, marcou três gols e acabou vendido ao Torino em 2015 por € 4,3 milhões. Eram outros tempos para os dois clubes.

Desde então, a Atalanta só subiu. O Torino, por sua vez, está em situação pior, brigando contra o rebaixamento. A Dea é um dos times em ascensão na Itália, está na Champions League e briga por posições no alto da tabela. Será lá que Zappacosta tentará se recuperar na carreira, até para voltar a brigar por posição na seleção italiana. Seu último jogo pela Azzurra foi em 2018, em jogo pela Liga das Nações contra a Polônia. Não foi mais chamado desde então.

A briga por posição na Atalanta será interessante. Hans Hateboer é o titular habitual, mas está machucado e ficará fora ao menos até meados de outubro. Outra opção por ali é Joakim Maehle, dinamarquês que brilhou na Eurocopa. Zappacosta entra na briga com os dois.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo