Serie A

Para avançar na Champions League, Napoli não pode repetir os mesmos erros do empate contra o Torino

Mesmo jogando bem, o Napoli não conseguiu vencer o Torino na Serie A às vésperas de uma decisão nas oitavas de final da Champions League

Nesta sexta-feira (8), o Napoli venceu o Torino por 1 x 1, no Estádio Diego Armando Maradona, pela 28ª rodada da Serie A. Com o resultado, os Azzurri ficaram provisoriamente na 7ª posição do campeonato com 44 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado pela Fiorentina. Já o Toro continua na 10ª colocação com 38 pontos, também precisando aguardar o término da rodada.

O empate ficou longe de ser monótono. Desde o princípio, Napoli e Torino buscaram o gol. Um mais do que o outro, dependendo do momento da partida. Mesmo assim, Azzurri e Toro jogaram um grande futebol na Serie A. E com certeza o Barcelona estava de olho, já que decide sua vida na Champions League contra os Partenopei na terça-feira (12), às 17h (horário de Brasília), no Estádio Olímpico LLuís Companys.

Para não ser eliminado nas oitavas de final da Liga dos campeões, o Napoli vai precisar tirar algumas lições do empate com o Torino. Primeiro, é preciso estar ligado 100% do tempo – principalmente em uma decisão. Segundo (e talvez o mais importante), os Azzurri têm que colocar o pé na forma, já que o número de grandes chances desperdiçadas contra o Toro podem fazer falta contra o Barça.

Como foi Napoli x Torino pela Serie A

O 1º tempo da 28ª rodada da Serie A foi muito gostoso de assistir para os amantes de futebol. O Torino até começou melhor a partida, segurando a bola e arriscando chegar ao ataque, mas não demorou para o Napoli dominar a posse e chegar com perigo no gol adversário. Para isso, os Azzurri mostraram repertório para furar a (boa) marcação do Toro, que conseguiu segurar o zero no placar.

As melhores chances do Napoli saíram de duas formas distintas, porém, com os mesmos personagens. Primeiro, Politano mostrou repertório ao aproveitar uma saída errada do Torino para entregar a bola para Kvaratskhelia finalizar cara a cara com o goleiro. Depois, o camisa 77 dos Azzurri provou que tem noção de área ao conseguir se desgarrar da marcação do Toro e aproveitou um cruzamento de cabeça.

Entretanto, o Napoli também apresentou um erro quase fatal lá atrás. Após cortar um ataque do Torino, os marcadores bateram cabeça e entregaram a bola nos pés de Zapata. O atacante do Toro finalizou com perigo, mas os Azzurri foram salvos pelo goleiro Meret. E isso foi tudo até a ida para o intervalo. Duas equipes querendo jogar e com estratégias bem definidas na parte de cima da tabela da Serie A.

O futebol é (in)justo?

O roteiro do 2º tempo não foi muito diferente. O Napoli queria a vitória, e o Torino idem. Uma partida aberta, com os dois lados loucos para balançar as redes. Quem colocou a bola na casinha primeiro foram os Azzurri, que fizeram uma rápida transição ofensiva. Kvaratskhelia passou para Mario Rui antes de ser servido pelo português para cabecear e fazer 1 x 0 em cima do Toro.

Só que o empate não demorou muito para virar realidade. Quase imediatamente depois, o Torino fez um golaço de bicicleta com Sanabria após rebote de um escanteio mal afastado pelo Napoli. Dali para frente, os Azzurri partiram para o abafa, metralhando o gol do Toro em busca dos três pontos na Serie A. E o 2 x 1 só não veio graças a Milinkovic-Savic, que fez milagre atrás de milagre.

Então, a pergunta que fica é: o futebol é justo ou injusto? O Napoli, com certeza, vai achar que merecia o triunfo em casa. Já o Torino vai defender com unhas e dentes que o empate era o placar ideal dado a tudo que aconteceu com a bola rolando. A resposta sempre vai defender do observador. Fato é que Azzurri e Toro fizeram uma partida animada no Armando Maradona.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo