MundoSerie A

No Dia dos Namorados, nossos leitores abrem o coração aos seus ídolos

Já diria Dadá Maravilha: o amor é lindo! E não existe data mais romântica do que o Dia dos Namorados. Noite para os amantes se declararem, mas nada restrito apenas aos que namoram. Afinal, existem relações muito mais verdadeiras e duradouras que não precisam de aliança nos dedos. Como o amor de um torcedor por seu clube. Quase sempre, abençoado por um ídolo. Os sacerdotes que abrem o caminho da eternidade às grandes paixões futebolísticas.

>>> Magrão, o conto de fadas que deu certo
>>> Desculpe, Marcos, se o traí
>>> Fernandão: Saber partir

Nesta sexta, contamos a história de amor de três torcedores e seus craques, que fortaleceram os laços com o time: Fernandão e o Internacional; Magrão e o Sport; Marcos e o Palmeiras. Além disso, durante a semana, abrimos espaço ao romantismo na nossa página do Facebook. E publicamos agora nove declarações dos nossos leitores aos seus mitos. Teve até poema, veja só:

Vinicius Oliveira

viniciusoliveira

O dia é dos namorados, mas nada melhor do que falar de um dos melhores casamentos que o futebol já viu: Alessandro Del Piero e Juventus. Foi ele um dos grandes responsáveis por fazer me apaixonar por esta Velha Senhora, com seus gols e jogadas espetaculares, além de sua reconhecida dedicação ao clube, inclusive nos momentos de crise no matrimônio (Serie B, principalmente). Obrigado, Alessandro ‘Deus’ Piero.

img-19511-del-piero-levanta-taca-da-serie-201112

 

Thiago Lima

thiagolima

Minha declaração é pro Marcão. Mas eu não tenho palavras pra isso. Eu sempre penso em imagens. Os jogos contra River e Corinthians, em 1999. O pênalti do Marcelinho, em 2000. A defesa no chute de falta na final da Copa. O choro na final de 2008. A despedida linda no Pacaembu. E principalmente o sorriso do meu pai no título da Libertadores. Por essas imagens eu levo uma imagem do Marcos na carteira, como uma figurinha ou um santo. São Marcos.

dida-e-marcos-goleiros-de-corinthians-e-palmeiras-respectivamente-trocam-de-posicao-na-disputa-por-penaltis-da-semi-da-libertadores-de-2000-1398476513196_1728x1152

 

Filipe Barbosa

filipebarbosa

O retorno do Muro a Berlim

Planta já vi sair do chão
De todo o tipo de plantação
Mas muro brotar pós Guerra Fria?
É novidade, eu diria

Saindo do Parma chão
Com esforço e dedicação
Vi crescer no maior da Itália
E se tornar hoje essa grande muralha

Não é o mesmo de anos atrás
Mas Berlim o esquece jamais
Foi lá naquele mundial
Que Buffon se tornou patrimônio nacional

Agora, Berlim reencontra seu velho muro
Não o da guerra, estou seguro
Mas o que parou um grande pelotão
E vai em busca da canonização

Buffon, obrigado por suas glórias
Jamais esqueceremos suas histórias
Já nos levou à final
O mais importante: Em nosso coração, você é imortal

Buffon renovou contrato com a Juventus (Foto: AP)

 

Lucas Gulino

gulino

C’e solo un Capitano

As pessoas com a mesma idade que a minha (19), ao serem perguntadas sobre quem é o seu ídolo no futebol provavelmente responderão Messi, Ronaldinho Gaúcho, Neymar, Cristiano Ronaldo, ou algum “craque” da Ótima Geração Belga™. Meu ídolo já está em fim de carreira, nunca ganhou uma Champions League e nunca foi eleito melhor jogador do mundo. Mas, tudo bem, Ele não precisa disso.

Francesco Totti dedicou sua vida inteira no futebol a uma só camisa, um símbolo, uma torcida e duas cores. Poderia ter se transferido ao Real Madrid em 2004 e como ele já disse “ter ganho três Champions e duas Bolas de Ouro”. Porém, ele preferiu ficar em Roma e proporcionar uma vida de alegrias ao torcedor romanista.

Totti sempre me encantou com seu estilo de jogo. Seus lançamentos perfeitos, dribles desconcertantes e finalizações geniais, encantaram uma criança de 12/13 anos como nenhum outro jogador havia feito. Me faltam palavras para descrever minha admiração pelo seu futebol.

Cada partida nesse seu fim de carreira é uma despedida. Não é fácil aceitar que a carreira de seu ídolo está chegando ao fim e que daqui a pouco tempo ele não estará mais no Olimpico vestido de giallorossi semana após semana. E todas as homenagens feitas ao Capitano serão pequenas em comparação ao que ele fez pela Roma.

Depois de tantos anos, Francesco, ainda nos dá a possibilidade de sonhar a cada partida. Seu amor pelo clube é semelhante a de qualquer mortal apaixonado, e isso o torna imortal. Eu só tenho a agradecer por todos os passes, gols e selfies, porque sei que nunca mais verei algo semelhante no futebol. Grazie, Capitano!

Totti Roma

 

Rafael Carvalho

rafaelcarvalho

Minha declaração de amor não pode ser para um só jogador, porque isso seria extremamente injusto com os demais. Minha declaração de amor vai para a squadra rossonera de 2006/07, que me fez realmente tomar gosto pelo futebol. Sempre torci, mas essa equipe me ensinou o que é amor verdadeiro, dava gosto de ver aqueles jogadores entrando em campo e dando tudo de si. O destaque daquele time era o Kaká, mas como não se emocionar com outros personagens desse time? Dida salvando tudo, Nesta e Maldini brilhando; Cafu, Pirlo e Seedorf sendo maestros; Gattuso dando porrada; Inzaghi comemorando cada gol como se fosse seu primeiro e seu último ao mesmo tempo, com tanta intensidade quanto os torcedores mais apaixonados… Bem-aventurados os que tiveram o privilégio de se apaixonar por esse time. Tivemos uma recaída? Sim, tivemos. Mas se preparem, porque estamos prestes a voltar ao lugar de onde nunca deveríamos ter saído.

Milan Brazilian star Kaka, left, and Manchester Paul Scholes fight for the ball during a Champions League semifinal second leg soccer match between AC Milan and Manchester United, at the San Siro stadium in Milan, Italy, Wednesday, May 2, 2007. AC Milan won 3-0 (5-3 on aggregate). (AP Photo/Alberto Pellaschiar)

 

Yan Victor Araújo Rodrigues

yan

São Marcos de Palestra Itália, falo em nome da torcida palmeirense, demonstrando todo nosso amor e admiração pelo goleiro excepcional, multicampeão, símbolo de honra, raça e glórias e, acima de tudo, um ser humano incrível que fez até as torcidas dos nossos rivais te admirarem! Viva a Sociedade Esportiva Palmeiras, viva São Marcos!

2002 World Cup

 

Thiago Fernandes

thiagofernandes

Sou um bianconero apaixonado pela Juventus, muito por conta das suas atuações, das suas declarações, do modo de se comportar e principalmente pela sua lealdade. Parabéns, nem todo ser humano age como você, ainda mais num meio tão ingrato como o futebolístico. Obrigado ao Parma, muito grato mesmo por ter nos dado esse guerreiro, Gianluigi Buffon.

buffon

 

Vinícius Mantuano

mantuano

Francesco Totti, meu maior ídolo. O cara que me fez amar o futebol mais ainda. O cara que me fez ser um apaixonado pela Roma e fã da Azzurra. O cara que é o maior exemplo de amor à camisa no futebol , recusou inúmeras propostas de gigantes e poder ser o melhor do mundo, para escrever sua história na Roma. O cara que, mesmo após uma grave lesão, foi campeão e líder de assistências da copa do mundo de 2006. O cara que, com 38 anos de idade, ainda joga em alto nível. Esses são só alguns feitos incríveis. Se eu dissesse todos, teria que ficar o dia inteiro escrevendo. Enfim, Francesco Totti, o Deus de Roma. Jamais existirá outro igual.

Totti já tem a sua garantida (Divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo